X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Enduro

Mundial de Enduro – 1ª etapa – Réquista – França
Publicado em: 21/09/2020
Clique e saiba mais

Briga pela vitória da etapa foi acirrada, mas Steve Holcombe escapa ileso dos erros nos trechos especiais
Redação MotoX.com.br: Carolina Arruda – Fotos: Divulgação / Janjão Santiago


Steve Holcombe

A temporada 2020 do Mundial de Enduro largou neste final de semana (de 18 a 20/09) em Réquista, na França. O campeonato retorna após pausa de quase um ano por conta do novo coronavírus e tem calendário adaptado para cinco etapas nos próximos meses. E em especial aqui no Brasil a torcida foi grande para o capixaba Bruno Crivillin, competindo na Enduro J1. O piloto presenteou os fãs com um pódio ao domingo.

Borilli Enduro GP - Réquista - França

Sexta-feira – Super Teste

O público pode se divertir ao assistir a disputa entre Steve Holcombe e o defensor do título Brad Freeman: foram 60 centésimos que definiram a vitória do super teste para Holcombe! Em terceiro o chileno Ruy Barbosa completou o pódio, à frente de Loic Larrieu.

Sábado


Matteo Cavallo
O Super Teste no dia anterior definiu não só a ordem de largada, como também os destaques da etapa. Brad Freeman, da Beta, teve um início lento e, depois de pegar o ritmo, o desespero bateu, cumprindo a última volta puxando o cabo ao máximo. Mas não foi suficiente para o defensor do título, que por uma margem mínima – dois décimos de segundo - deixou a primeira vitória da EnduroGP com Steve Holcombe.

“Estou muito satisfeito com essa primeira vitória da temporada, especialmente porque eu não esperava estar na frente logo de início com a quatro tempos. Eu fiz uma boa largada no início do dia, com bons tempos no cross e enduro teste, mas nunca encontrei o ritmo no extreme teste. O que me intriga é que geralmente vou bem nesse tipo de especial. E na última volta cometi muitos erros e quase dei a vitória de bandeja para o Brad (Freeman), já que ele está a centésimos de segundo atrás de mim! Mas no fim das contas, estou feliz com esse primeiro dia”, avaliou Holcombe. O piloto da Beta também levou para casa a vitória da E2, à frente de Loic Larrieu e Matteo Cavallo, estreante na categoria. Danny McCanney e Alex Salvini completaram o top 5 da classe.


Brad Freeman

Demorou muito para o dia começar a render para mim e no pelotão da frente o Steve (Holcombe) e o (Andrea) Verona começaram muito forte. Eu quero manter a mentalidade de nunca desistir, então apesar da vantagem de 18 segundos do Steve, na última volta eu quis dar tudo de mim e admito que estou um pouco chateado de terminar em segundo”, declarou Freeman, que defende o título na EnduroGP e faturou a vitória da E3, seguido de Davide Guarneri e Jaume Betriu.


Andrea Verona
Outro protagonista do dia foi Andrea Verona, campeão do Mundial de Enduro Júnior em 2019. Este ano o italiano estreia nas categorias sênior e começou a temporada com bons resultados, completando em terceiro na EnduroGP (o ranking geral) e faturando a vitória da E1. “Obviamente, estou muito feliz com a minha primeira vitória na E1! E também tive a alegria de liderar a EnduroGP durante a primeira volta e devo admitir que isso me pressionou um pouco. Não importa o quanto tenha falado para eu mesmo ficar calmo, não pude evitar os erros ligados ao estresse. Mas pelo menos consegui assegurar a vitória da E1! Agora sei em quais aspectos mentais trabalhar para ficar calmo e me manter consistente”, disse Verona. Thomas Oldrati foi o vice-líder do dia, seguido de Christophe Charlier. Jeremy Tarroux e Antoine Magain completaram os cinco primeiros.

Resultados - EnduroGP
1. Steve Holcombe 33’46.13
2. Brad Freeman +14.13
3. Andrea Verona  +23.19
4. Loïc Larrieu +26.41
5. Jaume Betriu Armengol +29.57

Domingo


Depois de um primeiro dia com muita poeira, durante a noite de sábado, a chuva deu um gostinho diferente ao circuito durante o segundo dia de prova. Apesar de não ficarem completamente na lama, os três testes cronometrados mudaram...o que não mudou foram os ponteiros da EnduroGP, que mantiveram a briga acirrada, segundo a segundo, pela vitória.

Mais uma vez, Holcombe precisou ficar alerta e não pode se dar ao luxo de relaxar durante os cronometrados, já que Verona e Freeman mantiveram-se a poucos segundos dele. Holcombe inclusive quase perdeu a vitória ao cometer um erro durante o último trecho especial, mas conseguiu escapar em apuros com o topo do pódio com uma margem de apenas três segundos sobre Freeman.


Steve Holcombe

“Eu estaria mentindo se falasse que não deixo a França feliz por ter vencido a EnduroGP e sair na liderança com duas vitórias. Mas ainda tenho muitas coisas para melhorar! Durante o último teste perdi muito tempo tentando segurar a vitória e não cair, de novo quase perdi a vitória. O que também é bom, porque tenho o que melhorar e quer dizer que posso ficar ainda mais rápido”, falou Holcombe. Pela E2, Loic Larrieu novamente terminou em segundo, à frente de Danny McCanney. E repeteco de Matteo Cavallo e Alex Salvini completando os cinco primeiros.


Jaume Betriu
Novamente, o defensor do título se atrapalhou no início do dia e deixou a vitória escapar. Basicamente, foi um dia de recuperação, já que nos primeiros teste o piloto estava de fora dos três primeiros do ranking. “Eu estou furioso! Quando vejo meu desempenho na última volta, fico irritado por não ter me saído bem desde o começo do dia! Mas pela disputa do campeonato, Steve (Holcombe) não está tão distante e estamos só no começo da temporada. De qualquer forma, estou feliz pela vitória dupla na E3, mas pela EnduroGP preciso me esforçar mais!”, desabafou Freeman. Jaume Betriu fez o segundo tempo do dia, com Marc Sans Soria assumindo o terceiro posto do pódio. Davide Guarnieri foi o quarto à frente de Cristobal Guerrero.

Provando que sua consistência não é sorte de iniciante, Verona ficou com a terceira colocação do dia. O estreante ainda poderia ter arriscado a briga pela vitória no momento em que Holcombe caiu, mas o italiano também foi ao chão durante o último enduro teste e perdeu também o vice. “Estou mais satisfeito hoje do que ontem! Durante todo o dia briguei com o Holcombe pela vitória, mas infelizmente cai no final da última especial e isso me custou a briga pela vitória. Mas no fim de tudo, eu não esperava faturar uma vitória dupla na E1 e muito menos me sair bem na EnduroGP desde o início, então estou contente!”, comentou Verona. Pela E1, Jeremy Tarroux foi o segundo seguido de Thomas Oldrati. Antoine Magain e Christophe Charlier completaram o top 5.

A próxima parada do Mundial de Enduro será em Spoleto, Itália, neste final de semana de 25 a 27 de setembro.

Resultados EnduroGP
1. Steve Holcombe - 33'25.65
2. Andrea Verona + 14.09
3. Jaume Betriu Armengol + 16.69
4. Brad Freeman Racing + 25.91
5. Loïc Larrieu + 37.27

Brasil no pódio


Bruno Crivillin

Teve verde e amarelo no pódio em Réquista. O piloto Bruno Crivillin que participa da Enduro Júnior, fez o terceiro tempo da EJ1 – categoria para pilotos de até 23 anos e motos até 250cc. “Pouco a pouco vamos conquistando nossos objetivos. Foi um terceiro com sabor de vitória, e ela não é só minha, é de todos que torceram e mandaram energias positivas. Sem muito tempo pra comemorar, já estou na estrada a caminho da Itália, no próximo final de semana acontece a segunda etapa do Mundial”, declarou Crivillin nas redes sociais. Você pode conferir a cobertura completa da participação do capixaba na etapa aqui.

Vídeos














© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet