X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Rally

Rally de Andalucía: prova será o teste para o Dakar 2021 das equipes de fábrica
Publicado em: 02/10/2020
Clique e saiba mais

Última parada antes do Dakar 2021, rali será o termômetro da modalidade após pausa por conta do coronavírus
Redação MotoX.com.br: Carolina Arruda - Fotos: RallyZone/ Agu Bertini


A prova será o reencontro da elite da modalidade depois do Dakar 2020

Com o cancelamento do Rally do Marrocos 2020, os organizadores da prova rapidamente organizaram o Rally de Andalucía. A prova não será uma substituta do Rally do Marrocos, que retorna no próximo ano, de 08 a 13 de outubro. Enquanto 2021 não chega com a caravana de provas reagendadas, o Rally de Andalucía larga na próxima semana, com as especiais entre 06 e 10 de outubro.


Fazenda El Rosalejo será a base da competição durante a próxima semana
Serão ao todo 1250 km, sendo 921 cronometrados – 74% da distância total. O prólogo acontece na próxima terça-feira (06) com um percurso de 09 km para motos e quadriciclos. O ponto base da competição será a fazenda El Rosalejo, em Villamartin no sul da Espanha, e os pilotos enfrentarão trajetos de 230 a 300 km por dia, largando e retornado à fazenda histórica.

O mundo do rali está de olho na prova não só porque é uma oportunidade de voltar a competir, após um 2020 caótico para a modalidade, mas também porque o evento é a última chance de ajustes e testes antes do Dakar 2021, que será sediado na Arábia Saudita em janeiro.

Outro fator que atrai as equipes de fábrica para a prova: no próximo ano, o Dakar será com mapa de navegação eletrônico em todas as categorias, ao invés do tradicional roadbook de papel. Sem conseguir testar a atualização em competições ao longo do ano, o Andalucía Rally será o laboratório para pilotos e equipes se ajustarem ao novo modelo. Não à toa os times oficiais estão com os preparativos a todo vapor. Entre as motos, os fãs poderão acompanhar novas disputas entre pilotos da elite mundial como Ricky Brabec, Joan Barreda, Toby Price e Sam Sunderland.

Husqvarna


Luciano Benavides

A fábrica será representada por Luciano Benavides. Será a estreia do argentino com a equipe Rockstar Energy Husqvarna Factory Racing após o contrato assinado no início deste ano. Já o companheiro de equipe Pablo Quintanilla estará ausente da competição, por conta de uma nova cirurgia na perna lesionada durante o Dakar 2019. O chileno está cotado para participar do próximo Dakar.

“Foi um pouco difícil viajar até a Europa, mas agora que estou aqui posso focar na prova. Estou bastante animado para voltar a correr e minha preparação foi muito boa. O Rally Andalucía será minha estreia na equipe, então é ótimo fazer parte do time e ter novas perspectivas juntos. Estou um pouco nervoso, já que faz bastante tempo que estou longe das provas, mas tenho certeza que depois da largada, o nervosismo vai embora”, declarou Benavides - irmão de Kevin Benavides que compete pela Honda.

KTM


A Red Bull KTM Factory Racing conta um time especialmente forte para a disputa: Toby Price, Sam Sunderland, Matthias Walkner e Daniel Sanders. Após completar o Dakar 2020 com pódio, Price encara o novo desafio a bordo da KTM 450 RALLY após passar a quarentena na Austrália.

“Tem sido difícil para todos desde janeiro – o mundo tudo virou da cabeça para baixo, mas estamos fazendo o melhor que podemos considerando as circunstâncias. Estou muito feliz que os organizadores tenham conseguido organizar este rali na Espanha e voltaremos a correr. Porque afinal, é o que amamos fazer! Agora precisamos fazer o melhor e aprender tudo o que podemos antes do próximo desafio em janeiro”, avaliou Price.


Sam Sunderland
Após abandonar o Dakar deste ano por conta de uma queda no quinto estágio, Sam Sunderland retorna às provas após um período de recuperação na França. “É ótimo voltar a estrar com a equipe, testando novas coisas na moto e retornando a rotina de provas. Faz você perceber o quanto ama o que faz. Estou ansioso para o Andalucía, achei ótimo que conseguiram encaixar esta prova antes do Dakar. O plano é aproveitar o evento para voltar a ter ritmo...é uma sacudida. Acho que será um rali diferente do que estamos acostumados – mais na pista e provavelmente bem empoeirado – mas serão as mesmas dificuldades para todos”, comentou Sunderland.

Novato na equipe, Daniel Sanders migra do mundo do enduro para o rali e objetivo principal agora é ganhar experiência em navegação. “Fazem poucas semanas que minha carreira no rali começou e é uma experiência muito diferente. Mas é excitante, estou aprendendo todos os dias e estou trabalhando minhas habilidades com o roadboak. Aprender a lidar com a moto é uma novidade pra mim também, tenho que agradecer ao Jordi Viladoms (chefe de equipe) por me ajudar. É uma nova modalidade e estou abraçando pouco a pouco, aprendendo o máximo que posso”, declarou Sander, que já venceu o ISDE e busca a classificação para o Dakar 2021.

Honda


Ricky Brabec

Ricky Brabec, José Ignacio Cornejo (Nacho), Kevin Benavides e Joan Barreda são os representantes da Monster Energy Honda. A equipe está em ótima fase com Brabec, que conseguiu não só vencer o Dakar deste ano mas também dominar as outras duas provas que participou – Sonora Rally e Vegas to Reno. Os outros pilotos, localizados fora da Europa, são uma incógnita, já que não puderam participar dos dois últimos eventos e segundo o time foi um desafio à parte conseguir trazê-los para o continente.


Kevin Benavides
“É uma situação diferente agora. O Rali Andalucía não é válido pelo Mundial de Rally. Então estamos aqui para tirar o pó das motos, ver no que dá. Acho que todos nós estamos um pouco inseguros sobre a prova. Não sabemos como será. Eu pude correr durante todo o ano, então estamos ansiosos para ver como nos saímos. Embora realmente o terreno não seja o meu estilo. Não é um deserto aberto, minha preferência. Uma prova muito mais de estrada, com navegação em pista. Acredito que terão pilotos locais muito rápidos. Nós vamos apenas nos divertir, tentar não cair e nos preparar para o Dakar”
, disse Brabec, que pode assumir uma postura mais conservadora no evento para evitar lesões a poucos meses da temporada 2021.

Mas a postura cautelosa não é unânime dentro da equipe: “tem sido um ano estranho para todos. É uma situação sem precedentes: sem competir, sem poder fazer o que mais amamos. Pude aproveitar a quarentena para treinar e me recuperar fisicamente. É a única prova que temos antes do Dakar, então por isso queremos tirar o máximo dela, focando bastante nos pontos que precisamos. O mais importante, além do resultado, é recuperar o ritmo e aproveitar tudo que não pudemos nos últimos meses”, falou Kevin Benavides.

Yamaha


Adrien Van Beveren

A equipe de fábrica da Monster Energy Yamaha dá as boas vindas a Ross Branch e Andrew Short – sim, sim o piloto do AMA MX/SX em transição para o rali - que agora competirão ao lado de Adrien Van Beveren, Franco Caimi e Jamie McCanney.

“Com os acontecimentos deste ano, consegui me recuperar do meu acidente durante o Dakar, então esse é um ponto positivo. Precisei passar por cirurgia e recuperação, mas agora estou 100% e pronto para largar. Participei de um evento pequeno em agosto, mas o Andalucìa será um teste mais decente, já que todos estarão competindo. Estou ansioso para ver onde vamos nos encaixar. Será a última prova antes do Dakar, então serão quatro dias intensos de prova”, declarou Van Beveren.

Prova fechada

Devido à crise por conta do coronavírus, a prova acontecerá sem presença do público. A organização inclusive manteve os trajetos em sigilo para que não sejam divulgados e não haja aglomerações no percurso. Outras medidas de segurança também foram adotadas pela organização: todos os envolvidos devem apresentar um teste negativo para Covid-19, 72 horas antes de chegar ao evento, o uso de máscara e o distanciamento serão obrigatórios.

Programação

Segunda-feira (05/10): Verificações técnicas
Terça-feira (06/10): Prólogo para motos e quadriciclos
Quarta-feira (07/10): Prólogo para carros e SSVs
De quarta-feira à sábado (10/10): Etapas 1 a 4






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet