fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Internacional

Hawkstone Park Internacional MX 2017 - Inglaterra
Publicado em: 08/02/2017

Max Nagl é o destaque da categoria principal na prova britânica. Pauls Jonass domina a MX2
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Ray Archer / Husqvarna / Suzuki 


Uma das muitas largadas do dia com Kevin Strijbos em primeiro plano

Nem só de Internacional da Itália vive a pré-temporada do Mundial de Motocross. A Inglaterra recebeu também um grande contingente de pesos pesados do campeonato para a edição 2017 do Hawkstone International Motocross. A prova teve a presença das equipes oficiais da Husqvarna, Suzuki e Kawasaki, além de Pauls Jonass, que preferiu a prova britânica enquanto o resto da equipe KTM foi para a Itália.

O grande destaque do dia típico de inverno inglês foi o alemão Max Nagl que faturou a categoria MX1 com 2-1 e também foi o vencedor da Superfinal, com os melhores da MX1 e MX2. Na primeira bateria seu xará e companheiro de equipe Max Anstie foi o mais rápido, largando na frente e vencendo com pouco mais de dois segundos de vantagem.


Com duas vitórias, não faltaram motivos para Max Nagl comemorar

Na segunda corrida da MX1, Anstie novamente conseguiu a liderança no início, mas sofreu uma queda - algo bastante frequente durante sua carreira na MX2 - e completou em quinto. Com a pista livre, Nagl fez sua própria corrida e garantiu a vitória com a boa vantagem de 18 segundos. A Husqvarna repetiu a dobradinha com Gautier Paulin na segunda posição, em sua segunda prova pela marca depois de resultados decepcionantes na estreia durante a primeira etapa do Internacional da Itália. Clement Desalle (Kawasaki) chegou na terceira posição da bateria.

Quem também deixou uma boa impressão no dia foi o jovem grandalhão da Suzuki Arminas Jasikonis, que fez duas corridas de recuperação após largadas apenas medianas. Na primeira, chegou ao final em terceiro - a apenas três segundos de Anstie e na cola de Nagl - acelerando no mesmo ritmo dos líderes. Na segunda bateria, Jasikonis completou em quarto, o que lhe valeu o pódio da MX1 na soma de pontos. Seu desempenho nas corridas não chegou a ser uma surpresa, já que pela manhã o lituano marcou a volta mais rápida nos treinos.


Arminas Jasikonis dando um calor em Nagl, durante a primeira materia da MX1

MX2


Os pilotos da MX2 só enxergaram Pauls Jonass por esse ângulo

Pauls Jonass é a aposta da KTM para conservar o título da MX2 em 2017. Viajou à Inglaterra acompanhado do diretor de motocross da marca Joel Smets e, sob a supervisão do mestre, garantiu duas vitórias nas baterias sem grandes dificuldades, ambas à frente de pilotos da equipe Husqvarna - Thomas Covington, na primeira e Thomas Kjer Olsen, na segunda.

Superfinal


Largada da Superfinal

Com tudo junto e misturado na Superfinal, Nagl fez mais uma de suas corridas perfeitas, assumindo a liderança no começo e ditando o ritmo na liderança até a bandeirada. O campeão Mundial MX2 em 2014 Jordi Tixier fez a sua única boa bateria do dia com a segunda posição, após resultados discretos na MX1.

Max Anstie foi o terceiro colocado seguido de Kevin Strijbos. Paus Jonass foi o melhor piloto da MX2 com a quinta posição.


Pódio MX1 com Jasikonis, Nagl e Anstie

Muitos dos pilotos presentes em Hawkstone continuam seu aquecimento para a largada do Mundial de Motocross competindo durante o próximo fim de semana no Lacapelle Marival International Motocross, na França. Exceção da equipe Suzuki que volta para a Bélgica para treinos intensivos com todos os seus pilotos até a abertura do campeonato, dia 25 de fevereiro, no Catar.

Vídeos





MX1 Race 1:

Max Anstie
1. Max Anstie (GBR, HUS)
2. Max Nagl (GER, HUS), +2.719
3. Arminas Jasikonis (LTU, SUZ), +3.239
4. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), +17.069
5. Jake Nicholls (GBR, KTM), +46.481
6. Gautier Paulin (FRA, HUS), +1:02.782
7. Nathan Watson (GBR, KTM), +1:21.788
8. Brad Anderson (GBR, KTM), +1:31.738
9. Mike Kras (NED, KTM), +2:00.972
10. Clement Desalle (BEL, KAW), +2:02.365

MX1 Race 2:
1. Max Nagl (GER, HUS),
2. Gautier Paulin (FRA, HUS), +18.822
3. Clement Desalle (BEL, KAW), +25.286
4. Arminas Jasikonis (LTU, SUZ), +26.255
5. Max Anstie (GBR, HUS), +27.942
6. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), +44.669
7. Nathan Watson (GBR, KTM), +1:16.626
8. Shaun Simpson (GBR, YAM), +1:44.276
9. Mike Kras (NED, KTM), +2:16.333
10. Dan Thornhill (GBR, HUS), +2:24.154

MX1 Overall:
1. Max Nagl (GER, HUS), 47pts
2. Max Anstie (GBR, HUS), 41pts
3. Arminas Jasikonis (LTU, SUZ), 38pts
4. Gautier Paulin (FRA, HUS), 37pts
5. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), 33pts
6. Clement Desalle (BEL, KAW), 31pts
7. Nathan Watson (GBR, KTM), 28pts
8. Mike Kras (NED, KTM), 24pts
9. Dan Thornhill (GBR, HUS), 20pts
10. Rob Holyoake (GBR, HUS), 17pts

MX2 Race 1:

Gautier Paulin
1. Pauls Jonas (LAT, KTM)
2. Thomas Covington (USA, HUS), +6.945
3. Thomas Kjer Olsen (DEN, HUS), +15.063
4. Ben Watson (GBR, KTM), +23.545
5. Jeremy Seewer (SUI, SUZ), +29.239
6. Hunter Lawrence (AUS, SUZ), +32.123
7. Jake Millward (GBR, KTM), +57.727
8. Bas Vaessen (NED, SUZ), +1:02.871
9. Mel Pocock (GBR, HUS), +1:10.004
10. Freek van der Vlist (NED, KTM), +1:15.279

MX2 Race 2:
1. Pauls Jonass (LAT, KTM)
2. Thomas Kjer Olsen (DEN, HUS), +5.689
3. Hunter Lawrence (AUS, SUZ), +5.923
4. Jeremy Seewer (SUI, SUZ), +16.707
5. Conrad Mewse (GBR, HUS), +48.497
6. Thomas Covington (USA, HUS), +59.779
7. Bas Vaessen (NED, SUZ), +1:02.706
8. Adam Sterry (GBR, KAW), +1:23.313
9. Lars van Berkel (NED, HON), +1:24.759
10. Ben Watson (GBR, KTM), +1:30.768

MX2 Overall:
1. Pauls Jonass (LAT, KTM), 50pts
2. Thomas Kjer Olsen (DEN, HUS), 42pts
3. Thomas Covington (USA, HUS), 37pts
4. Hunter Lawrence (AUS, SUZ), 35pts
5. Jeremy Seewer (SUI, SUZ), 34pts
6. Ben Watson (GBR, KTM), 29pts
7. Bas Vaessen (NED, SUZ), 27pts
8. Conrad Mewse (GBR, HUS), 26pts
9. Jake Millward (GBR, KTM), 24pts
10. Adam Sterry (GBR, KAW), 21pts

Superfinal:
1. Max Nagl (GER, HUS)
2. Jordi Tixier (FRA, KAW), +8.906
3. Max Anstie (GBR, HUS), +17.405
4. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), +19.405
5. Pauls Jonass (LAT, KTM), +21.270
6. Clement Desalle (BEL, KAW), +43.755
7. Thomas Kjer Olsen (DEN, HUS), +46.292
8. Arminas Jasikonis (LTU, SUZ), +47.654
9. Jeremy Seewer (SUI, SUZ), +50.625
10. Jake Nicholls (GBR, KTM), +1:28.506








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet