X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Notícias > Últimas Notícias

Marcelo Simões comenta o 3600 Jumps International FMX Bolívia
Publicado em: 23/03/2016
Clique e saiba mais

Brasileiros Marcelo Simões, Fred Kyrillos e Gianpaulo Bergamini são convidados para evento na Bolívia
Redação MotoX.com.br - Foto: Nilo Pavarini

Evento pioneiro, busca expandir o motocross freestyle no país e se tornar referência mundial


Marcelo Simões

Freestyle motocross no seu nível mais elevado, literalmente. No dia 2 de abril , o estádio Rafael Mendoza Castellón, na cidade de La Paz, será sede do 3600 Jumps - International Freestyle Motocross Bolívia - evento que contará com a participação dos brasileiros Marcelo Simões, Fred Kyrillos e Gianpaulo Bergamini, além do norte-americano Jimmy Fitzpatrick, do paraguaio Joss Candia e do chileno Marco Gonzales.

A edição de estreia busca lançar e fortalecer a modalidade no país, assim como tornar-se referência mundial. Segundo o organizador Carlos Chagas, “a ideia é que pilotos de renome internacional venham para o 3600 pela visibilidade. Já antecipo que quem vier vai encontrar um show de primeiro nível, como acontece nos Estados Unidos e na Europa”.

A organização ainda adiantou que o plano é a realização de três etapas anuais. Depois de La Paz, o objetivo é incluir Cochabamba e Santa Cruz na rota do freestyle em 2017. O público aguardado nesta primeira edição é de 15 mil pessoas. Complementando as ações esportivas, haverá atrações musicais, estandes de exposição e espaços para entretenimento.

Em relação ao desafio de saltar na oitava cidade mais alta do mundo (3.640 metros acima do nível do mar), Marcelo Simões está empolgado. “Nunca passei por esta experiência em uma altitude tão elevada. Já me disseram que a moto não responde tão bem, que perde potência. E que é mais difícil de respirar”, avalia o piloto paulista.

Apesar das possíveis dificuldades o cinco vezes campeão do Circuito Brasileiro de FMX encara a situação com segurança. “Acredito que não será tão difícil, pois meu preparo aeróbico está muito bom. Mantive meus treinos, pensando que lá será mais desgastante, exigente como uma competição”, prevê Simões.

O 3600 marca o retorno da cidade ao calendário do esporte após um hiato de cinco anos. La Paz não recebe um evento da modalidade desde 2011, quando foi sede do Red Bull X-Fighters Jam.








© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet