X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Notícias > Últimas Notícias

Mudanças na KTM: Jorge Prado e Glenn Coldenhoff trocam de equipes
Publicado em: 25/01/2018

Confirmada a mudança de Jorge Prado para a De Carli KTM. Glenn Coldenhoff vai para o time MX2 Factory
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Foto: Reprodução Instagram


Com a mudança, Jorge Prado deixa os equipamentos Alpinestars e passa a usar Answer e Sidi, os mesmos de Antonio Cairoli
Desde o final do ano passado a imprensa especializada internacional especulava sobre a possibilidade do espanhol Jorge Prado ser abrigado na estrutura da De Carli KTM, ao lado de Antonio Cairoli e não no time KTM MX2 Factory Racing, dirigido pelo holandês Dirk Gruebel. Durante esta semana a nova configuração dos times oficiais tornou-se pública, incluindo também a mudança de Glenn Coldenhoff.

+ MXGP: etapa da Suécia cancelada. Confira novo calendário 2018
+ Evgeny Bobryshev garante vaga no Mundial de Motocross 2018

Não oficialmente, a mudança de Prado ocorria pela exacerbada rivalidade com o atual campeão da classe MX2, Pauls Jonass. Ambos querem ser campeões e dividir os testes e os boxes com seu principal rival, sempre acaba rendendo alguns problemas no relacionamento entre os integrantes da equipe.

Já vimos isso acontecer ano passado quando Jeffrey Herlings subiu para a categoria MXGP. Em vez de ser abrigado pelo time responsável pelas 450cc (De Carli) sob a mesma tenda de Cairoli, o holandês continuou na estrutura da MX2.

Oficialmente a mudança se deve mais por fatores de linguagem e pelo desejo de Prado treinar e testar com Cairoli na Itália, mais próximo de sua família na Espanha. Para abrir espaço para o espanhol, a equipe De Carli mandou Glenn Coldenhoff para a estrutura holandesa. Para Coldenhoff também foi uma mudança conveniente, já que ele passa boa parte da temporada treinando com seu compatriota Herlings.

Assim a Red Bull KTM MX2 Factory Team, de Dirk Gruebel, corre em 2018 com dois pilotos na MXGP (Jeffrey Herlings e Glenn Coldenhoff) e apenas um na MX2 (Pauls Jonass). A Red Bull KTM MXGP Factory Team, de Claudio De Carli, corre com Antonio Cairoli na MXGP e Jorge Prado na MX2. 





Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet