fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Internacional

Arenacross Britânico - 11ª etapa - Londres
Publicado em: 01/03/2016

Disputa pelo título terminou com polêmica
Redação MotoX.com.br - Fotos: Divulgação

Thomas Ramette garante troféu da temporada e Adam Chatfield a primeira vitória no campeonato


Adam Chatfield

No último sábado (27), o gate caiu para a grande final do Arenacross Britânico na SSE Arena, em Londres. O evento com cerca de três horas de ação ininterrupta, contou com um fator especial para os brasileiros: o inglês Adam Chatfield, que há cerca de cinco anos disputa as competições do Brasil, viveu seu grande momento no campeonato, roubou a atenção da torcida e se apropriou do topo do pódio.

A final da Elite contou com clima de tensão e agressividade dos pilotos do início ao fim. A temporada, marcada por hostilidades entre os principais candidatos ao título, não teve um clima diferente na decisão: a corrida que definiu o campeão do ano contou com 14 voltas altamente controversas e disputadas no limite.


Surpreendendo, Matt Bayliss saiu na frente, seguido pelos compatriotas Thomas Ramette e Cedric Soubeyras, que largaram com apenas três pontos de diferença na briga pelo título. Logo, Chatfield encostou nos dois, que brigavam pela liderança, com certa distância o que evitou que ele se envolvesse nas pancadas e tombos que ocorreram aos momentos ao longo da prova. A paciência foi recompensada com a vitória, enquanto os líderes iniciais "trocavam gentilezas" cedendo passagem também à Florent Richier, que terminou em segundo, e Harri Kullas, que foi o terceiro. Ramette e Bayliss completaram o top 5. Revoltado com a postura do adversário, Soubeyras voltou à pista e ficou fechando Ramette até que caiu mais uma vez após um novo choque entre os dois (assista tudo no vídeo abaixo)

Pelo campeonato, Ramette, com a quarta posição, fez o necessário para levar o título para casa à frente de Soubeyras, com 222 pontos contra 197. Vale ressaltar que a decisão aconteceu de forma polêmica por conta do incidente que envolveu o principal adversário e o companheiro de equipe de Ramette, Cyrille Coulon.


Cedric Soubeyras

Coulon acabou provocando a queda de Soubeyras - que antes já havia levado um chega pra lá de Ramette e terminou a noite apenas na 11ª colocação. Em uma revisão dos vídeos após o evento, o dirigente Roy Barton, da Federação local, concluiu que Coulon foi em direção ao adversário com a intenção de derrubá-lo, o que causou a desclassificação do piloto - divulgada nesta terça-feira - e provocou a retificação do resultado.

O organizador do campeonato, Matt Bates apoiou a decisão. "Foi uma temporada incrível e fico feliz em saber que a prova significa tanto para os pilotos. Entretanto, todos sabemos que eles competem no limite e às vezes agem no calor do momento. Na minha opinião, nem sempre vai prevalecer a escolha racional. Acho que a MCF (Federação local) tomou a decisão correta, já que não interfere diretamente no título", explicou.


Thomas Ramette

A controvérsa envolvendo o companheiro de equipe e o principal adversário não interferiu no orgulho que Ramette sentiu pela conquista. "É incrível ser o campeão do Arenacross Pro. Havia muita tensão na corrida. Estava na frente de Soubeyras e ele me passou, então revidei e mantive minha posição. É ótima a sensação de vencer o campeonato e poder recompensar todo o trabalho duro da minha equipe", contou. 

Com a desclassificação de Coulon da útima etapa, Chatfield subiu para a terceira colocação no ranking do campeonato. "Estava no lugar certo, na hora certa. Não pude deixar a oportunidade passar. Sabia que Soubeyras e Ramette tinham a própria briga, eu não precisava estar no meio. No começo da temporada, sofri um pouco, mas nos últimos três eventos as coisas se saíram bem, fiz terceiro, segundo e agora primeiro. É um ótimo final para mim", declarou.

Vídeos







Resultados

11ª etapa
1. Adam Chatfield #407 Buildbase Honda, 25.900
2. Florent Richier #2 LPE Kawasaki, 26.579
3. Harri Kullas #151 MVR-D Husqvarna, 25.54
4. Thomas Ramette #1 SR75 Molson Racing Suzuki, 25.729
5. Matt Bayliss #4 Wooldridge Demolition, 26.153
6. Shane Carless #68 Shocktech Honda, 27.092
7. Julien Bill #25 SJR Kawasaki, 26.594
8. James Dunn #200 Hitachi Revo Husqvarna, 26.813
9. Jason Clermont #817 LPE Kawasaki, 25.978
10. Cedric Soubeyras #120 Geartec Yamaha, 25.658

Classificação do campeonato
1. Thomas Ramette #1 SR75 Molson Racing Suzuki, 222 pontos
2. Cedric Soubeyras #120 Geartec Yamaha, 197 
3. Adam Chatfield #407 Buildbase Honda, 177 
4. Cyrille Coulon #5 SR75 Molson Racing Suzuki, 157
5. Florent Richier #2 LPE Kawasaki, 147 
6. Matt Bayliss #4 Wooldridge Demolition, 138 
7. Fabien Izoird #871 LPE Kawasaki, 128 
8. Jack Brunell #155 SJR Kawasaki, 127 
9. Angelo Pellegrini #941 Buildbase Honda, 100
10. Harri Kullas #151 MVR-D Husqvarna, 86 









Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet