fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Enduro

Mundial de Enduro - 15ª e 16ª etapas - Cahors - França
Publicado em: 13/09/2016

Matthew Phillips é o primeiro campeão da EnduroGP
Redação MotoX.com.br – Fotos: Future7Media e Divulgação

Australiano da categoria E2 faz história vencendo a primeira temporada da nova classe principal do Mundial 


Matt Phillips

A cidade francesa de Cahors recebeu neste fim de semana, dias 10 e 11, a rodada final do Mundial de Enduro 2016, um evento especial, cheio de festa e atrações, que reuniu milhares de fãs. Sol forte e clima seco também foram ingredientes da decisão que definiu o primeiro campeão da história da EnduroGP (nova classe principal do Mundial que confronta os pilotos da E1, E2 e E3 na mesma classificação). O talentoso australiano Matthew Phillips, da equipe Sherco, conquistou o desejado troféu inédito, com a batalha definida somente no segundo dia de competição na França.


Steve Holcombe

No sábado, a EnduroGP foi dominada pelos pilotos da E2 que faturaram as três primeiras posições. Mathias Bellino presenteou os fãs da casa com a vitória. Com uma diferença de quatro segundos, Taylor Robert fechou a etapa na segunda colocação, enquanto Loic Larrieu completou o pódio. Entre os cinco primeiros, Nathan Watson, da E1, foi uma exceção conquistando a quarta colocação logo a frente de Matthew Phillips, mais um piloto da E2. Com o resultado, Phillips ficou em uma posição relativamente confortável para o último dia já que seu rivais diretos na briga da EnduroGP, Eero Remes e Steve Holcombe, foram sexto e sétimo colocados, respectivamente.  

No domingo, muitos tiveram posturas opostas: alguns arriscavam tudo, pilotando de forma agressiva atrás de um resultado expressivo no encerramento da temporada, enquanto outros buscavam principalmente evitar erros no momento decisivo. Taylor Robert se inscreveu no time dos apressados e venceu pela primeira vez a EnduroGP com uma diferença de cerca de oito segundos sobre Loic Larrieu e 15 sobre Nathan Watson.


Nathan Watson

Aproveitando a vantagem na tabela, Phillips pendeu mais para o time que controlou o risco, mas também nem tanto assim. Largando para pôr as mãos no título da EnduroGP, ele fez o quarto tempo da classe, resultado mais do que suficiente para confirmar a conquista com 19 pontos de margem na classificação final. "Que corrida! Agradeço o suporte de todos que me apoiaram e de todos que falaram que eu não conseguiria!", brincou Phillips. Com uma temporada fantástica, ele também voltou para casa com a coroa na E2. A vitória na etapa ficou com Robert, seguido de Larrieu. O novo campeão registrou o terceiro tempo.

Com a quinta colocação do dia, Mathias Bellino superou Steve Holcombe (sexto) na briga pelo vice-campeonato por apenas um ponto. Eero Remes não foi além da 10ª colocação e terminou superado pelos dois rivais na tabela, caindo da segunda para a quarta colocação na classificação final da EnduroGP.


Taylor Robert

A E3 foi a única categoria que revelou seu campeão já no sábado: Steve Holcombe festejou o titulo ao vencer pela 11ª vez da temporada. "Conquistar o título é um ótimo desfecho para esse ano incrível. Estava muito ansioso por essa rodada. Me senti bem, mas não com o nível de desempenho que tive durante todo o ano. Hoje foi uma briga apertada com o Manuel Monni e o Johnny Aubert. Eles não me deixaram respirar, mas deu para conquistar o título. É incrível!", comentou Holcombe.

A segunda posição ficou com Monni, seguido de Aubert que garantiu o vice-campeonato mesmo com um ombro lesionado. No dia seguinte, Holcombe voltou a vencer, desta vez com Antoine Basset e Jeremy Joly como principais oponentes.


Eero Remes

Na E1, o começo foi estressante para Nathan Watson, mas ele soube controlar as emoções. "Foi um dia agitado. Fui pegar a moto no parque e a chave que me deram não abriu a trava", explicou o piloto que acabou atrasado pelo imprevisto. No entanto, o incidente não impediu Watson de acompanhar o ritmo de Eero Remes até perto do fim do percurso. Quando o finlandês errou no último teste cronometrado, o britânico conseguiu superá-lo. Jamie Mccanney fez o terceiro tempo.

"Segui meu ritmo e minha velocidade foi boa. Foi legal encontrar uma etapa de clima seco, não tivemos muitas nesta temporada. E o cross teste foi bem difícil, apenas com curvas planas", declarou Watson que repetiu no domingo o melhor tempo, desta vez seguido pelo compatriota Daniel Mccanney. Mas quem comemorou mesmo foi Eero Remes, que fechou o domingo na terceira colocação e levantou o troféu de campeão da E1.


Laia Sanz

Na Junior, o campeão Giacomo Redondi venceu o sábado, mas no domingo, por apenas um segundo, acabou superado por Josep Garcia. O vice-campeão Albin Elowson foi o terceiro mais rápido nos dois dias da decisão.

Na classe Feminina, Laia Sanz adicionou mais um troféu de campeã à sua estante. A decisão veio por conta de cinco segundos de diferença sobre a rival Maria Franke na etapa final.

"Estou muito feliz de ter ganhado. Foi um ano difícil e tive que me esforçar muito para recuperar a liderança. A competitividade da categoria está crescendo muito. Soube desde o início que se quisesse o título, teria que treinar muito. Nesta rodada, a Franke me superou no primeiro dia, mas hoje pude me sair melhor", disse a espanhola.

Agora os pilotos entram em férias até a pré-temporada para o próximo ano. As datas e locais do Mundial de Enduro 2017 ainda não foram anunciados, mas a organização promete inovações no formato da competição.

Videos









Resultados

15ª etapa


EnduroGP
1. Mathias Bellino (Husqvarna) 42:13.60;
2. Taylor Robert (KTM) 42:17.66;
3. Loic Larrieu (Yamaha) 42:21.38;
4. Nathan Watson (KTM) 42:35.63;
5. Matthew Phillips (Sherco) 42:45.40

Enduro 1
1. Nathan Watson (KTM) 42:35.63;
2. Eero Remes (TM) 42:45.76;
3. Jamie McCanney (Yamaha) 43:22.06;
4. Oscar Baletti (Honda) 43:22.60;
5. Ivan Cervantes (KTM) 43:25.29

Enduro 2
1. Mathias Bellino (Husqvarna) 42:13.60;
2. Taylor Robert (KTM) 42:17.66;
3. Loic Larrieu (Yamaha) 42:21.38;
4. Matthew Phillips (Sherco) 42:45.40;
5. Alex Salvini (Beta) 42:55.90

Enduro 3
1. Steve Holcombe (Beta) 42:50.71;
2. Manuel Monni (TM) 42:59.71;
3. Johnny Aubert (Beta) 43:07.71;
4. Antoine Basset (KTM) 43:24.28;
5. Jeremy Joly (KTM) 43:29.36

Enduro Junior
1. Giacomo Redondi (Honda) 42:46.83;
2. Josep Garcia (Husqvarna) 42:47.97;
3. Albin Elowson (Husqvarna) 43:08.44;
4. Brad Freeman (KTM) 43:37.83;
5. Davide Soreca (Honda) 43:38.03

16ª etapa

EnduroGP
1. Taylor Robert (KTM) 42:10.26;
2. Loic Larrieu (Yamaha) 42:17.66;
3. Nathan Watson (KTM) 42:24.76;
4. Matthew Phillips (Sherco) 42:30.05;
5. Mathias Bellino (Husqvarna) 42:34.80

Enduro 1
1. Nathan Watson (KTM) 42:24.76;
2. Daniel McCanney (Husqvarna) 42:52.91;
3. Eero Remes (TM) 43:12.61;
4. Pascal Rauchenecker (Husqvarna) 43:23.74;
5. Jamie McCanney (Yamaha) 43:28.08

Enduro 2
1. Taylor Robert (KTM) 42:10.26;
2. Loic Larrieu (Yamaha) 42:17.66;
3. Matthew Phillips (Sherco) 42:30.05;
4. Mathias Bellino (Husqvarna) 42:34.80;
5. Davide Guarneri (Honda) 42:45.57

Enduro 3
1. Steve Holcombe (Beta) 42:38.18;
2. Antoine Basset (KTM) 43:16.20;
3. Jeremy Joly (KTM) 43:24.20;
4. Manuel Monni (TM) 43:29.20;
5. Thomas Oldrati (Husqvarna) 43:34.92

Enduro Junior
1. Josep Garcia (Husqvarna) 42:44.67;
2. Giacomo Redondi (Honda) 42:51.06;
3. Albin Elowson (Husqvarna) 43:24.16;
4. Brad Freeman (KTM) 43:25.55;
5. Davide Soreca (Honda) 43:33.27

Classificação final do campeonato

EnduroGP
1. Matthew Phillips (Sherco) 222 pts;
2. Mathias Bellino (Husqvarna) 203;
3. Steve Holcombe (Beta) 202;
4. Eero Remes (TM) 197;
5. Nathan Watson (KTM) 179

Enduro 1
1. Eero Remes (TM) 284 pts;
2. Nathan Watson (KTM) 275;
3. Daniel McCanney (Husqvarna) 192;
4. Ivan Cervantes (KTM) 158;
5. Pascal Rauchenecker (Husqvarna)

Enduro 2
1. Matthew Phillips (Sherco) 262 pts;
2. Mathias Bellino (Husqvarna) 249;
3. Loic Larrieu (Yamaha) 230;
4. Taylor Robert (KTM) 225;
5. Alex Salvini (Beta) 197

Enduro 3
1. Steve Holcombe (Beta) 284 pts;
2. Johnny Aubert (Beta) 242;
3. Manuel Monni (TM) 225;
4. Antoine Basset (KTM) 221;
5. Jaume Betriu (KTM) 163

Enduro Junior
1. Giacomo Redondi (Honda) 317 pts;
2. Albin Elowson (Husqvarna) 224;
3. Josep Garcia (Husqvarna) 192;
4. Henric Stigell (TM) 157;
5. Diogo Ventura (Gas Gas) 153








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet