X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Motocross

5ª etapa - Detalhes do Evento - Sorriso - MT
Publicado em: 20/06/2008

Wellington Garcia vence pela primeira vez na temporada
Texto e fotos: Maurício Arruda


Largada MX2

A primeira prova da rodada dupla com duas etapas seguidas programadas para o Campeonato Brasileiro de Motocross foi realizada nas areias de Sorriso, cidade matogrossense que estreou como sede da competição nacional nos dias 14 e 15 de junho. E o piso, junto ao calor e grande quantidade de obstáculos do circuito local, foi a grande dificuldade encontrada pelos pilotos nesta 5ª etapa do brasileiro da modalidade. Sem descanso os pilotos encaram já neste final de semana (dias 21 e 22) a outra prova da maratona, desta vez no extremo no norte do Estado do Mato Grosso do Sul, na cidade de Sonora.

Veja também: 
- Vídeos com as Corridas das 7 Categorias na MotoXTV!
- Galeria de Imagens da Prova com 656 Fotos!

A distância bastante grande para a maioria dos pilotos que competem no circuito nacional não impediu a participação de 147 pilotos divididos nas 7 categorias em disputa na etapa de Sorriso. Apesar disto classes como a MX2 ou mesmo a MX3, que até então haviam tido sempre mais de 40 inscritos em cada uma das quatro provas da temporada, desta vez não completaram gate. Surpreendentemente a CRF 230 foi a categoria com mais pilotos - 35 no total - e com grande presença de pilotos do sul e sudeste que encararam milhares de quilômetros para competir no Mato Grosso.


Gate MX1 - Distância dos principais centros reduziu o número de pilotos

Para o público matogrossense além da festa com os grandes nomes do motocross nacional houve a oportunidade de acompanhar durante a noite de sábado, um show de freestyle com Marcos Paris e com o ídolo local Gilmar Joaninha Flores, piloto natural de Sinop, cidade vizinha a Sorriso.

MX1 - Wellington Garcia desencanta e vence a primeira


Leandro Silva largou na frente e liderou até cometer um erro


Wellington Garcia
A prova da categoria principal foi uma das mais disputadas do campeonato. Prova disto foi a quantidade de pilotos que esteve na liderança: quatro. A corrida começou com Leandro Silva na frente, mas na quarta volta quem surgiu na ponta foi Roosevelt Assunção. Leandro logo após perder a liderança errou caindo para a quarta posição.

Roosevelt imprimiu ritmo fortíssimo marcando inclusive a melhor volta da prova, mas acabou permitindo mais tarde a aproximação de Jean Ramos. Quando o paranaense chegou definitivamente na disputa ocorreu um choque entre os dois e Roosevelt caiu perdendo também a segunda posição. Como Jean antes já havia passado por situação semelhante com João Marronzinho - que bateu na sua moto, caiu e deixou a prova quando disputava com ele a segunda posição - os nervos ficaram a flor da pele no pit stop.

Depois do acidente Roosevelt diminui o ritmo e acabou a prova apenas na nona colocação. Alheio a isto tudo Wellington Garcia fazia sua prova de forma consistente, no meio da prova tinha a segunda posição e o líder Jean Ramos em sua alça de mira. Jean não facilitou a vida do companheiro de equipe, mas não resistiu a pressão e perdeu a liderança. 


Jean Ramos



Pódio MX1
Wellington chegava enfim a sua tão aguardada primeira vitória no campeonato 2008. "Fiz uma boa prova, com cautela para poder vencer o calor. Já estou acostumado com esse clima. Eu sempre treino nessa temperatura", afirmou. "Daqui para a frente vou me esfoçar ainda mais para garantir o primeiro lugar", disse motivado, pensando na disputa pelo título do campeonato.

O segundo lugar de Jean Ramos lhe garantiu também uma posição entre os cinco primeiros na classificação geral. Leandro Silva recuperou-se conquistando a terceira posição na prova. Com a combinação de resultados ampliou ainda sua vantagem no campeonato. O pódio teve ainda a presença de Dudu Lima e Thales Vilardi completando um resultado inusitado e inédito onde os cinco primeiros eram integrantes de uma mesma equipe o Team Honda.

Pos Classificação Geral MX1 Pontos
1 4 Leandro Nunes Da Silva 106
2 1 Welington Garcia Matos 92
3 3 Joao Paulino Da Silva Junior 86
4 5 Roosevelt De Freitas Assuncao Junior 53
5 10 Jean Ramos 50

MX2 - Rodrigo Selhorst cada vez mais na briga


Rodrigo Selhorst


Marcello Ratinho
Assim como o clima da etapa a disputa pelo título da MX2 esquentou! Após a corrida de Sorriso apenas 3 pontos separam Marcello Ratinho Lima de Rodrigo Selhorst, primeiro e segundo colocados na classificação geral. Os dois principais protagonistas desta temporada na categoria não começaram bem a disputa desta quinta etapa. Ambos largaram no pelotão intermediário e precisaram batalhar para recuperar posições.

A liderança passou rapidamente pelas mãos de Gustavo Amaral e de Davis Guimarães para em seguida firmar-se com Swian Zanoni. O mineiro radicado no Estado do Rio de Janeiro manteve o primeiro lugar por diversas voltas, mas Jean Ramos veio forte e passou ao primeiro lugar.

Ratinho mostrou-se melhor que Selhorst no início de prova, quando ambos disputavam posições com os demais e também entre si. O paulista aproveitou para também surpreender seu adversário na disputa do título ganhando sua posição. Selhorst demorou algumas voltas para "acordar" e entrar na disputa. Na décima volta o rondoniense superou Ratinho assumindo o terceiro lugar. Foi questão de tempo os dois ultrapassarem Swian e Jean assumindo as duas primeiras posições.


Swian zanoni

Com a segunda vitória consecutiva Selhorst está animado e confiante: "Demorei para encontrar o ritmo na prova, mas depois me achei e fiz uma boa corrida. Espero repetir o desempenho na próxima etapa e assumir a liderança no campeonato", afirmou. Ratinho ficou com a segunda posição após ultrapassar Jean Ramos quando restavam
apenas duas voltas para o final. O paranaense agora figura na quarta posição no campeonato. Na prova Swian foi o quarto e Lucas Moraes voltou ao pódio em uma prova de recuperação vindo do 14º lugar. 

Pos Classificação Geral MX2 Pontos
1 7 Marcello Ferreira De Lima 107
2 8 Rodrigo Clemente Selhorst 104
3 9 Swian Zanoni Coelho Gomes 74
4 18 Jean Ramos  55
5 17 Davis Guimarães 51

MX3 - Nico Rocha estréia no topo


Nico Rocha seguido por Chumbinho



Willian Guimarães
Apesar da vitória de ponta a ponta a prova em Sorriso não foi das mais fáceis para Nico Rocha. Só ele sabe o quanto precisou suar a camisa para esta primeira conquista na temporada, afinal teve como escudeiro por toda prova ninguém menos que o multi-campeão Milton Chumbinho Becker.

E por diversas vezes a distância entre os dois durante a prova variou, diminuindo ou aumentando, de fato não dava para arriscar um palpite ao longo da corrida. Apenas nos momentos finais a vantagem ficou mais ampla e na bandeirada o dedicado piloto paranaense pode enfim comemorar. "Estou muito feliz com esta vitória e ela mostra que estou na briga e vou lutar muito pelo título nacional", disse Nico. Chumbinho cruzou em segundo com boa vantagem sobre Willian Guimarães, terceiro por toda a prova.

Jorge Negretti, que errou na primeira curva, teve trabalho em uma prova de recuperação que concluíu em quarto após longa disputa com Alexandro Martins. No campeonato Chumbinho segue líder com 13 pontos de vantagem sobre Nico. 

Pos Classificação Geral MX3 Pontos
1 1 Milton Becker 113
2 22 Nicomedes Soares Da Rocha Filho 100
3 909 Jorge Negretti 79
4 215 Elton Becker 69
5 60 Willian Aparecido Alves Guimaraes 59

MXJr - Anderson Cidade assume a liderança


Anderson Cidade


Gustavo Takahashi
Até a sexta volta a prova da categoria MXJr corria perfeita para Thales Vilardi, líder desde a largada. Em seguida no entanto, um acidente surpreendeu o piloto que caiu sobre um retardatário em um dos saltos do circuito e para a quarta posição da corrida. 

Anderson Cidade a esta altura já tinha a segunda posição conquistada com a ultrapassagem sobre Gustavo Takahashi. Hector Assunção ocupava o terceiro lugar, mas caiu em uma das seções de costelas e perdeu tempo para retornar.

Concentrado Anderson seguiu em primeiro até a bandeirada assumindo também a liderança do campeonato. Takahashi finalizou em segundo conquistando seu melhor resultado na temporada. 


Rodrigo Rodrigues não teve um bom início na provas, mas recuperou posições especialmente no final e conquistou o terceiro lugar. Thales foi o quarto e Deni Abreu venceu a disputa com Hector pela quinta posição.


Pos Classificação Geral MXJr Pontos
1 20 Anderson Hauptli Cidade  102
2 14 Thales Vilardi Felix Da Silva 99
3 700 Hector Freitas Assunção 74
4 21 Gustavo Pereira Do Amaral 71
5 126 Rodrigo Rodrigues 51

CRF 230 - Carlos Eduardo Mendes segue imbatível


Marcos "Mano" Ribeiro


Carlos Mendes
Desde que início sua participação no campeonato Carlos Eduardo Mendes só conquistou vitórias. Em Sorriso foi a terceira consecutiva. Após duelar com Marcos Vinícius Ribeiro, que fazia sua estréia na categoria e liderou as voltas iniciais, ele conquistou o primeiro lugar e diminui um pouco mais a vantagem de Marcos Moraes, o líder do campeonato que ficou em terceiro na prova e certamente está cada vez mais preocupado. 

O veterano Júlio Cézar Xavier, que compete também pela classe MX3, participou pela primeira vez da categoria e mesmo largando mal ainda garantiu a quarta posição do pódio seguido por Person Pauletto.

Pos Classificação Geral CRF 230 Pontos
1 113 Marcos Roberto Roza De Moraes 84
2 317 Carlos Eduardo Mendes 76
3 360 Person Pauletto 60
4 5 Lucas Pagnoncelli De Araujo 59
5 53 Nivaldo Jose Viana 44

85cc - Rodrigo Lama amplia vantagem


Rodrigo Lama



Everaldo Rodrigues
Rodrigo Lama viu Everaldo Lima liderar as duas voltas iniciais, mas no terceiro giro o goiano sofreu uma queda caindo para a quarta posição. O piloto sergipano dominou o restante da prova e ampliou sua vantagem no campeonato. 

Endrews Armstrong ocupou o segundo lugar só que acabou caindo perdendo diversas posições. Quem finalizou na posição foi mesmo Everaldo que recuperou-se do erro no começo da bateria. Com ótima apresentação Anderson Amaral chegou ao terceiro lugar pocuo após a metade da prova conquistando seu melhor resultado na competição. Leonardo Lizott ficou com o quarto lugar e pulou para o quinto lugar no campeonato. Já Cézar Zamboni teve seu retorno prejudicado por um acidente na largada, mas ainda conseguiu a quinta posição.

Pos Classificação Geral 85cc Pontos
1 3 Rodrigo De Andrade Santos 105
2 5 Everaldo Rodrigues Lima Filho 93
3 7 Cezar Augusto Zamboni 78
4 112 Endrews Armstrong Nhemihes 61
5 53 Leonardo Lizott 45

65cc - Kaio Miranda de ponta a ponta


Largada 65 - Kaio Miranda (2) dispara para vencer mais uma etapa


Thiago Formehl
A 65cc foi a prova que mais agitou o público, tamanha era a torcida para o pequeno ídolo local Thiago Formehl. 

Mas Kaio Miranda não permitiu uma festa completa para o representante do Mato Grosso e mais uma vez fez uma apresentação perfeita garantindo com tranquilidade o primeiro lugar.

Formehl em grande apresentação ultrapassou Hallex Dalfovo e depois João Ribeiro fechando a corrida no segundo lugar. 

Ribeiro foi o terceiro e Dalfovo o quarto. Rodrigo Riffel completou o pódio na quinta posição.









Pos Classificação Geral 65cc Pontos
1 2 Kaio Cesar De Miranda 101
2 7 Thiago Bortoloti Formehl 86
3 11 Hallex Dalfovo 79
4 3 Rodrigo Jose Riffel 76
5 8 Joao Pedro Pinho Ribeiro 74

Destaques do evento - Fatos de dentro e fora das pistas 

Protesto
- Com dois incidentes envolvendo seus principais pilotos na categoria MX1 o chefe da equipe Pro Tork, Antônio Balbi, reclamou formalmente dos choques que tiraram João Marronzinho e Roosevelt Assunção da disputa pela vitória, ambos ocorridos com Jean Ramos, da equipe Honda. A direção de prova analisou o caso após o final da prova julgando os incidentes normais e a reclamação improcedente. 

Calor - A temperatura não estava amena, mas pode-se dizer também que não era o "pior" calor da região, no entanto foi suficiente para que vários pilotos sucumbirem sem suportar o desgaste. A prova de Sonora promete clima e terreno parecidos na etapa desta semana.

Rodada dupla - A realização de duas provas seguidas em localizações distante das grandes capitais e o calendário alterado com pouca antecedência provocaram a ausência de pilotos privados que costumam prestigiar o campeonato. Muitos, em função do alto custo para participação nas duas etapas, optaram pela participação em apenas uma delas, outros abortaram a participação em ambas. 


Veja também as Imagens da Prova
Túnel
- Como em Siqueira Campos (PR) a Pista de Sorriso também possue Túnel onde o traçado se cruza com a pista passando por dentro e por cima. O local inclusive era também o salto de chegada do circuito.

A 6ª etapa da competição ocorre nos dias 21 e 22 de junho, na cidade de Sonora, MS.

O Campeonato Brasileiro de Motocross tem patrocínio de Honda e Mobil. Co-patrocínio Pro Tork. Apoio Pirelli. A organização desta etapa foi da Federação Mato-grossense de Motociclismo - FMMT. Supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo.



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet