X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Enduro FIM Xperience da Mulher 2018 - Ribeirão Pires - SP
Publicado em: 12/03/2018

Evento na Estância Turística de Ribeirão Pires (SP) contou com a participação de 71 pilotos de diversas regiões do país
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Maurício Arruda

Bárbara Neves vence 4ª edição do Enduro FIM Xperience da Mulher


Prova contou com a participação de 71 competidoras de diversas regiões do país

Neste domingo (11), a Estância Turística de Ribeirão Pires (SP) recebeu a prova mais charmosa do motociclismo brasileiro. Com a participação de 71 pilotos de diversas regiões do país, o Enduro FIM Xperience da Mulher 2018 foi um grande sucesso. As equipes compareceram em peso e contaram com a ótima infraestrutura do Complexo Ayrton Senna como base da quarta edição do evento, de onde as motos partiram para as trilhas às 10h da manhã. Atual campeã brasileira da modalidade, a goiana Bárbara Neves conquistou pela primeira vez a vitória na Geral da competição, entre todas as classes.

+ Galeria de Imagens com mais fotos da prova

No sábado, um desfile das pilotos com as motos pelas ruas da cidade abriu as atividades do evento chamando a atenção do público. O passeio fez parte das homenagens ao Dia Internacional da Mulher em Ribeirão Pires. No domingo, além da competição, as apresentações cheias de manobras radicais da equipe Meninas do Grau Moto Show fizeram parte das atrações.


Bárbara Neves

Pilotando uma Honda CRF230F, Bárbara cumpriu os trechos cronometrados das três primeiras voltas - obrigatórias para todas as competidoras - em pouco menos de 25 minutos. As principais categorias ainda cumpriram mais uma volta, totalizando quatro, quando a campeã confirmou também a vitória na categoria Pro Nacional com o tempo de 36 minutos e 59 segundos. Tainá Aguiar e Marcely Cazadini foram as rivais mais próximas da vencedora na principal classe para motos de fabricação nacional, terminando em segundo e terceiro, respectivamente.


Janaína Souza

Bárbara, de apenas 17 anos, começou na modalidade através da EFX da Mulher. "Foi a primeira prova de enduro que participei na vida, onde conheci e fiz minha estreia na modalidade. É um evento muito legal, que incentiva as mulheres a participarem do esporte. Disputei todas as edições, foi a prova que me levou a competir no Campeonato Brasileiro e pretendo continuar disputando todas as edições", disse a atual campeã nacional. "A corrida não foi fácil, alguns trechos na mata estavam bem escorregadios e o nível técnico das meninas muito alto. Chegamos nas competidoras iniciantes a partir da segunda volta e ficou ainda mais difícil, foi muito disputado até o final. Estou feliz em ter conquistado a primeira posição", completou a jovem piloto.


Lucianna Timm

Soberana entre as atletas da clase Pro Importada, Janaína Souza chegou a mais um título do EFX da Mulher, ladeada no pódio por Lilian Chagas e Silvania Almeida, segunda e terceira colocadas. "É o quarto ano competindo e o quarto ano vencendo, estou muito feliz com esta vitória. Fico feliz também em ver todas estas mulheres reunidas, muitas amigas de outros estados que só vejo aqui", destacou a experiente piloto que completou as quatro voltas pelo trajeto em 36 minutos e 53 segundos. "A prova foi muito bacana, choveu durante a semana, mas Ribeirão Pires já costuma ter trilhas lisas e o Fabião (Simões) fez uma prova pensando em todas as meninas, de todas as categorias, para que todas completassem. As categorias principais fizeram quatro voltas e as outras fizeram três. Foi espetacular, parabéns a organização, parabéns a todas as pilotos e que venha a próxima edição", completou Jana.  


Alessandra Bissi

Uma das mais disputadas, a classe Over 30 foi liderada por Lucianna Timm. "Tive um bom desempenho vencendo na minha categoria. Foi uma prova bastante técnica, com muitos troncos e raízes, especiais bem fechadas, um nível de dificuldade de médio a alto. A EFX da Mulher é um grande incentivo a participação feminina no enduro".


Diankarla Damasceno

Timm também comemorou o sucesso da equipe Kapangas, fundada por ela, que conquistou a vitória na disputa por Equipes. "Estou muito orgulhosa. É uma equipe que está incentivando a participação de várias meninas, inclusive algumas de 12, 13 anos, contribuindo pra renovação do esporte", destacou.


Valeika Carminati

A equipe Minas Rímel, que subiu ao pódio na segunda colocação, foi formada por atletas de dois estados, conforme explica a piloto Jeane Magalhães. "Juntamos equipes de Minas Gerais e do Espírito Santo. São 17 meninas na equipe, de todos os lugares de Minas, e mais três do Espírito Santo. Andamos muito pra chegar aqui, tinhamos que prestigiar o Fabião que muito incentiva a categoria feminina, sempre acompanhamos e ano que vem estaremos de volta, acredito que com uma equipe ainda maior".


Nádia Pinho

Atleta de ponta da categoria feminina no motocross nacional, Marcely Cazadini fez sua estreia no enduro. "Esse ano entrei na equipe Moto Litoral, que é uma equipe capixaba de enduro, e está sendo uma experiência nova pra mim, em nunca tinha andado em uma 230 na trilha, no enduro, então é tudo novo", disse a terceira colocada na categoria Nacional Pro. "Fiquei feliz com o meu resultado. Tive algumas dificuldades, alguns erros, as meninas andam muito, mas acho que com bastante treino consigo melhorar", completou a atleta que planeja continuar competindo nas duas modalidades.


Karla Kiyomura

O EFX da Mulher 2018 também consagrou campeãs as pilotos: Alessandra Bissi, na categoria Over 40, Diankarla Damasceno, na Over 50, Valeika Carminati, na Novatas Importadas, Nádia Pinho, na Novatas Nacional acima de 151cc, e Karla Kiyomura, na Novatas Nacional até 150cc.


Fábio Simões

Idealizador e organizador do Enduro FIM Xperience da Mulher, Fábio Simões, do Adrenatrilha Trail Club, avaliou a edição 2018. "Foi um sucesso. As meninas a cada ano vêm gostando mais e melhorando a pilotagem. Nas trilhas tivemos um single track de 2 quilômetros e elas cumpriram muito bem, o que mostra que todos esses anos que temos realizado a EFX da Mulher elas têm evoluído a pilotagem e isso é muito bom", destacou. "Agora esperamos novamente todas essas mulheres andando nas trilhas em 2019, provavelmente novamente aqui em Ribeirão Pires, uma cidade que nos recebeu muito bem, abraçou o evento e nos proporcionou uma ótima infraestrutura", completou Fabião.


Pódio das Equipes no Enduro FIM Xperience da Mulher 2018

No mês que vem, Ribeirão Pires estará novamente no roteiro do enduro nacional com a estreia da Copa EFX Brasil 2018. A primeira etapa da competição está programada para o dia 8 de abril, com o Complexo Ayrton Senna mais uma vez servindo de base para as equipes.

+ Galeria de Imagens com mais fotos da prova

Resultado Geral (3 voltas)
1. 8 Bárbara Neves Gonzaga, 0:24:54,05
2. 3 Janaina Souza, 0:25:10,04
3. 5 Tainá Aguiar, 0:26:22,04
4. 10 Marcely Lobato Cazadini, 0:28:08,05
5. 7 Livia Batistine Friço, 0:29:19,07
6. 6 Jéssica Sâmia, 0:30:36,06
7. 1 Silvania Medeiros Almeida, 0:31:48,05
8. 4 Lilian Chagas, 0:32:32,02
9. 19 Lucianna Timm Tripaseca, 0:34:06,01
10. 18 Tatiane Szczerepa, 0:35:14,07

Resultados por categorias
PRO IMPORTADA
(4 voltas)
1. 3 Janaina Souza, 0:36:53.49
2. 4 Lilian Chagas, 0:47:22.12
3. 1 Silvania Medeiros Almeida, 0:47:49.62
4. 2 Leticia Marreiro de Oliveira, 5:44:00.00
5. 59 Mariana Machado, 6:00:00.00

PRO NACIONAL (4 voltas)
1. 8 Bárbara Neves Gonzaga, 0:36:59.28
2. 5 Tainá Aguiar, 0:39:51.46
3. 10 Marcely Lobato Cazadini, 0:41:40.54
4. 7 Livia Batistine Friço, 0:43:59.81
5. 6 Jéssica Sâmia, 0:44:23.88

OVER30 (3 voltas)
1. 19 Lucianna Timm Tripaseca, 0:34:06.08
2. 18 Tatiane Szczerepa, 0:35:14.71
3. 13 Aline Gorgulho, 0:37:40.06
4. 12 Jeane Magalhães, 0:41:09.93
5. 23 Karla Marques dos Santos, 0:43:32.18

OVER40 (3 voltas)
1. 26 Alessandra dos Santos Bissi, 0:53:51.22
2. 34 Susette Alves da Silva, 0:55:14.29
3. 28 Simone Domene de Campos, 1:00:16.04
4. 29 Claudia Casarotto Domene, 1:00:22.01
5. 27 Carla Pires Gonçalves, 1:10:45.03

OVER50 (3 voltas)
1. 35 Diankarla de Freitas Damasceno, 1:17:05.95
2. 36 Suzane Carvalho, 2:02:11.65
3. 38 Adriana Santos, 3:40:00.00
4. 37 Wanilda Motta da Costa, 4:12:00.00

NOV IMPORT (3 voltas)
1. 39 Valeika Carminati, 0:43:37.58
2. 41 Josiane Silva Freitas, 1:06:26.42
3. 42 Beatriz Fernandes Machado, 3:25:04.52
4. 40 Renata Lopes Mendes Mazoni, 3:51:28.83

NOV NAC >151cc (3 voltas)
1. 43 Nadia Aguiar de Pinho, 0:48:48.02
2. 56 Daniela Rocha, 0:54:55.97
3. 51 Alana Pereira Feliciano, 0:55:51.26
4. 45 Naiara Maria da Silva, 0:58:47.65
5. 52 Bruna de Souza Soares, 0:59:59.43

NOV MOTOS ATE150 (3 voltas)
1. 62 Karla Kiyomura, 0:42:13.37
2. 66 Alexia Vardanega, 0:52:06.99
3. 69 Francini Leandro Lima, 1:05:31.03
4. 63 Ana Karoline de Souza Ribeiro, 1:14:32.20
5. 67 Júlia Roberta de Oliveira, 1:19:14.53

Resultado por Equipes

1. KAPANGAS 1:46:14,03
Lucianna Timm Tripaseca
Tatiane Szczerepa
Janaina Souza

2. MINAS RIMEL 2:02:41,09
Tainá Aguiar
Jeane Magalhães
Marcely Lobato Cazadini

3. Pantheras da Cuesta 2:37:15,06

Raquel Matos
Daniela Rocha
Alana Pereira Feliciano

4. GATAS DE BOTAS 2:54:13,05
Elaine Muniz dos Santos
Marilucia Alves Muniz
Bruna de Souza Soares

5. EQP 3:00:49,01
Alexia Vardanega
Susette Alves da Silva
Juliana Menezes de Souza

Resultados Completos para Download (PDF)

Resultado Geral
Resultado por Categorias
Resultado por Equipes



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet