X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

HEBS 2019 - King OFF the Jungle - Poços de Caldas - MG
Publicado em: 23/10/2019

Evento em Poços de Caldas encerrou o Hard Enduro Brasil Series 2019
Redação MotoX.com.br - Fotos: The X Rider


Rigor Rico e Crispy Arriegada

A temporada 2019 do HEBS Rinaldi chegou ao fim em Poços de Caldas (MG) no último final de semana, dias 19 e 20 de outubro. O prólogo aconteceu no Estádio Municipal Doutor Ronaldo Junqueira e, no dia seguinte, a competição partiu para as trilhas em direção a Águas da Prata (SP). 

Em um formato parecido com a etapa de Morungaba (SP), duplas disputaram, lado a lado, cada obstáculo no Prólogo. Muitos duelos foram definidos apenas no último obstáculo e inclusive o público viu pilotos com motos nacionais de baixa cilindrada vencendo adversários com motos importadas.

Outro ponto alto do dia, ficou por conta das disputas entre Rigor Rico, da equipe Beta Brasil Team Rinaldi, e Crispy Arriegada, da equipe Orange BH. O argentino, piloto de Enduro FIM, chegou a liderar, mas viu Rigor assumir a ponta na primeira volta em um total de quatro. O mineiro abriu alguns segundos, mas no final o argentino encostou e não largou o osso. 


Disputas apertadas marcaram o Prólogo no sábado

"Foram duas disputas, uma com Tiaguinho e outra com o Crispy. O Tiaguinho saiu na minha frente e no final da reta tentei dar o "X" nele e não consegui, mas logo depois cortei ele e minha linha estava muito boa na sequência de troncos. Então foi concentrar para não errar. A final foi bem legal. Foram quatro voltas e eu já tinha corrido contra o Crispy. Ele era mais rápido nas curvas e eu, nos obstáculos. Ele largou na frente, mas mantive a calma e no matrix consegui ultrapassar ele. Depois tentei abrir uma vantagem e na última volta foi só concentrar para não errar," explicou Rigor.

Outra disputa que levantou o público foi entre o gaúcho Tiago Mergener e Ripi Galileu. Tiaguinho levou a melhor e apresentou um estilo agressivo ao passar os obstáculos. "O prólogo surpreendeu mais uma vez e levantou o público. Além disso, foi muito competitivo. Fiquei muito contente em finalizar na terceira posição. Estou treinando cada vez mais para melhorar minha técnica no prólogo," contou Tiago Mergener.

Domingo


 

Para o dia seguinte, os organizadores do King OFF the Jungle 2019 prepararam uma sequência de trilhas ao entorno de toda a cidade. Os pilotos da Gold andaram cerca de 90 quilômetros no topo de uma cadeia de montanhas. "O King foi top. Trilhas sem fim e o roteiro foi show! Na minha opinião, o melhor de todos que já fiz até agora," enfatizou Rodrigo Zuccon, piloto e organizador do Hard in Help.

Mesmo com o título já garantido com uma etapa de antecedência, Rigor Rico optou por não desacelerar. Novamente, repetiu o duelo contra Crispy Arriegada - não fosse um erro de navegação, que resultou em penalizações, o argentino poderia completar a prova com um bom resultado. Mas o recado de Arriegada está dado: no próximo ano, pode brigar pelo título do HEBS 2020.  


Ripi Galileu

"Na primeira parte, abri uma vantagem de uns seis minutos, que me deram uma tranquilidade. Depois as últimas duas partes, eram trilhas mais rápidas e tive um problema com a pedaleira da moto. Me atrapalhou um pouco. No final do deslocamento o Crispy me alcançou e estranhei um pouco. Como era zona de radar, já imaginei que ele tinha estourado o limite. Ele me cortou em um trecho de alta e fez muita poeira, como sabia que ainda tinha uma vantagem, tentei manter a diferença. No final cheguei uns 15 segundos atrás e infelizmente com algumas penalizações, o Crispy ficou com resultado prejudicado", conta Rigor Rico, primeiro colocado do dia e campeão do HEBS.

Apesar da vantagem de Tiago Mergener, com o vice-campeonato em aberto Thiago Lume e Ripi Galileu também entraram na briga. Bem-sucedido, Tiaguinho concluiu em segundo, ficando assim com o vice na Gold, principal categoria.

"A corrida foi um pouco diferente do que estou acostumado. Foram trilhas bem andadas, como um enduro FIM. Tinham muitos trechos de alta e só treinei no travado, porque as etapas do HEBS foram sempre mais travadas. Vi que preciso treinar mais a velocidade. No entanto, foi uma das etapas mais bem organizadas e com trilhas maravilhosas. Fiquei muito feliz em fechar com o vice campeonato. Estou ansioso para o ano que vem,"  concluiu Mergener.

Novidade


Romeu Junior foi um dos participantes da Big Trail

Com a proposta de fazer um Hard Enduro Rally, o King 2019 teve novos desafios, tanto para organizadores, como para pilotos. Portanto, tudo foi muito bem planejado e ao final poucos foram os erros. Ao todo, foram 90 km de trilhas para categoria Gold e Silver, 68 km para Bronze e Nacional e 60 km para Iron. A etapa também fechou com um recorde de 102 inscritos em todas as categorias.

Além das competições, o HEBS abriu as portas para os fãs verem de perto o que é uma prova de enduro. Com a opção de acompanhar a etapa por lugares acessíveis apenas de moto e passando por lindas paisagens, a estreia da categoria Big Trail foi um sucesso na opinião dos participantes.

"Foi um "big" domingo com as Big Trails. Fizemos um passeio com vários graus de dificuldade e bem adaptados para nossas motos. Os guias foram fantásticos e os pilotos participantes tornaram-se novos amigos. Desfrutamos de lindas paisagens e de muitas emoções," contou Alexandre Campos, de Campinas.

O HEBS Rinaldi tem patrocínio de Rinaldi Pneus, BMS Racing, Jarva Racing, 3R Motos e Bikes, Agência Calango, Moto Arts, JDR e Putoline. Apoio, Prefeitura de Poços de Caldas.


Crispy Arriegada, Rigor Rico e Tiago Mergener


Classificação após a 6ª Etapa

Gold
1. Rigor Rico
2. Tiago Mergener
3. Ripi Galileu

Silver
1. Marco Tulio
2. Luis Brunatto
3. Willians Kauffman

Bronze
1. Eduardo Furtado
2. Lucas Torres
3. Fábio de Pontes

Nacional
1. Rodrigo Lima
2. Eduardo Mourão
3. Diego Dias

Iron
1. Carlos Alberto
2. Douglas Braz
3. Evandro Souza







© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet