X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

World Enduro Super Series 2019 - Hawkstone Park Cross Country - 6ª etapa
Publicado em: 24/09/2019

Com estratégia ousada, Nathan Watson venceu. Manuel Lettenbichler segue na ponta do WESS. 
Redação MotoX.com.br - Fotos: Future7Media


Nathan Watson

A sexta etapa do World Enduro Super Series aterrissou na Inglaterra neste último final de semana. Mais especificamente, no histórico parque de Hawkstone, um circuito em Shrosphire. O evento contou com dois dias de prova no mais puro estilo cross country: ou seja, velocidade contou muito mais que a técnica para subir barrancos, o que predomina em boa parte das outras provas da série.

No sábado (21), foram as classificatórias para definir a ordem de largada no dia seguinte. O tempo bom ajudou os pilotos, que não enfrentaram barro e encontraram um circuito em boas condições. Com foco em vencer definido desde o inicio, Nathan Watson completou as qualificatórias em primeiro, cerca de nove segundos à frente de Josep Garcia, campeão 2018 do evento.


Spoiler: deu KTM no top 5. 

Sem chuvas no domingo, os competidores encontraram um circuito seco e maltratado pelas provas do dia anterior e do período da manhã: ou seja, um cross-country dificil e fisicamente exigente. Largando com a pole position, Nathan Watson chegou a se atrapalhar no início, mas conseguiu recuperar e pode construir um desempenho estável, com margem de segurança em relação aos demais. O inglês ficou em casa, com a pista arenosa e técnica, cruzando a linha de chegada após 14 voltas e com quase três minutos de vantagem em relação a Manuel Lettenbichler. O segredo de Nathan Watson para ganhar tempo foi pular um dos postos de abastecimento durante o percurso. Vale mencionar também que Watson tem um background no motocross, o que facilita a vida do piloto em provas como o Cross Country.

"Senti muita pressão, porque parecia que todos esperavam que eu ganhasse. E também, ano passado fui o segundo. Então estou com motivação de sobra!", comemorou Watson. "Venci o sprint enduro no sábado, o que me ajudou a ganhar confinaça, mas hoje larguei mal - arrisquei ligar a moto no pedal e não deu certo, perdi tempo. Fiz passagens agressivas logo e consegui voltar para a ponta. A partir daí, me senti confortável. A moto estava ótima, eu estava bem e consegui controlar o ritmo", completou.


Manuel Lettenbichler

Correndo de maneira segura, Lettenbichler focou em conquistar pontos para a classificação geral World Enduro Super Series 2019, em que é o líder. "Cheguei aqui sem expectativas, o plano era conquistar pontos para o campeonato. Só pensei em me sair melhor do que ano passado e terminar entre os cinco primeiros. Consegui uma boa largada, e então toda corrida foi boa pra mim. Inclusive, me surpreendi. Estou mais confiante para a prova na Espanha. Sempre dou meu melhor, mas agora quero ampliar minha vantagem!", afirmou Lettenbichler.


Jonny Walker

A terceira colocação ficou para Jonny Walker. O piloto chegou a liderar a prova na primeira volta, mas optou por uma tocada menos agressiva. "É ótimo finalizar com pódio em casa. Comecei bem e cheguei na ponta rápido, ainda na primeira volta. Isso fez a diferença, porque tive uma visão limpa do circuito e me ajudou a encontrar as melhores linhas. Depois disso ajustei o ritmo e corri de forma mais cuidadosa. Agora temos duas semanas de descanso e preparação, quero pódio na Espanha também", disse Walker.


Josep Garcia

Entre trancos e barrancos, literalmente, o top 5 do evento foi todo dominado pelo laranja da KTM. Taddy Blazusiak foi quarto, seguido de Josep Garcia, quinto. "No geral, foi um final de semana complicado para mim. Faz apenas dez dias que passei por uma operação. No sábado, não senti desconforto, mas no domingo tudo deu errado. De manhã minha moto não ligou e tive que começar da última posição. Fiquei agitado e quis recuperar tempo de qualquer forma! Resultado: cai no mínimo umas dez vezes nas duas primeiras voltas. Então, os líderes ganharam distância e quando cheguei ao quinto posto não tinha mais o que recuperar. Foi uma corrida para aprender e também para esquecer", avaliou Garcia.


Alfredo Gomez

Quem quebrou o domínio da KTM foi Alex Snow com sua Gas Gas, em sexto. Will Hoare foi o sétimo, à frente de Alfredo Gomez e Graham Jarvis, ambos da Husqvarna. Suff Sella completou o top 10.

A dupla da Husqvarna apesar do resultado mais tímido, segue estável na ponta do campeonato. Jarvis é o vice-líder, à frente de Gomez. "Eu tentei meu melhor hoje, mas cai algumas vezes e isso me atrapalhou. A pista estava tão dura e foi muito desafiador correr por mais de duas horas. No geral, estou feliz com meu resultado - fiquei em oitavo e ganhei pontos para o campeonato", concluiu Gomez. 

O World Enduro Super Series parte agora para a Espanha. A sétima etapa será o BR2 Enduro Solsona, entre 04 e 06 de outubro, no formato do Enduro Tradicional. A final acontece no dia 2 de Novembro com o Getzenrodeo, prova de Hard Enduro na Alemanha.

Vídeos






Resultados

Classificatórias - Fast Eddy Enduro Sprint 
1. Nathan Watson (KTM), 27:19.127
2. Josep García (KTM), 27:28.172
3. Alex Snow (GasGas), 27:59.315
4. Romi Kytonen (Husqvarna), 27:59.469
5. Jonny Walker (KTM), 28:19.298

Cross-Country Hawkstone Park
1. Nathan Watson (KTM) 2:30:41.111;
2. Manuel Lettenbichler (KTM), 2:33:19.480;
3. Jonny Walker (KTM), 2:35:51.529; 
4. Taddy Blazusiak (KTM), 2:36:36.306; 
5. Josep García (KTM), 2:39:09.380;
6. Alex Snow (Gas Gas) 2:40:25.430;
7. Will Hoare (KTM) 2:42:21.589;
8. Alfredo Gomez (Husqvarna) 2:32:03.308;
9. Graham Jarvis (Husqvarna) 2:33:22.425;
10. Suff Sella (KTM - ISR) 2:34:13.143

Classificação geral - World Enduro Super Series 2019
1. Manuel Lettenbichler (KTM), 4.420 points
2. Graham Jarvis (Husqvarna), 3.920 p.
3. Alfredo Gómez (Husqvarna), 3.654 p.
4. Jonny Walker (KTM), 3.470 p.
5. Taddy Blazusiak (KTM), 3.280 p.
6. Josep García (KTM), 3.165 p.
7. Mario Román (Sherco) 3.070 p.
8. Nathan Watson (KTM), 3.031 p.
9. Billy Bolt (Husqvarna), 2.725 p.
10. Pol Tarrés (Husqvarna), 2.270 p.













© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet