fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Rally

Rally do Marrocos 2016
Publicado em: 11/10/2016

Toby Price vence competição. Chileno Pablo Quintanilla fatura Mundial de Rally Cross-Country
Redação MotoX.com.br – Fotos: Kin M. / Cristiano Barni


Toby Price

Toby Price e sua KTM faturaram mais um trófeu neste ano. O piloto venceu o 17º OiLibya  Rally do Marrocos na última sexta-feira (7). Com cinco estágios e aproximadamente 1885 km percorridos, 1300 deles cronometrados, a competição encerrou a temporada 2016 do Mundial de Rally Cross-Country.

Com um desempenho consistente ao longo das etapas, Price precisou superar Sam Sunderland e Pablo Quintanilla – em disputa corpo a corpo em alguns trechos da prova - para ficar com a vitória do rali.

“Nós sempre largamos para tentar as vitórias de cada estágio e durante toda a semana briguei contra o Sam (Sunderland), então foram dias difíceis. Hoje ele se perdeu, então ficou com um prejuízo no tempo...faz parte. Sam fez uma boa prova e mostrou que está pronto para o Dakar também”, avaliou Price.


Sam Sunderland

O companheiro de equipe Sunderland ficou com a segunda colocação geral, a poucos minutos de Price. “Foi uma prova muito boa. Chegar ao final é muito bom, especialmente depois de ter lesionado minha perna aqui ano passado”, explicou o britânico. “Errei um pouco na navegação, o que complicou as coisas para mim. Eu queria ganhar, sim, mas também preciso olhar para tudo que superei para estar aqui. Vou manter o ritmo para ter um bom Dakar”, concluiu.


Pablo Quintanilla

Terceira colocação com gostinho de vitória: Pablo Quintanilla completou o pódio do rali e deixa o Marrocos com o título do Mundial. A decisão aconteceu somente no último dia da prova, por conta da disputa apertada entre o trio. “Estou muito feliz com esse final! Foi um ano de muito trabalho, então é um sonho que se realiza. É algo que busco há muitos anos... Agora sou campeão mundial”, comemorou o chileno.

Quintanilla encerrou a temporada com 93 pontos à frente de Sunderland com 86 e Price com 82. Agora o próximo desafio dos pilotos é o Dakar 2017, que larga no dia 02 de janeiro e já tem candidatos bem definidos na briga pela vitória.



Helder Rodrigues, quarto colocado: "Briguei bastante contra o Quintanilla, mas ele se saiu melhor. De qualquer forma, atingi o objetivo de ter um bom resultado. Agora é continuar trabalhando para ter um Dakar semelhante ou melhor ainda. Nesta semana, provamos que podemos estar entre os primeiros em todos os dias do rali. É motivador."


Xavier de Soultrait, quinto colocado no rali.



Kevin Benavides, sexto colocado: piloto superou queda no penúltimo estágio, mas ficou de fora da corrida por um lugar no pódio. 

P. Resultado Geral Nation Team Time/Gap
1 PRICE Toby AUS KTMFactory Racing Team 13:06'35
2 SUNDERLAND Sam GBR RedBull KTM Rally Factory Team +7'44
3 QUINTANILLA Pablo CHI HusFactory Rally Team +17'02
4 RODRIGUES Helder POR YamMotor Europe +19'05
5 DESOULTRAIT Xavier FRA YamRacing +33'04
6 VANBEVEREN Adrien FRA YamMotor Europe +33'59
7 WALKNER Matthias AUT KTMFactory Racing Team +34'01
8 PEDRERO Joan SPA ShercoTVS Rally Factory +37'40
9 RENET Pierre-Alexandre FRA HusFactory Rally Team +49'06
10 FAGGOTTER Rodney AUS YamRacing +1:13'17


O português Joaquim Rodrigues fechou o rali na 14ª posição com a Hero Motorsports


Ricky Brabec foi o único piloto da Honda a completar a prova. Mesmo assi foi o 63º geral depois de um problema elétrico no quarto dia. Paulo Gonçalves (queda e mecânica) e Kevin Benavides (queda) abandonaram. 






Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet