X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > AMA Motocross

2ª etapa - Glen Helen - CA
Publicado em: 26/05/2015
Clique e saiba mais

"Tomachina" domina também a segunda etapa
Redação MotoX.com.br: Lucídio Arruda – Fotos: Simon Cudby / Garth Milan


Glen Helen é uma pista desafiadora e que aproveita como poucas as elevações naturais do terreno

O estupendo circuito de Glen Helen, em San Bernardino, Califórnia, foi o palco da segunda etapa do Lucas Oil AMA Motocross 2015. Esta é uma pista icônica, desafiadora e que aproveita como poucas as elevações naturais do terreno. Seu subidão mais encardido – usado apenas nas provas profissionais – é capaz de fazer até mesmo as potentes 450cc pedirem água quando chegam lá em cima. Além disso não economizaram no traçado, as voltas duraram quase dois minutos e meio. Fez falta ao campeonato quando ficou alguns anos de fora, por desacordo comercial entre os promotores e proprietários do circuito, mas agora acho que a pista não sai mais do calendário tão cedo. Por falar nisso, o circuito fechará também o Mundial de Motocross esse ano.

Veja também os vídeos com as corridas na íntegra:  450 Bateria 1 | 450 Bateria 2 | 250 Bateria 1 | 250 Bateria 2


O duelo entre Dungey e Tomac durou quatro voltas na primeira bateria

O clima ajudou e São Pedro mandou alguma água para molhar naturalmente o traçado, deixando o terreno um pouquinho mais pesado do que o usual. Nas corridas pudemos conferir Eli “Tomachina” destroçar a concorrência pela segunda prova consecutiva na categoria principal. Na 250 o francês Marvin Musquin assumiu o controle aproveitando-se de um sábado de pouca sorte de Jeremy Martin, com quem compartilhou resultados na abertura em Hangtown.

Quem poderá parar Eli "Tomachina"?


Eli "Tomachina", 100% de aproveitamento em quatro baterias


Aos poucos Ken Roczen vai recuperando a boa forma
Quem ainda tem esperanças de título deve estar preocupado, muito preocupado. Eli Tomac venceu as quatro baterias disputadas até agora. O problema é que não apenas venceu, mas venceu de forma devastadora.

Na primeira bateria tivemos um belo duelo entre ele e Ryan Dungey, que liderou por muitas voltas. Foi um duelo entre e técnica e finesse de um lado e a agressividade de quem desce o machado como um lenhador veterano. Dungey desenhava suas linhas clinicamente, Tomac abria caminho como um tanque de guerra.

Foi um duelo interessante que durou exatamente quatro voltas e foi encerrado misteriosamente quando a KTM de Dungey começou a sofrer com problemas eletrônicos apagando misteriosamente. A moto voltou à vida logo em seguida, mas longe da perfeição. Foi possível ver Dungey “bombando” o acelerador em certos momentos para evitar que o motor apagasse novamente. Mesmo assim morreu de novo nas duas voltas finais e o atual campeão do Supercross perdeu mais quatro posições.


Ryan Dungey

Depois de “comer muita terra” segundo suas próprias palavras, Tomac fez o holeshot na segunda bateria e, com pista livre, não houve quem o segurasse, mesmo com Dungey e Ken Roczen largando logo atrás, em segundo e terceiro, respectivamente. Tomac abriu 23 segundos sobre Dungey.

Quem poderá deter o piloto da Geico Honda? Bom, temos ainda 10 etapas e muita água para rolar, mas as quatro vitórias incontestáveis dão uma confiança que será difícil de abalar. No Supercross desse ano, o início da temporada de Tomac foi exatamente o oposto. Duas quedas e um 20º lugar na abertura em Anaheim o fizeram correr atrás do prejuízo – e cometer muitos erros - no restante do campeonato. Agora com a situação invertida e 19 pontos à frente de seu principal concorrente, seu maior adversário será ele mesmo. Se souber administrar os dias ruins, que certamente virão, e não jogar tudo fora como fez diversas vezes no Supercross...

Demais destaques


Justin Barcia largou na frente na primeira bateria

Bom ver Ken Roczen já bem recuperado e rápido. O alemão postou a volta mais rápida nos treinos. Na primeira bateria se enroscou na primeira volta com Jason Anderson e, saindo lá de trás, ainda salvou um oitavo lugar. Na segunda bateria assumiu o terceiro posto na primeira volta onde ficou até a bandeirada. Não atacou Dungey, muito menos Tomac, mas deve ficar mais forte com o passar das semanas conforme se aproxime da plena forma.

JGR Yamaha – O time de Joe Gibbs colocou seus três pilotos entre os cinco primeiros na primeira bateria. Justin Barcia e Phill Nicoletti chegaram a liderar as primeiras voltas e finalizaram em segundo e terceiro. Weston Peick foi um dos mais fortes na fase final da prova (atacando Chad Reed) e completou em quinto. Na segunda prova, Barcia foi quarto desde o início e Peick marcou uma sexta posição após largar (bem) fora dos 10 primeiros. Nicoletti ficou fora dos pontos após uma queda na segunda volta que o mandou para a última posição. Recebeu a bandeirada em 21º, uma volta atrás do líder.


Pódio 450

250 – Musquin assume o comando


Marvin Musquin


Justin Hill e Joseph Savatgy
A defesa de título de Jeremy Martin sofreu golpes pesados na segunda etapa. Para começar, sua moto não funcionou na primeira largada. Na correria e desespero sua equipe colocou a Yamaha para funcionar novamente, mas todos os outros pilotos já tinham passado pela famosa curva inclinada Taladega. Todos menos Adam Cianciarulo que caiu poucos metros após o gate.

Martin passou nada menos que 15 pilotos ainda na primeira volta para completar a corrida num respeitável quinto lugar. Após uma boa batalha com Jessy Nelson, Marvin Musquin assumiu a liderança na sétima volta para não perder mais. Justin Hill foi o segundo, Joseph Savatgy o terceiro e Nelson o quarto.

Na segunda bateria foi o outro Martin, Alex, quem mais deu trabalho para Musquin. Mesmo assim, apenas por uma volta e meia, depois o francês assumiu a ponta e administrou até a bandeirada. Alex ficou em segundo, Shane McElrath em terceiro e Nelson foi novamente o quarto. Hill foi o quinto colocado e na soma do dia a KTM colocou suas duas máquinas oficiais no pódio com a satélite da Troy Lee Designs em terceiro.


Jessy Nelson - repare na torcida do público pela briga que vem atrás

E Jeremy Martin? Novamente a sorte não lhe sorriu. Tomou uma “estampada” de Jessy Nelson na primeira volta quando brigava entre os cinco primeiros. Recomeçando praticamente de último pela segunda vez no dia, ele salvou um sexto lugar na bandeirada.

Com três vitórias em quatro baterias Musquin abre 19 pontos sobre Jeremy Martin - curiosamente a mesma vantagem de Tomac sobre Dungey. O “brother” Alex é o terceiro colocado a 32 pontos do líder.

O campeonato segue agora para a altitude do circuito de Thunder Valley, Lakewood, Colorado.


O pódio "kateêmico" da classe 250

Vídeo Highlights



Corrídas na íntegra


Resultados

P. # 450 Moto M1 M2 Pts Equipe
1 3 Eli Tomac Hon CRF450R 1 1 50 GEICO Hon
2 51 Justin Barcia Yam YZ 450F 2 4 40 AutoTrader | Toyota |Yam | JGRMX team
3 5 Ryan Dungey KTM 450 SX-F FE 6 2 37 Red Bull | KTM
4 1 Ken Roczen Suz RMZ 450 8 3 33 Soaring Eagle | Jimmy Johns |Suz Factory Racing
5 23 Weston Peick Yam YZ 450F 5 6 31 AutoTrader | Toyota |Yam | JGRMX Team
6 22 Chad Reed Kaw KX 450F 4 8 31 Discount Tire | TwoTwo Motorsports
7 4 Blake Baggett Suz RMZ 450 7 7 28 Team Yoshimura | Suz Factory Racing
8 377 Christophe Pourcel Hus FC450 9 10 23 Rockstar Energy Hus Factory Racing
9 46 Phillip Nicoletti Yam YZ 450F 3 21 20 AutoTrader | Toyota |Yam | JGR team
10 14 Cole Seely Hon CRF450R 14 9 19 Team Hon | HRC
11 21 Jason Anderson Hus FC450 38 5 16 Rockstar Energy | Hus Factory Racing
12 39 Fredrik Noren Hon CRF450R 13 13 16 Motosports.com | GPI |Hon
13 20 Broc Tickle Suz RMZ 450 12 15 15 Soaring Eagle | Jimmy Johns |Suz Factory Racing
14 130 Thomas Hahn Hon CRF450R 15 14 13 Motosports.com | GPI |Hon
15 48 William Hahn Kaw KX 450F 11 18 13 Monster Energy Kaw
16 10 Justin Brayton KTM 450 SX-F FE 10 22 11 BTO Sports | KTM
17 24 Brett Metcalfe Kaw KX 450F 40 11 10 Metty 24 | WMS |Kaw
18 33 Joshua Grant Kaw KX 450F 27 12 9 Discount Tire | TwoTwo Motorsports
19 35 Kyle Cunningham Kaw KX 450F 16 17 9 AG Motorsports |Gurrnaid Energy
20 11 Kyle Chisholm Kaw KX 450F 19 16 7 Team Chiz
21 45 Vince Friese Hon CRF450R 18 19 5 MotoConcepts
22 43 Matthew Lemoine Kaw KX 450F 17 34 4 JAB Motorsports
23 84 Jesse Wentland Hon CRF450R 22 20 1 RSR | Starr Cycle Hon
24 285 Tony Archer Kaw KX 450F 20 36 1 Traders Racing

P. # 250 Moto M1 M2 Pts Equipe
1 25 Marvin Musquin KTM 250 SX-F 1 1 50 Red Bull l KTM
2 32 Justin Hill KTM 250 SX-F 2 5 38 Red Bull | KTM
3 28 Jessy Nelson KTM 250 SX-F 4 4 36 Troy Lee Designs | Lucas Oil | Red Bull |KTM
4 37 Joseph Savatgy Kaw KX 250F 3 7 34 Monster Energy | Pro Circuit |Kaw
5 31 Alex Martin Yam YZ 250F 11 2 32 Cycletrader.com | Rock River |Yam
6 40 Shane McElrath KTM 250 SX-F 9 3 32 Troy Lee Designs | Lucas Oil |Red Bull | KTM
7 1 Jeremy Martin Yam YZ 250F 5 6 31 Star Racing | Yam
8 38 Matthew Bisceglia Hon CRF250R 6 11 25 GEICO Hon
9 55 Kyle Peters Hon CRF250R 7 12 23 Motosport.com | GPI |Hon
10 50 Adam Cianciarulo Kaw KX 250F 12 10 20 Monster Energy | Pro Circuit |Kaw
11 80 RJ Hampshire Hon CRF250R 16 9 17 GEICO Hon
12 52 Mitchell Oldenburg KTM 250 SX-F 10 15 17 Troy Lee Designs | Lucas Oil |Red Bull | KTM
13 126 Jordon Smith Hon CRF250R 14 14 14 GEICO Hon
14 66 Christopher Alldredge Kaw KX 250F 21 8 13 Monster Energy | Pro Circuit |Kaw
15 157 Aaron Plessinger Yam YZ 250F 8 23 13 yamalube | yamaha |star racing
16 343 Luke Renzland Yam YZ 250F 17 13 12 CycleTrader.com | Rock River Yam
17 16 Zachary Osborne Hus TC250 13 33 8 Rockstar Energy | Hus Factory Racing
18 450 Hayden Mellross Hon CRF250R 19 16 7 Ti Lube, Storm Lake Hon, Oak Hill Marina, Dedicate
19 434 Daniel Baker KTM 250 SX-F 15 25 6 KTM Orange Brigade LItes
20 211 Tevin Tapia Yam YZ 250F 26 17 4 TnTracing
21 88 Dakota Alix KTM 250 SX-F 20 18 4 KTM Orange Brigade Lites
22 57 Jackson Richardson Hon CRF250R 18 24 3 XPR Motorsports
23 376 Chris Canning KTM 250 SX-F 25 19 2 Manchester Hon KTM
24 273 Conner Elliott Yam YZ 250F 22 20 1 Elliott Racing

P. # 450 Pts
1 3 Eli Tomac 100
2 5 Ryan Dungey 81
3 23 Weston Peick 64
4 4 Blake Baggett 61
5 51 Justin Barcia 58
6 1 Ken Roczen 51
7 21 Jason Anderson 50
8 377 Christophe Pourcel 48
9 22 Chad Reed 46
10 20 Broc Tickle 43
11 46 Phillip Nicoletti 39
12 39 Fredrik Noren 38
13 24 Brett Metcalfe 36
14 10 Justin Brayton 28
15 130 Thomas Hahn 26
16 11 Kyle Chisholm 25
17 14 Cole Seely 19
18 48 William Hahn 17
19 35 Kyle Cunningham 15
20 43 Matthew Lemoine 12
21 33 Joshua Grant 9
22 285 Tony Archer 8
23 45 Vince Friese 5
24 548 Broc Schmelyun 2
25 207 Sean Collier 1
26 84 Jesse Wentland 1
27 76 Evgeny Mikhaylov 1
P. # 250 Pts
1 25 Marvin Musquin 97
2 1 Jeremy Martin 78
3 31 Alex Martin 65
4 37 Joseph Savatgy 58
5 32 Justin Hill 52
6 66 Christopher Alldredge 49
7 28 Jessy Nelson 46
8 38 Matthew Bisceglia 45
9 40 Shane McElrath 44
10 50 Adam Cianciarulo 42
11 157 Aaron Plessinger 37
12 80 RJ Hampshire 36
13 62 Anthony Rodriguez 29
14 55 Kyle Peters 29
15 16 Zachary Osborne 25
16 52 Mitchell Oldenburg 25
17 126 Jordon Smith 24
18 343 Luke Renzland 24
19 17 Cooper Webb 20
20 434 Daniel Baker 14
21 19 Justin Bogle 13
22 450 Hayden Mellross 7
23 57 Jackson Richardson 7
24 44 Zachary Bell 6
25 211 Tevin Tapia 5
26 88 Dakota Alix 4
27 376 Chris Canning 2
28 273 Conner Elliott 1










© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet