X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Enduro

Enduro da Independência 2020 - 2ª e 3ª etapas - Socorro (SP) - Caxambu (MG)
Publicado em: 06/09/2020
Clique e saiba mais

Disputa parte para reta final com títulos em aberto e disputas equilibradas
Redação MotoX.com.br – Carolina Arruda – Fotos: Leo Tavares / Janjão Santiago


Emerson Loth

Neste final de semana, o Enduro da Independência completou as maiores pernadas do trajeto 2020 da prova. No sábado, os pilotos deixaram Socorro (SP) em direção à Itajubá (MG), percorrendo 237 km, e no domingo, os pilotos seguiram para Caxambu (MG), pilotando por mais 158 km.

2ª etapa


Tunico Maciel

No segundo dia de prova, veio a virada para o piloto Emerson Loth assumiu a liderança no ranking da prova, com o melhor tempo da Elite e pontuação máxima nos dois postos de controle.

Tunico Maciel caiu para a segunda colocação do EI, após abrir o trajeto do dia. “Foi uma etapa cansativa por conta do tempo de duração, mas sem pontos difíceis de transpor. Eu abri a prova e encontrei dificuldades na navegação. Continuo na briga e vou para cima nos próximos dias, acelerar o que for preciso e com muita raça”, conclui Maciel. Guilherme Carvalho fecha o top 3, seguido de Jomar Grecco e Fábio Amaral.


Dário Júlio

Na categoria Brasil, Dário Júlio segurou o domínio, mas almeja melhorar os tempos. “Poderia ter rendido mais hoje, andei perto dos últimos pilotos da categoria Over 40 o dia todo e essa situação atrapalhou demais o meu desempenho. Sigo na liderança da Brasil e espero manter a posição até o final”, afirma o mineiro.

Bárbara Neves segue em busca do tricampeonato na categoria Feminina. Para a piloto, há os dois lados de chegar na metade da prova. “Estou feliz por ter conseguido chegar até aqui, mas ao mesmo tempo fico triste em pensar que só haverá mais dois dias de prova no Enduro da Independência, que é um evento muito esperado por todos. A segunda etapa teve mais de oito horas de duração, mais uma vez o visual foi fantástico. Vamos ver o que a organização preparou para esses dois últimos dias”, diz embaixadora do evento.

3ª etapa


Bárbara Neves

Para Bárbara, o trajeto de domingo superou as expectativas. “As trilhas estavam incríveis, a paisagem da região é um show à parte. Foram cinco horas de competição. Estou pronta para o último dia e já sinto o gosto de quero mais”, conta a mineira, que com 150 pontos está quase com as mãos na taça da categoria Feminina.

Ao final do primeiro dia, Jomar Grecco avaliou as trilhas do interior paulista e almejou resultados melhores. “Foi dentro do esperado. A planilha como sempre impecável. O roteiro foi bem bacana, com trilhas rápidas. Foi uma prova curta, mas foi uma prova bem decisiva, muito técnica. O terreno está bem seco, escorregando bastante. Consegui andar bem, mas não consegui o resultado que queria”, declarou.


Jomar Grecco

A situação do piloto melhorou neste domingo em que completou o percurso com o melhor tempo da Elite: “Terceiro dia do Enduro da Independência! Hoje sim consegui andar forte e venci o dia, somando pontos importantes para o último dia. Vamos que vamos”, completou. Pela disputa, Grecco ocupa a quarta posição do ranking, com apenas um ponto de diferença do terceiro colocado do EI, Guilherme Carvalho.

Mantendo a boa fase, a segunda colocação do dia ficou com Emerson Loth, que segura a ponta da categoria no ranking seguido por Tunico Maciel, vice-líder e terceiro colocado do percurso deste domingo. “Tenho apanhado na navegação do enduro de regularidade, já que vinha treinando bastante para as provas de rally, mas estou confiante e não vou desistir até o final da prova. Espero que a última etapa tenha bastante trilha travada, para diferenciar os melhores pilotos”, conclui o mineiro.


Dário Júlio

Pela categoria Brasil, Dário Júlio mantém a liderança em uma disputa acirrada com Felipe Arantes, segundo colocado – apenas seis pontos separam os pilotos, que nos dois últimos dias tem intercalado as posições nos postos de controle. “A disputa está equilibrada, o bicho vai pegar na última etapa”, aposta Dário Júlio. “A categoria Brasil larga atrás da classe Over 40, o que pode ser uma dificuldade a mais por conta do fluxo na trilha. O foco será 100% na conquista do título”, acrescenta.

Nesta segunda-feira, os campeões da prova serão definidos pelas trilhas de Caxambu (MG), com um percurso de 123 km, totalizando 635 km em quatro dias.

Resultados – Ranking após 3ª etapa

Categoria Elite

1º - #6 - Emerson Loth "Bombadinho" – 134 pontos
2º - #11 - Tunico Maciel - 124
3º - #7 - Guilherme Trancoso Carvalho – 112
4º - #8 - Jomar Grecco – 111
5º - #84 - Fábio Amaral - 104

Categoria Graduado
1º - #15 - Luciano Paiva - 124 pontos
2º - #23 – André Rezende - 115
3º - #21 – Gabriel Bellaver - 103
4º - #24 - Gustavo Pereira – 102
5º - #20 - Ariel Campos – 96

Categoria Over
1º - #25 - Vinícius Moraes - 131 pontos
2º - #27 - Jesus Ribeiro – 131
3º - #31 - Jony Jachtchechen - 128
4º - #29 - Luis Gustavo Neiva – 106
5º - #30 - Gleizer Madureira Maciel - 102

Categoria Brasil

1º - #35 - Dário Júlio - 144 pontos
2º - #34 - Felipe Arantes – 138
3º - #33 - Alan Muniz - 100

Categoria Feminina
1º - #173 - Bárbara Neves - 50 pontos

Resultados completos aqui.

Programação
7/9 - segunda-feira - 123 km
7h - Largada do primeiro piloto - Centro de Convenções de Caxambu (MG)
13h - Chegada do primeiro piloto - Centro de Convenções de Caxambu (MG)
18h - Premiação – Parque da Cidade - Centro de Convenções de Caxambu (MG)






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet