X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

World Enduro Super Series 2019 - GetzenRodeo - Final
Publicado em: 05/11/2019

Não deu para os veteranos Taddy Blasuziak e Graham Jarvis. Manuel Lettenbichler faturou outra vitória no WESS.
Redação MotoX.com.br: Carolina Arruda - Fotos: Future7Media


Largada da prova principal do GetzenRodeo 2019

Não deu outra no GetzenRodeo 2019 nesse final de semana: em uma temporada impecável, o alemão Manuel Lettenbichler venceu o evento em casa e de quebra é o mais novo campeão do World Enduro Super Series. O GetzenRodeo colocou todos os pilotos à prova, com um dos percursos mais difíceis do ano. Para começar, os 67 inscritos enfrentaram uma classificatória de duas horas no período da manhã e de tarde apenas os 20 melhores largaram rumo a 80 minutos excruciantes em cima da moto.


Manuel Lettenbichler fechou a temporada com vitória e a conquista do título

A oitava e última etapa do WESS 2019 não foi marcada apenas por disputas, muitos pilotos apostaram alto no GetzenRodeo para mostrar que ainda estão no topo do Hard Enduro. Foi o caso de Taddy Blasuziak, Alfredo Gomez e Billy Bolt, retornando após uma cirurgia recente. E a Classificatória foi a primeira oportunidade de passar o recado, que Manuel Lettenbichler entendeu de primeira. O alemão não errou em nenhum momento e foi o mais rápido, abrindo cerca de um minuto de vantagem à frente de Blasuziak. Jonny Walker qualificou em terceiro, seguido de Alfredo Gomez, Billy Bolt e Graham Jarvis, respectivamente. Apenas 20 pilotos classificaram para a final.

De tarde, durante a Prova Principal, o que o público pode ver foi uma verdadeira aula de pilotagem de Lettenbichler. O piloto de 21 anos não economizou energia e faturou o título - mas antes precisou superar Taddy Blasuziak, depois de uma briga de gato e rato nos 30 minutos finais. "Vencer em casa é incrível, mas ganhar o campeonato é inacreditável. Meu plano para hoje era largar bem e tentar controlar a prova da ponta. Estava um pouco nervoso de manhã, mas felizmente deu tudo certo. E sinceramente, a tarde fiquei exausto, não sabia mais de onde tirar forças. Quando o Blasuziak me passou, sabia que precisava respirar fundo e continuar. Felizmente, consegui passar no final", contou Lettenbichler.


Taddy Blasuziak

Blasuziak chegou perto da vitória, mas uma queda interrompeu o ritmo do piloto e da moto que demorou para dar partida de novo. Outro piloto que capitalizou em cima do incidente foi Alfredo Gomez que pulou para a vice-liderança da prova e também do campeonato. "Sinto um pouco por Blasuziak, mas eu também estraguei a moto na segunda volta e fiquei em desvantagem o resto da prova. Cai algumas vezes e acho que o percurso foi duro para todo mundo - não só para o físico, também pelo terreno, bastante técnico. Não tinha tempo de descanso entre uma seção e outra. O fato de que todos estão pilotando no limite, também dificulta ainda mais", explicou Gomez.   

O terceiro posto do pódio teve gostinho de vitória escapando pelos dedos para o polonês. "Aproveitei a corrida e dei tudo mim, apenas para perder no final. Sei que faz parte do esporte, mas parece que sou mais azarado que os outros. Estou satisfeito com meu desempenho - a prova foi cheia de altos e baixos, mas alcançar o Mani (Lettenbichler) e pegar a liderança foi fantástico. Estava me esforçando bastante porque sabia que era o que precisava para terminar o campeonato em segundo, mas não deu certo. No fim, tenho que me orgulhar: não desisti em nenhum momento esse ano e isso é o que importa", declarou Blasuziak. 


Billy Bolt

Uma das icógnitas da prova era Billy Bolt, retornando às competições depois de um período afastado. O inglês optou por uma prova cautelosa, mas ainda assim competitiva e encerrou com o quarto lugar seguido de Pol Tarres. "Fui firme e me concentrei em não me machucar ou estragar a moto. Deu certo e estou muito feliz. Quarto é um bom resultado, mas seria legal terminar o ano com pódio. O plano agora é voltar 100% para a próxima temporada", disse Bolt. 

"Estou desapontado em não terminar com o vice" é a frase que define a prova de Jonny Walker. O piloto da KTM chegou para brigar pelo título e cruzou a linha de chegada longe do pódio. "De manhã, fiz uma boa classificatória. Apenas me mantive consistente e tentei preservar energia. De tarde, tentei o meu melhor, mas não foi nem perto do que era preciso. Se agora, eu voltasse para o início do ano, e me oferecessem o terceiro geral, aceitaria! Sofri o ano inteiro e tem muitas coisas que preciso trabalhar. O objetivo é no próximo ano atacar desde início da temporada", concluiu o inglês, sexto colocado no GetzenRodeo e quarto geral.


Graham Jarvis

Também não foi o melhor resultado para Graham Jarvis, que já venceu a prova três vezes e nesta edição encerrou em sétimo. "Não foi um dia ruim e eu pilotei bem. Apenas fiquei cansado e não consegui forçar o tanto que gostaria. É sempre muito difícil e uma prova muito técnica, isso não muda. A chuva do dia anterior pode ter dificultado, mas a verdade é que não acompanhei os outros pilotos hoje. No geral, foi um ano bom para mim. Em especial, com a vitória no Ezbergrodeo", avaliou Jarvis - que pelo WESS finaliza o ano em quinto.

Os pilotos que completaram o top 10 foram Mario Roman, Eddie Karlsson e Ib Anderson, nesta ordem.

Vídeo



Resultados – World Enduro Super Series - 8ª etapa
1. Manuel Lettenbichler (KTM – GER) 10 voltas - 1:52:29.720
2. Alfredo Gomez (Husqvarna – ESP) 10 voltas - 2:01:32.662
3. Taddy Blazusiak (KTM – POL) 9 voltas - 1:35:24.393
4. Billy Bolt (Husqvarna – GB) 8 voltas - 1:40:49.789
5. Pol Tarres (Husqvarna – ESP) 7 voltas - 1:36:36.490
6. Jonny Walker (KTM – GB) 7 voltas - 1:38:07.331
7. Graham Jarvis (Husqvarna – GB) 7 voltas - 1:46:21.162
8. Mario Roman (Sherco – ESP) 6 voltas - 1:45:55.845
9. Eddie Karlsson (Sherco – SWE) 5 voltas - 1:36:54.766
10. Ib Anderson (Gas Gas – NOR) 4 voltas - 1:46:32.079


Pódio do GetzenRodeo com Alfredo Gomez, Manuel Lettenbichler e Jonny Walker

Resultado Final - World Enduro Super Series 2019
1. Manuel Lettenbichler (KTM – GER) 6110 pts;
2. Alfredo Gomez (Husqvarna – ESP) 4884 pts;
3. Jonny Walker (KTM – GB) 4810 pts;
4. Taddy Blazusiak (KTM – POL) 4620 pts;
5. Graham Jarvis (Husqvarna – GB) 4450 pts;
6. Josep Garcia (KTM – ESP) 4165 pts;
7. Nathan Watson (KTM – GB) 4136 pts;
8. Mario Roman (Sherco – ESP) 3560 pts;
9. Billy Bolt (Husqvarna – GB) 3415 pts;
10. Pol Tarres (Husqvarna – ESP) 3130 pts

Imagens Relacionadas:
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-





© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet