X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Motocross Regional

Pernambucano de Motocross 2020 - Santa Cruz do Capibaribe (PE) - 2ª etapa
Publicado em: 05/11/2020
Clique e saiba mais

Evento válido também pelo Arena Nordeste contou com disputas acirradas e categorias com gate cheio
Redação MotoX.com.br – Texto e fotos: Luca Garcia


Largada Nacional Master


Jefferson, primeiro colocado Nacional Local A
A inauguração do motódromo municipal de Santa Cruz do Capibaribe (PE) foi marcada por grandes disputas, em prova válida pela 2° etapa do Campeonato Pernambucano de Motocross e pela 2° etapa do Arena Nordeste. O evento aconteceu no último final de semana, dias 31 e 01º.

Pilotos de vários estados do Nordeste participaram da prova que teve como destaque o piloto local João Vitor, vencedor das duas principais categorias de motos importadas, a MX1 e MX2.

O final de semana foi marcado por temperatura alta, típico da região, o que exigiu muito do físico de todos, e principalmente da PERACE, organizadora do campeonato, para manter toda a pista em perfeitas condições para as provas.

As disputas começaram no sábado com a categoria Nacional Local A, que teve como vencedor Jefferson seguido de Júnior. Subiram ao pódio com eles, Márcio em terceiro, Jessé Alex em quarto e Tarcísio em quinto.

João Vitor venceu a Nacional Local B com Felipe Xavier em sua cola e Marquinho em terceiro. Felipe Kleiton e Daniel Henrique completaram o top 5 respectivamente.

No domingo, a primeira vitória de João Vitor veio na MX2. A corrida começou com uma bela disputa pela liderança contra Juninho Ferreira até a sexta volta quando João Vitor assumiu a ponta. Com ritmo forte, se aproveitando de um tropeço do adversário, João Vitor abriu uma boa vantagem de Juninho Ferreira, assegurando uma vitória segura. Outros pilotos locais dominaram a terceira posição da prova: voltando após uma grave queda que sofreu nos treinamentos antes da primeira etapa do Brasileiro, Thales Natan sustentou o terceiro posto até o final da prova quando foi superado pelo irmão, Athalo Brito. Após uma largada tumultuada, Gabriel Calixto conseguiu subir posições e fechou a bateria em quinto.


João Vitor

Pela MX1, João Vitor largou na terceira posição e não demorou para superar Leonardo Feitosa, assumindo o segundo posto. Na frente, Juninho Ferreira liderou o pelotão até a sétima volta quando teve que abandonar a prova com problemas mecânicos deixando o caminho livre para João Vitor novamente. Seis segundos atrás do líder, ficou Athalo Brito e em terceiro Thales Natan. Feitosa ainda terminou a prova na quarta colocação seguido de Gabriel Calixto, após uma corrida de recuperação.


Gustavo “Gambá” Gomes

Diógenes Rufino largou na ponta pela MX3, porém, entre altos e baixos, ele terminou em terceiro sob forte pressão do seu irmão Douglas Rufino e do piloto Rozivaldo “Ro”. Israel Feitosa liderou a prova até a quinta volta, quando abandonou com problemas mecânicos. Assim o piloto paraibano Gustavo “Gambá” Gomes assumiu a ponta e ditou o ritmo até a bandeira quadriculada. Acompanhando o ritmo do ponteiro, Tiago Nunes fechou a corrida na segunda posição.


Israel Feitosa

Apesar de Kelinho ter feito o holeshot, quem assumiu a ponta da MX4 ainda na primeira volta foi Israel Feitosa. Mesmo com esforços para reassumir a ponta, Kelinho não conseguiu se aproximar o suficiente para tentar um ataque. Maurílio de Souza andou boa parte da prova em terceiro até abandonar, deixando a posição para Calixto Junior. Em uma corrida segura e com bom ritmo, Eduardo Monte Belo ficou com o quarto lugar. Já Beto Ávila saiu das últimas posições para completar o pódio em quinto.

Nas categorias voltadas para os pilotos mais experientes, o destaque ficou para Kleber Moraes na MX Master. Kleber dominou a categoria de ponta a ponta e com a liderança já consolidada a briga ficou para as demais posições. David Lara assumiu o segundo posto, mas perdeu rendimento e terminou a corrida em quinto lugar. Em forte recuperação, Paulo de Tarso saiu de trás do pelotão para terminar em segundo à frente de Marcelo, de Maceió (AL). Edinho Borracha manteve a quarta colocação desde a primeira volta.


Ricardo Campano


Ryan Moura
Já pela Nacional Master, o domínio foi de Ricardo Campano. Fernando Menta lutou no início para assumir a segunda posição e terminar a cerca de três segundos do líder. Jaílson “Barriga”, após largar na sétima posição, conseguiu subir no pódio em terceiro. Também em ritmo de recuperação, Paulo de Tarso acabou em quarto lugar seguido de Junior Queixim.

A categoria Júnior foi marcada por muitas disputas. A vitória foi decidida após uma linda ultrapassagem pela liderança de João Danilo sobre Narcísio na metade final da prova. Bem mais atrás na terceira posição ficou Ewert. Após largar bem, Júnior caiu para as últimas posições, mas em prova de recuperação subiu até o quarto posto, seguido de Ivanildo.

Com sucesso no número de inscritos, duas baterias precisaram de classificatória para alinhar. Uma delas foi a MX Intermediária em que Ryan Moura surpreendeu ao sair da terceira para a primeira posição ainda no início. Com uma tocada forte, ele abriu uma excelente vantagem em relação a João Pedro que havia feito o holeshot. Lucas de Tarso ficou em terceiro a dois segundos do vice-líder. Sempre acompanhando o pelotão da ponta, Alécio Junior terminou em quarto. Depois de perder posições no começo da prova, João Lucas recuperou o ritmo com muita luta, completando o top 5.


Felipe Kleyton

A outra categoria com recorde de inscrições foi a Nacional Intermediária, marcada por grandes disputas. O destaque ficou para a briga pela ponta entre Felipe Kleyton e Diego Rufino, que saiu da disputa após sofrer uma queda. Mesmo com o caminho livre, Kleyton ainda foi perseguido em boa parte da prova, terminando a menos de dois segundos à frente de Daniel Henrique, segundo colocado. Felipe Xavier terminou em terceiro. Em uma corrida conservadora, Pinto Branco terminou em quarto e a quinta posição ficou com Alexsandro.


Ítalo “Cabeção”

Ítalo “Cabeção” e Flavio Pantanal travaram uma bela disputa pela liderança da Nacional 230/250cc até que Ítalo conseguiu se firmar na ponta com uma diferença mínima em relação a Pantanal. A terceira e quarta colocações foram definidas após cair o gate, com Gata Maga em terceiro à frente de Daniel Henrique. Em prova de recuperação, Tiago dos Santos saiu das últimas posições para ficar a dois décimos de segundo em relação ao quarto colocado.


Diógenes Rufino

A Nacional Open contou com grandes duelos. Um pouco antes da metade da prova, Diógenes Rufino assumiu a ponta e, aproveitando dos retardatários, conseguiu abrir vantagem em relação aos demais. Thiago Nunes ficou em segundo após trocar algumas vezes de posição. Apesar da boa largada, Fernando Menta perdeu duas posições e terminou em terceiro. Douglas Rufino também se atrapalhou, ficando com o quarto, seguido de DD, quinto colocado.

A principal categoria de motos nacionais, a Nacional Pró, precisou de relargada por conta de um tombo. No reinício, Novinho Voador que liderava antes da parada, foi superado e terminou em terceiro. Enquanto João Victor abandonou a corrida após cinco voltas, deixando o caminho livre para Gabriel Calixto vencer. Janiedson também capitalizou em cima da relargada, subindo para a segunda posição. Lucas Mateus terminou em quarto à frente de Danilo.


José Gabriel

José Gabriel andou forte e venceu com folga a categoria 50/65cc. João Arthur ficou em segundo, com Francisco Neto em terceiro e Caíque em quarto.

Após a prova, Sérgio Flores, diretor da PERACE, agradeceu a todos envolvidos no sucesso do evento, principalmente aos pilotos de cinco estados da região que compareceram. A próxima etapa já tem data marcada, será nos dias 21 e 22 de novembro em Aguas Belas (PE).

Resultados

Jr Nacional / Especial

1. João Danilo
2. Narcisio
3. Ewert
4. Junior
5. Ivanildo
6. Lucas
7. Wagner Guilherme
8. Lucas Gabriel

50 / 65cc
1. José Gabriel
2. João arthur
3. Francisco Neto
4. Caique

MX1
1. João Vitor
2. Athalo Brito
3. Thales Natan
4. Leonardo Feitosa
5. Gabriel Calixto
6. Novinho Voador
7. Janiedson
8. Daniel Ventura
9. Cachorrão
10. Angelo Anderson

MX2
1. João Vitor
2. Juninho Ferreira
3. Athalo Brito
4. Thales Natan
5. Gabriel Calixto
6. Mazoud Ramos
7. Janiedson
8. Ryan Moura
9. Pedro Oliveira
10. João Pedro

MX3
1. Gustavo
2. Tiago Nunes
3. Diogenes Rufino
4. Douglas Rufino
5. Rozivaldo "Ro"
6. Clelio Jair
7. Calixto Junior
8. Andinho
9. Caboginho
10. Beto Avila

MX4
1. Israel Feitosa
2. Kelinho
3. Calixto Junior
4. Eduardo Monte Bello
5. Beto Avilla
6. Wendell "Morcegão"
7. Junior Café
8. Edinho Borracha
9. Bento
10. Berg Sobral

MX Intermediária
1. Ryan Moura
2. João Pedro
3. Lucas de Tarso
4. Alécio Junior
5. João Lucas
6. Tiago Coutinho
7. Tiago Importados
8. Yuri Morceguinho
9. Henrique Kibon
10. Angelo Anderson

MX Master
1. Kleber Moraes
2. Paulo de Tarso
3. Marcelo
4. Edinho Borracha
5. David Lara
6. Bokinha
7. Ismael
8. Agnaldo Xavier
9. Berg Sobral
10. Bento

Nacional 230/250cc
1. Italo "Cabeção"
2. Flávio Pantanal
3. Gata Maga
4. Daniel Henrique
5. Tiago dos Santos
6. Nathan Pereira
7. Cabeça
8. Lucas de Freitas
9. Sandoval queiroz
10. Daniel

Nacional Intermediária
1. Felipe Kleyton
2. Daniel Henrique
3. Felipe Xavier
4. Pinto Branco
5. Alexsandro
6. Irmão
7. José Carlos
8. Ryan Santos
9. Gabriel Calado
10. Igor Guimarães

Nacional Master
1. Ricardo Campano
2. Fernando Menta
3. Barriga
4. Paulo de Tarso
5. Junior Queixim
6. Marcone Manuel
7. Jakson Rodas
8. Luis Filho
9. Edilu
10. Zé Mario

Nacional Open
1. Diogenes Rufino
2. Thiago Nunes
3. Fernando Menta
4. Douglas Rufino
5. DD
6. Maurilio de Souza
7. Isaias Araujo
8. Paulo de Tarso
9. Pedro Neto
10. Lucas de Freitas

Nacional Pro
1. Gabriel Calixto
2. Janiedson
3. Novinho Voador
4. Lucas Mateus
5. Danilo
6. Vandinho
7. Elinando
8. João Victor

Nacional Local A

1. Jefferson
2. Junior
3. Márcio
4. Jesse Alex
5. Tarcisio
6. Ranieri
7. Kaique Gustavo
8. Pedro Monteiro
9. Juninho Elias
10. Paulinho Magnata

Nacional Local B
1. João Vitor
2. Felipe Xavier
3. Marquinhos
4. Felipe Kleiton
5. Daniel Henrique
6. Chaves
7. Igor Guimarães
8. Narcisinho
9. Galo
10. Magno



Imagens Relacionadas:
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-





© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet