fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Mundial de Motocross

4ª etapa - Neuquen - Argentina
Publicado em: 11/04/2016

Tim Gajser vence o disputadíssimo MXGP da Patagônia
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Ray Archer / J. P. Acevedo / Divulgação


Largada MXGP


Cairoli comemora a volta ao pódio
Pelo segundo ano o espetacular circuito de Villa de Angostura, província de Neuquén, recebeu o MXGP da Patagônia, na Argentina. A classe principal mostra um equilíbrio como há muito não se via, enquanto na MX2 Jeffrey Herlings continua dando as cartas e permanece invicto na temporada.

O clima frio - entre 6 e 13º - agradou aos europeus, assim como o maravilhoso cenário ao redor do circuito. Sobre a pista, só elogios. Alterações na elevação, solo arenoso, muitos saltos e algumas sequências de encaixe. Ela ainda tem uma característica rara: a variedade de trajetórias em quase todo o traçado. Muitos pontos são bem largos, mas praticamente toda a área da pista é utilizável, diferente de muitos circuitos que ficam com apenas um ou dois trilhos bons durante as corridas. Isso propiciou muitas disputas e ultrapassagens. É difícil defender posição em Neuquén, mas da mesma forma as possibilidades de contra-ataque são muitas.

Corridas


Após a vitória Tim Gajser encosta em Romain Febvre no campeonato

A primeira bateria da MXGP foi muito interessante, mesmo com Max Nagl ultrapassando Antonio Cairoli logo início e se isolando na liderança. A briga pelo segundo posto durou praticamente toda a corrida. O italiano foi ultrapassado por Eygeny Bobrishev e Tim Gajser caindo para a quarta posição, perdeu terreno em relação aos dois pilotos da Honda, mas voltou a apertar o ritmo no final provocando uma disputa tripla pela segunda posição.


Max Nagl

Cairoli retornou à segunda posição a cinco voltas do final e tratou de buscar visualmente Max Nagl. Chegou a diminuir a distância para pouco menos de cinco segundos, mas o alemão revidou e impediu qualquer aproximação nas duas voltas finais.

Gajser levou a melhor sobre Bobryshev que perdeu ritmo e aliviou a mão direita no final. Jeremy van Horebeek ficou com a quinta posição depois de ter algum trabalho para superar Clement Desalle na metade da bateria.


Romain Febvre

Interessante também foi a corrida de Romain Febvre. O atual campeão e líder da pontuação mostrou que não está imune aos erros. Largou mal e perdeu a frente em uma curva, passando por cima do guidão na primeira volta. Foi parar na 14ª posição e penou para se recuperar. Quando superou Desalle pelo sexto posto, seu companheiro na Yamaha Horebek tinha mais de 15 segundos de vantagem e o jeito foi poupar energia para a segunda bateria.

Com muitos pilotos locais entre os 30 participantes, também foi notável a presença (e interferência) dos retardatários após o primeiro terço inicial das corridas.


Antonio Cairoli

Segunda bateria


Cairoli fez outra boa largada na segunda bateria, mas foi o novato Gajser quem assumiu a liderança assim que as posições foram se definindo. Depois de perder a disputa com o italiano na primeira corrida, o esloveno sabia que suas chances dependiam de abrir distância no início para evitar o ataque no final. E assim o fez conseguindo cerca de sete segundos de vantagem após as quatro ou cinco voltas iniciais.

Cairoli também se isolou em segundo já que Max Nagl não conseguiu o mesmo ritmo da primeira bateria. "A pista ficou com alguns pontos perigosos e eu preferi manter cautela a arriscar uma queda", disse o alemão. A cautela de Nagl cobrou caro no final da bateria, como veremos a seguir.


Jeremy van Horebeek

Febvre caiu novamente no início da corrida ao se chocar com Shaun Simpson. Não perdeu tanto tempo como na primeira bateria, mas em sua recuperação encontrou um osso duríssimo justamente no colega de time Horebeek. Em ritmo forte ambos os Yamahistas alcançaram e superaram Nagl a quatro voltas do fim. Logo depois Horebeek não resistiu e foi superado por Febvre que garantiu o terceiro lugar na bateria e quarto geral. Nada mal para um dia de más largadas e duas quedas.

Na soma dos pontos Tim Gajser conquistou sua segunda vitória na categoria principal. O novato, com apenas 19 anos, chega na classe 450 com uma adaptação mais rápida que a de Romain Febvre provando que sua vitória na estreia no Catar não foi pura sorte. Apesar de ainda afirmar que corre sem nenhuma pressão da equipe Honda Gariboldi, Gajser já é um forte candidato ao título e deve ganhar prioridade da Honda Japão já que suas perspectivas estão muito mais amplas que os veteranos do HRC Bobryshev - que caiu na segunda bateria e completou apenas em 12º - e Gautier Paulin, ausente por contusão.


Evgeny Borbishev fez uma boa corrida na primeira bateria, mas caiu na segunda e perdeu posições no campeonato

Interessante também foi ver Antonio Cairoli comemorando o pódio com a segunda posição geral como uma vitória. Com seis títulos acumulados na categoria, ele sabe que está enfrentando exatamente a época de troca de gerações na MXGP. Apenas Febvre e Gajser venceram GPs esse ano.  "Estou muito contente em voltar ao pódio depois de tanto tempo. Me sinto melhor a cada final de semana e sabia que na Argentina daria o meu melhor mesmo sem ainda alcançar minha condição plena.  Estou melhor e sinto que posso voltar a vencer. No momento sou rápido por algumas voltas, mas perco um pouco de ritmo."


Pódio MXGP

Pelo campeonato a vantagem de Febvre sobre Gajser caiu para apenas três pontos. Cairoli subiu para terceiro a 28 pontos do líder.

MX2 - Temporada perfeita de Herlings continua


Largada MX2 - Samuele Bernardini (321) conquistou seu melhor resultado na carreira

Na MX2 tivemos mais um final de semana perfeito para o holandês Jeffrey Herlings. O piloto não teve adversários à altura em nenhum momento e liderou tudo desde a classificatória, assim como as corridas principais no domingo. Venceu ambas com mais de 30 segundos de vantagem e também alcançou a marca de 100 vitórias em baterias individuais.

Após vencer com facilidade, Herlings não ficou na pista nem para a entrevista coletiva. Saiu literalmente voando para pegar um voo para Buenos Aires.


Jeffrey Herlings

Na primeira bateria Max Anstie foi o segundo colocado, porém o britânico abandonou com problemas mecânicos a segunda corrida e deixa a argentina com um frustrante 10º lugar na etapa e 11º na classificação geral. Apesar de sua velocidade, a última temporada de Anstie na categoria até agora acumula um abandono por etapa.


Jeremy Seewer


Embarcando o material para o México
Quem ficou com a segunda posição geral foi Jeremy Seewer, agora sob a batuta de Stefan Everts o suíço completou o final de semana com um quarto e um excelente segundo lugar na segunda corrida. O russo Aleksandr Tonkov (3-3) ficou com o terceiro degrau do pódio enquanto o italiano Samuele Bernardini conquistou o melhor resultado da carreira levando sua TM para a quarta posição geral.

O prêmio de queda espetacular da etapa vai para Pauls Jonass com sua excelente capotada na largada na primeira bateria. O estoniano abandonou, mas retornou na segunda corrida para a quarta posição. Destaque também para o norte-americano Thomas Covington que foi o oitavo colocado geral (10-10) poucas semanas após sofrer uma fratura no tornozelo.


Aleksandr Tonkov

Herlings segue para a próxima etapa em Leon, México, com 48 pontos de vantagem sobre Jeremy Seewer. Tonkov passou Jonass pela terceira posição, 69 pontos atrás do líder.

Vídeos









Resultados

P Nr MXGP Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 243 Gajser, Tim SLO HON 20 25 45
2 222 Cairoli, Antonio ITA KTM 22 22 44
3 12 Nagl, Maximilian GER HUS 25 16 41
4 461 Febvre, Romain FRA YAM 15 20 35
5 89 Van Horebeek, Jeremy BEL YAM 16 18 34
6 259 Coldenhoff, Glenn NED KTM 12 15 27
7 777 Bobryshev, Evgeny RUS HON 18 9 27
8 24 Simpson, Shaun GBR KTM 13 12 25
9 22 Strijbos, Kevin BEL SUZ 10 14 24
10 25 Desalle, Clement BEL KAW 14 10 24
11 92 Guillod, Valentin SUI YAM 8 13 21
12 23 Charlier, Christophe FRA HUS 9 11 20
13 32 Potisek, Milko FRA YAM 7 8 15
14 685 Lenoir, Steven FRA HON 6 7 13
15 100 Searle, Tommy GBR KAW 11 0 11
16 17 Butron, Jose ESP KTM 5 5 10
17 77 Lupino, Alessandro ITA HON 3 6 9
18 400 Yamamoto, Kei JPN HON 4 4 8
19 444 Fanello, Ezequiel ARG YAM 2 2 4
20 112 Trossero, Marcos ARG YAM 0 3 3
21 58 Carranza, Nicolas ARG HON 0 1 1
22 702 Schmit, Marco ARG YAM 1 0 1

P Nr MX2 Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 84 Herlings, Jeffrey NED KTM 25 25 50
2 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 18 22 40
3 59 Tonkov, Aleksandr RUS YAM 20 20 40
4 321 Bernardini, Samuele ITA TM 16 15 31
5 152 Petrov, Petar BUL KAW 15 13 28
6 18 Brylyakov, Vsevolod RUS KAW 13 12 25
7 6 Paturel, Benoit FRA YAM 8 16 24
8 64 Covington, Thomas USA HUS 11 11 22
9 10 Vlaanderen, Calvin NED KTM 14 8 22
10 99 Anstie, Max GBR HUS 22 0 22
11 95 Justs, Roberts LAT KTM 7 14 21
12 101 Zaragoza, Jorge ESP HON 12 9 21
13 41 Jonass, Pauls LAT KTM 0 18 18
14 46 Pootjes, Davy NED KTM 5 10 15
15 29 Jacobi, Henry GER HON 6 7 13
16 71 Graulus, Damon BEL HON 9 3 12
17 14 Valente, Christopher SUI KTM 4 6 10
18 161 Östlund, Alvin SWE YAM 10 0 10
19 175 Garrido, Victor ARG YAM 3 5 8
20 194 Vasquez, Javier CHL HON 1 4 5
21 197 Toya, Igniacio ARG HON 0 2 2
22 611 Kriger, Nahuel ARG SUZ 2 0 2
23 86 Danke, Felipe CHL KAW 0 1 1

Classificação Geral
P. Nr MXGP Nat. Bike Pts
1 461 Febvre, Romain FRA YAM 172
2 243 Gajser, Tim SLO HON 169
3 222 Cairoli, A. ITA KTM 144
4 89 Van Horebeek, J. BEL YAM 138
5 777 Bobryshev, E. RUS HON 134
6 12 Nagl, M. GER HUS 125
7 24 Simpson, Shaun GBR KTM 105
8 22 Strijbos, K. BEL SUZ 103
9 259 Coldenhoff, G. NED KTM 82
10 100 Searle, Tommy GBR KAW 74
11 92 Guillod, V. SUI YAM 72
12 23 Charlier, C. FRA HUS 55
13 8 Townley, Ben NZL SUZ 49
14 17 Butron, Jose ESP KTM 49
15 25 Desalle, C. BEL KAW 47
16 32 Potisek, Milko FRA YAM 44
17 7 Leok, Tanel EST KTM 40
18 21 Paulin, G. FRA HON 37
19 77 Lupino, A. ITA HON 37
20 685 Lenoir, Steven FRA HON 19
21 400 Yamamoto, Kei JPN HON 19
22 151 Kullas, Harri EST KTM 14
23 37 Krestinov, G. EST HON 8
24 19 Philippaerts, D. ITA YAM 7
25 212 Dewulf, J. BEL KTM 6
26 444 Fanello, E. ARG YAM 4
27 112 Trossero, M. ARG YAM 3
28 45 Nicholls, Jake GBR HUS 3
29 31 Snow, Alex GBR YAM 3
30 177 Jasikonis, A. LTU KAW 2
31 58 Carranza, N. ARG HON 1
32 702 Schmit, Marco ARG YAM 1
33 156 Heidecke, A. GER KTM 1
34 171 Penjan, T. THA HON 1
P. Nr MX2 Nat. Bike Pts
1 84 Herlings, J. NED KTM 200
2 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 152
3 59 Tonkov, A. RUS YAM 131
4 41 Jonass, Pauls LAT KTM 130
5 152 Petrov, Petar BUL KAW 104
6 6 Paturel, B. FRA YAM 99
7 321 Bernardini, S. ITA TM 91
8 18 Brylyakov, V. RUS KAW 84
9 172 Van doninck, B. BEL YAM 78
10 161 Östlund, Alvin SWE YAM 70
11 99 Anstie, Max GBR HUS 57
12 101 Zaragoza, J. ESP HON 56
13 95 Justs, Roberts LAT KTM 55
14 64 Covington, T. USA HUS 54
15 4 Ferrandis, D. FRA KAW 44
16 919 Watson, Ben GBR HUS 39
17 10 Vlaanderen, C. NED KTM 38
18 46 Pootjes, Davy NED KTM 36
19 71 Graulus, Damon BEL HON 36
20 251 Getteman, Jens BEL KTM 32
21 189 Bogers, Brian NED KTM 25
22 88 van der Vlist, F. NED KAW 23
23 29 Jacobi, Henry GER HON 22
24 747 Cervellin, M. ITA HON 21
25 132 Kutsar, Karel EST KTM 19
26 338 Herbreteau, D. FRA HON 15
27 97 Ivanov, M. BUL KTM 11
28 14 Valente, C. SUI KTM 10
29 175 Garrido, V. ARG YAM 8
30 194 Vasquez, J. CHL HON 5
31 500 Yasuhara, N. JPN YAM 5
32 66 Larranaga Olano, I. ESP KTM 4
33 40 Zecchina, S. ITA YAM 3
34 107 van Berkel, L. NED HUS 3
35 197 Toya, Igniacio ARG HON 2
36 611 Kriger, Nahuel ARG SUZ 2
37 86 Danke, Felipe CHL KAW 1
38 52 Ueda, Shota JPN KAW 1
39 28 Hallgren, Ben THA YAM 1
40 75 Roosiorg, H. EST KTM 1












Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet