fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

> Notícias > Últimas Notícias

Estados Unidos anuncia time para o Motocross das Nações
Publicado em: 15/08/2016

Cooper Webb, Alex Martin e Jason Anderson formam uma das principais equipes da competição
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda

Durante a etapa de Unadilla do Lucas Oil AMA Motocross foi apresentada a seleção norte-americana para o Motocross das Nações, evento programado para os dias 24 e 25 de setembro, no histórico circuito de Maggiora, Itália.

+ Brasil anuncia equipe para o Motocross das Nações

Os nomes são Cooper Webb, Alex Martin - ambos da Star Racing Yamaha (250) - e Jason Anderson, piloto da Rockstar Energy Factory Husqvarna. Webb é o atual líder da classe 250, enquanto Martin divide a segunda posição com Joey Savatgy, 81 pontos atrás. Jason Anderson, apesar de estar atualmente se recuperando de uma lesão, já voltou aos treinos com moto e seu preparador Aldon Baker garantiu que ele corre na final do AMA e estará 100% pronto para o Nações.

Eli Tomac, uma escolha natural para o time, declinou o convite.

Webb fez uma grande apresentação no evento do ano passado, inclusive duelando com o campeão mundial da MXGP Romain Febvre. Na ocasião o time norte americano, com Justin Barcia e Jeremy Martin, ficou com a segunda posição, a apenas dois pontos da França, que correu em casa.

Alex Martin representa os Estados Unidos pela primeira vez, mas não é um estreante no Nações. Já correu em duas ocasiões (2013 e 2014) pela seleção de Porto Rico. Será, sim, a primeira vez de Jason Anderson no evento: "Depois de ficar fora todo o verão, é meio estranho ser chamado para o time, mas estou à altura da tarefa e pronto para a missão. Comigo e Webb nas 450s seremos capazes de brigar pela ponta. E, se fizermos boas largadas, não vejo motivos para não vencermos. Vou correr o GP de Glen Helen e avaliar como estamos para o Nações."

Webb comentou a falta de interesse de alguns pilotos: "É difícil quando temos caras que realmente não querem participar. É lamentável. Entendo que o Supercross e o Motocross pagam os nossos salários, mas considero o Nações uma corrida dos sonhos. Quando criança, era onde eu queria correr e vencer representando nosso país. No final, é uma questão de orgulho. Não quero ir até lá e perder para os Euros. Quero mostrar a eles que esse país é o melhor."








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet