X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Regional

Copa Paulista de Motocross - Riversul - SP - 5ª etapa
Publicado em: 08/12/2017

Decisão ponto a ponto movimentou categoria MX Open até a bandeirada
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luiz C. Garcia

João Marcos Pavan supera Humberto Machito Martin por um ponto na briga pelo título da classe principal


Riversul foi sede da Super Final com pontuação dobrada

A Copa Paulista de Motocross fechou a temporada 2017 com a Super Final em Riversul, nos dias 2 e 3. Logo na entrada da cidade, em local privilegiado, a pista que sediou a competição foi muito bem elaborada proporcionando ótimas disputas.

+ Veja mais fotos na galeria de imagens da prova

Como já é tradicão nas competições organizadas pela SMS Cross, a decisão contou com pontuação dobrada deixando em aberto os títulos em todas as categorias. Melhor para o venezuelano Humberto "Machito" Martin que venceu as principais baterias e somou muitos pontos. Machito ficou com o título da MX Pró, mas apesar de também faturar a MX Open ficou a um ponto do campeão João Marcos Pavan. O gringo ainda venceu a categoria MX3, onde não brigava pelo troféu que foi conquistado por Marcelo "Buri" Moraes. Nas corridas para motos nacionais, apesar de Gabriel Montagner vencer as duas principais baterias, da MXN1 e da MXN Open, os títulos ficaram com Gabriel Sanciane.


Humberto Machito Martin

As provas começaram com a MX3 já mostando aos pilotos que o Sol forte e o calor seriam predominantes durante o evento. Porém, isso não foi um problema para Machito que largou na frente e dominou a bateria de ponta a ponta. Com o líder disparado, as emoções ficaram pela disputa do segundo lugar entre Rodrigo Guedes e Marcelo Buri, valendo o título de campeão da categoria. Guedes andou em boa parte da prova na vice-liderança e somente no finalzinho da prova, aproveitando a única brecha que teve, Buri conseguiu superar o rival. Ele ainda precisou suportar a pressão até o final para comemorar. Giuliano Barbosa começou a prova também na disputa pela segunda posição, mas foi ficando para trás e se estabeleceu no quarto lugar. Robson dos Santos terminou em quinto.
 

Ana Letícia Wafte

Os pequenos pilotos das categorias MX 50cc e MX 65cc entraram em ação logo em seguida. A bateria foi dominada pela paranaense Ana Letícia Wafte que demonstrou ser uma forte candidata ao título do ano que vem. A segunda posição da 65cc ficou com Felipe Moraes que, aliado com sétimo lugar do seu adversário Iuri Carraro, garantiu o campeonato. Paulo Roberto terminou na terceira colocação, Davi Moreno na quarta e Gabriel Patriarca completou o pódio.


Paulo Roberto Santos

Pela 50cc a vitória ficou com Paulo Roberto Santos, mas César Santos, com a terceira colocação, somou dois pontos a mais na classificação final e festejou o título. Danilo Rossi terminou a prova em segundo, Luiz Prestes fechou em quarto e Raul Moreno em quinto.


Gabriel Montagner

A MXN1 teve as três primeiras posições definidas logo no começo: Gabriel Montagner assumiu a ponta abrindo uma boa diferença em relação ao segundo colocado Gabriel Sanciane e Marcelo Buri se firmou no terceiro posto. A disputa mais equilibrada foi pela quarta colocação. Após muitas trocas, Iago Carraro conseguiu se firmar no posto mesmo não tendo começado muito bem a bateria. Igor Horschurtz foi no embalo e terminou em quinto.


Giuliano Barbosa

Uma só bateria reuniu os pilotos das categorias MX5, MX6 e 2T. Giuliano Barbosa garantiu o título da 2T com a vitória na corrida. A segunda posição ficou com Alexandre de Oliveira e Nilson Teodoro terminou no terceiro lugar.


Luciano Panhozzi

Nas classes MX5 e MX6, Luciano Panhozzi foi o mais rápido e levou o título da MX5 terminando o ano com um ponto a mais que o segundo colocado Luiz Moura. Com a mesma posição na MX6, Luiz Moura sagrou-se campeão da categoria. Voltando às pistas após um longo tempo afastado, Valdir Bonoto fez um belíssimo terceiro lugar em ambas categorias. O pódio da MX5, ainda teve Edson Videira em quarto e Arizoli Barbosa em quinto.


Léo Souza

Humberto Machito conquistou a segunda vitória na MX Pro, apresentando um bom rendimento assim que o gate caiu. Wilgner "Guigão" Francisco tentou acompanhar o líder no começo, mas não restou outra opção a não ser se contentar com o segundo posto. Gabriel Montagner rapidamente ultrapassou Daniel Caputo definindo o terceiro e o quarto lugar. Léo Souza tentou esboçar um ataque nos concorrentes, mas sem êxito ficou tranquilo em quinto.


Rodrigo Guedes - 152

Léo Souza ainda venceu a bateria da categoria Junior, mas a segunda posição de Felipe Araújo foi o que ele precisava para conquistar o título da categoria terminando com dois pontos a mais que o adversário. Emanuel Dias terminou na terceira colocação seguido por Renato Wafte Neto e Frederico Oliveira.


Victor Mantovani

Rodrigo Guedes impôs um bom ritmo na MX4 assumindo a ponta logo na primeira volta. Para ser campeão da categoria, Giuliano Barbosa tinha que ficar próximo dele na classificação. E foi isso que ele fez: largando na terceira posição, Giuliano pressionou Josué Rodrigues até assumir o segundo posto para terminar com o título. Luciano Panhozzi, na parte final da prova, conseguiu a terceira colocação deixando Josué Rodrigues em quarto. Valdir Bonoto ficou com o quinto lugar.


Felipe Araújo


João Marcos Pavan
Na MXN Open, a torcida local tinha a expectativa de ver um piloto da casa se tornar campeão. Mas a terceira colocação de José "Pítio" Faustino não rendeu os pontos suficientes, pois a segunda posição fez Gabriel Sanciane superá-lo na disputa pelo troféu. A prova foi vencida por Gabriel Montagner. Marcelo Moraes tinha remotas chances de título e ficou em quarto, enquanto Iago Carraro fechou o pódio.

Mas a torcida de Riversul também teve motivos para comemorar com Pítio Faustino. Na MX Intermediária, o atleta local largou na ponta e, apesar de superado por Victor Mantovani, que venceu a prova, a segunda posição foi suficiente para Pítio fazer a festa do título com o público. Realizando uma prova constante, Leonardo Galdenzi terminou na terceira colocação. Em belíssima recuperação, Robson Santos saiu das últimas posições para ficar em quarto. Guilherme Baptistela foi o quinto colocado.

Felipe Araújo venceu a prova e levou o título da MXN2, o segundo do piloto na competição. Com muito esforço, Renato Wafte Neto terminou na segunda posição superando Erick Azevedo que ficou com o terceiro lugar após intensa disputa com Alex Alvarenga. Com bom rendimento, Odair de Paulo acabou com o quinto lugar.

Categoria principal do campeonato, a MX Open estava totalmente aberta com cinco pilotos brigando pelo título. A vitória na prova, até com certa tranquilidade, foi de Humberto Machito com Wilgner Guigão terminando em segundo. Após uma queda no começo da prova, Gabriel Montagner deixou a briga pelas primeiras posições e completou em sétimo. Daniel Caputo herdou a terceira colocação com Leonardo Souza logo em seguida. Um pouco mais atrás e fazendo uma corrida "cabeça", João Marcos Pavan manteve o quinto lugar e com isso foi o campeão da categoria com apenas um ponto a mais que Machito e dois a mais que Leonardo. Uma decisão super apertada que prendeu a atenção de todos até a bandeirada!
 

Pítio Faustino

Giselle Lima, diretora da SMS Cross, destacou a ótima recepção que o evento teve em Riversul e disse que espera voltar nos próximos anos. A promotora da competição agradeceu ao prefeito municipal, Guilherme Gomes, e ao vice, Marcos Roberto dos Santos, pelo empenho na realização do evento.


Gabriel Sanciane

"Também temos que agradecer as Fazendas Bergamini, Móveis Santa Rita, Mazza Auto Center, RB Materiais de Construção, Lino eletro Moveis, Osni Correa Agro Indústria de Açúcar Mascavo, Gordo Veículos, Adones Locução de Máquinas, Moto Mania e Pítio Motos pelo apoio nesta etapa", completou Giselle.


Luiz Moura

 A temporada 2017 da Copa Paulista de Motocross teve supervisão da FMESP (Federação de Motociclismo do Estado de São Paulo) e patrocínio de Valor Tecnologia de Ativos, Moura Motos, Solucard, Pastel Brasil, Derriçamaq, Intermotos, Dimen LED, R I Informática, MGM Telecom, Couto Motos, Ferraz Motos e Açai da Dri.

+ Veja mais fotos na galeria de imagens da prova


Marcelo Buri Moraes


Felipe Moraes


César Santos

Resultados

Pos MX Intermediária
1 100 Victor Mantovani
2 105 José "Pitio" Faustino
3 27 Leonardo Galdenzi
4 372 Robson Santos
5 7 Guilherme Baptistela
6 3 Alexandre Oliveira
7 156 Rafael Videira
8 18 Matheus Ramos
9 39 Luiz F. dos Santos
10 15 Luiz Moura
Pos MX Júnior
1 122 Leonardo Gioti Souza
2 161 Felipe Araújo
3 25 Emanuel Dias
4 202 Renato Wafte Neto
5 999 Frederico Oliveira
6 751 Juan Pablo Rocha
7 94 Edielly Silva
8 291 João Marcos Pavan
Pos MX 2T
1 144 Giuliano Barbosa
2 3 Alexandre de Oliveira
3 78 Nilson Teodoro
Pos MX3
1 101 Humberto "Machito" Martin
2 37 Marcelo "Buri" Moraes
3 152 Rodrigo Guedes
4 144 Giuliano Barbosa
5 372 Robson dos Santos
6 251 Luciano Panhozzi
7 39 Luiz F. dos Santos
8 3 Alexandre de Oliveira
9 156 Célio Miyhahira
10 90 Evalzinei "Nene" Mantovani
Pos MX4
1 152 Rodrigo Guedes
2 144 Giuliano Barbosa
3 251 Luciano Panhozzi
4 98 Josué Rodrigues
5 327 Valdir Bonoto
6 334 Rogério Azevedo
7 90 Evalzinei "Nene" Mantovani
8 156 Célio Miyhahira
9 15 Luiz Moura
Pos MX5
1 251 Luciano Panhozzi
2 15 Luiz Moura
3 327 Valdir Bonoto
4 157 Edson Videira
5 94 Arizoli Barbosa
6 334 Rogério Azevedo
Pos MX6
1 251 Luciano Panhozzi
2 15 Luiz Moura
3 327 Valdir Bonoto
Pos MX 50cc
1 84 Paulo Roberto P. Santos Jr.
2 11 Danilo Rossi
3 555 César Lima Santos
4 21 Luiz A. G. M. Prestes
5 8 Raul Moreno
Pos MX 65cc
1 113 Ana Letícia Watfe
2 337 Felipe Moraes
3 84 Paulo Roberto Santos Jr.
4 7 Davi Moreno
5 16 Gabriel Patriarca
6 11 João Paulo Franca Filho
7 17 Iuri Carraro
8 555 Cesar Santos
Pos MXN Open
1 303 Gabriel Montagner Silva
2 595 Gabriel Sanciane de Paulo
3 105 José "Pitio" Faustino
4 37 Marcelo Moraes
5 71 Iago Carraro
6 273 Alex Alvarenga
7 173 Elivaldo Paulino
8 94 Igor Horschurtz
9 70 Antony Cris dos Santos
10 596 Odair de Paulo
Pos MXN1
1 303 Gabriel Montagner Silva
2 595 Gabriel Sanciane de Paulo
3 37 Marcelo Moraes
4 71 Iago Carraro
5 94 Igor Horschurtz
6 322 Erick Azevedo
7 999 Frederico Oliveira
8 31 Julio Cesar de Souza
9 173 Elivaldo Paulino
10 596 Odair de Paulo
Pos MXN2
1 161 Felipe Araújo
2 202 Renato Wafte Neto
3 322 Erick Azevedo
4 273 Alex Alvarenga
5 596 Odair de Paulo
6 31 Douglas Dudly
7 46 Flaviano Oliveira
8 999 Frederico Oliveira
9 13 João Bosqueiro Neto
10 179 Maria Eduarda de Araújo
Pos MX Open
1 101 Humberto "Machito" Martin
2 545 Wilgner "Guigão" Francisco
3 19 Daniel Caputo
4 122 Leonarto Gioti de Souza
5 15 João Marcos Pavan
6 7 Guilherme Baptistella
7 303 Gabriel Montagner
8 100 Victor Mantovani
9 152 Rodrigo Guedes
10 322 Erick Azevedo
Pos MX Pro
1 101 Humberto "Machito" Martin
2 545 Wilgner "Guigão" Francisco
3 303 Gabriel Montagner
4 19 Daniel Caputo
5 122 Leonardo Gioti de Souza
6 15 Luiz Moura
7 152 Rodrigo Guedes
8 100 Victor Mantovani
9 999 Frederico de Oliveira
10 39 Luiz Fernando dos Santos

Classificação final da Copa Paulista de Motocross 2017


Pos MX Open Pts
291 João Marcos Pavan 61
101 Humberto Machito 60
122 Leonardo Gabriel Giotti De Souza 59
19 Daniel Caputo 48
545 Wilger Francisco 34
Pos MX Pro Pts
101 Humberto Machito 60
19 Daniel Caputo 47
303 Gabriel Montagner 45
122 Leonardo Gabriel Giotti De Souza 44
291 João Marco Pavan 42
Pos MX3 Pts
37 Marcelo Moraes 76
152 Rodrigo Guedes 65
144 Giuliano Barboza 52
101 Humberto Machito 40
91 Divanei Silva 19
Pos MX4 Pts
144 Giuliano Barboza 82
152 Rodrigo Guedes 77
251 Luciano Panhozi 36
69 Valdecir De Oliveira 20
234 Aristeu Gonçalves 19
Pos MX5 Pts
251 Luciano Panhozi 80
327 Luiz Moura 79
327 Valdir Bonoto 39
232 Alcir Brito 37
334 Rogerio Azevedo 32
Pos MX6 Pts
15 Luiz Moura 88
251 Luciano Panhozi 80
327 Valdir Bonoto 42
232 Alcir Brito 37
16 Claudinei Palazio 28
Pos MX Intermediária Pts
105 Pitio Faustino 88
27 Leonardo Galdenzi 56
7 Guilherme Baptistella 44
100 Victor Mantovani 40
144 Giuliano Barboza 17
Pos MXJR Pts
161 Felipe Araujo 79
122 Leonardo Gioti Souza 77
291 João Marco Pavan 54
999 Frederico Da Silva Oliveira 29
14 Emanoel Dias 28
Pos MXN Open Pts
595 Gabriel Sanciane De Paulo 88
105 Pitio Faustino 82
303 Gabriel Montagner 60
37 Marcelo Moraes 58
71 Yago Carraro 24
Pos MXN1 Pts
595 Gabriel Sanciane De Paulo 94
37 Marcelo Moraes 79
303 Gabriel Montagner 57
71 Yago Carraro 49
25 Lincon Prado 14
Pos MXN2 Pts
161 Felipe Araujo 88
38 Neto Ortega 31
322 Erick Azevedo 28
273 Alex Alvarenga 28
14 Fernando De Campos 28
Pos MX 65cc Pts
337 Felipe Moraes 79
17 Yuri Carraro 64
113 Aninha Watfe 60
84 Paulo Roberto 53
7 David Loiola Moreno 22
Pos MX 50cc Pts
555 Cesar Santos 76
84 Paulo Roberto 74
21 Luiz Afonso 42
11 Miguel Oliveira 25
5 Joao Ferreira 20
Pos MX 2T Pts
144 Giuliano Barboza 97
3 Alexandre Oliveira 56
93 Eduardo Oliveira 36
78 Nilson Aparecido Teodoro 28
327 Valdir Bonoto 17





Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet