fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Notícias > Últimas Notícias

Brasileiro de MX: pilotos falam da expectativa para abertura
Publicado em: 16/05/2015

Pista de Limeira (SP) está pronta para a primeira etapa com as principais categorias do campeonato
Redação MotoX.com.br - Fotos: Thyago Lorentz / CBM


Pista pronta em Limeira (SP) para a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross Pró

Depois de alguns meses de espera e de muita preparação, estão todos prontos para a abertura do Brasileiro de Motocross Pró, neste fim de semana, em Limeira (SP). É a oportunidade que os pilotos das principais categorias da modalidade (MX1, MX2, MX3 e Júnior) têm para somar os primeiros pontos da temporada. No sábado será a vez dos treinos e da disputa na MX3. No domingo haverá a MX1 e MX2, com duas baterias cada, e a Júnior. As provas terão como palco o Motódromo Carlos Alberto Nunes, no Horto Florestal. Todas as corridas terão transmissão pela internet e o sinal gerado pela organização estará disponível no link: http://www.motox.com.br/motoxtv/web/live.aspx?idclipe=42.

Todos os competidores estão muito focados nesta primeira etapa, pois a oportunidade de sair na frente no campeonato pode acabar gerando uma boa vantagem mais à frente. Um deles é o atual campeão da MX1, Carlos Campano. O espanhol, da Yamaha Geração, sabe bem como é importante ter um bom início de temporada. Para ele, o campeonato deste ano promete. "Acho que este vai ser um grande campeonato, muito disputado, com muitos pilotos em condições de brigar pelo título. Estou bem treinado, com a moto bem ajustada. Espero começar bem como no ano passado, quando ganhei as duas baterias na estreia", lembrou Campano, que ganhou também a etapa de Limeira em 2014.


Principais equipes do País prestigiam o evento neste fim de semana

Campano vem ao lado do paranaense Jean Ramos e do equatoriano Carlos Badiali, também da equipe azul. Jean é bastante experiente na competição também e sabe que terá grandes 'pedreiras' pela frente. "A meta da primeira etapa é ganhar, mas acredito que se terminar entre os três melhores já será um bom resultado. Quero evitar os erros que cometi na primeira etapa do ano passado, quando perdi pontos que fizeram falta no fim. É importante fazer boas largadas e ser consistente neste fim de semana", destacou.

Outro grande concorrente é Paulo Alberto, que este ano estreia na MX1. Mesmo com a categoria sendo uma novidade para ele, o português já teve uma boa estreia nas 450cc com a vitória na abertura do Arena Cross e o objetivo é manter o bom desempenho. "Estou bastante ansioso para este início de campeonato. Tenho treinado bastante e espero fazer boas corridas. Pelo que conversei com algumas pessoas, a pista foi modificada, então será uma novidade para todos, que estarão em condições de igualdade", apontou o piloto da equipe Honda Mobil.


Wellington Garcia prevê um nível bastante elevado na categoria MX1

O time vermelho disputa a categoria também com o experiente Wellington Garcia, que acredita em grandes disputas nesta abertura. "Quando inicio um trabalho, sempre foco na primeira etapa do Brasileiro, que é a competição com os melhores pilotos e com um nível bastante elevado. Estou empenhado, a motivação é grande", disse. Wellington está de olho no desempenho da motocicleta neste primeiro teste. "Como será a primeira etapa, tudo é muito corrido na hora. Então, fiz esta semana alguns treinos para ajustar logo a moto de corrida e ir com mais tranquilidade para Limeira", acrescentou.

O inglês Adam Chatfield, campeão em 2013, sabe que a concorrência é grande, mas espera um lugar entre os destaques. "Tenho treinado muito e estou pronto para fazer o melhor. O objetivo é garantir lugar no pódio, entre os três primeiros", explicou o piloto. A IMS Racing terá uma baixa na MX1, o paranaense Rafael Faria, que se recupera de uma lesão no ombro.

Thales Villardi, com a nova equipe ASW Yamaha Subs27, faz um planejamento modesto para este início. "A expectativa é grande para a abertura, venho treinando bastante e espero ter um bom final de semana em Limeira. Meu objetivo para essa primeira etapa é fazer boas largadas e manter um bom ritmo nas duas baterias pra estar entre os dez melhores das 450cc."


Thales Vilardi faz a sua estreia na classe principal do campeonato nacional

A Escuderia X vem com dois equatorianos na categoria MX1: Jetro Salazar e Miguel Cordovez. Para o chefe de equipe, Cale Neto, era a parceria que faltava para Jetro desmanchar nas pistas brasileiras, já que esta não é a primeira temporada dele no Brasil. "Jetro precisava de um parceiro de treino com a mesma velocidade. Assim, Miguel se encaixou perfeitamente no time", afirmou.

"Acredito que este será um campeonato duro, mas bonito. Serão 12 baterias em seis etapas e o mais importante é ser inteligente. Estou melhor fisicamente e conto com toda a experiência acumulada do ano passado. Por isto, me considero um candidato forte para brigar pelo título deste ano", apostou Jetro.

A 60 quilômetros de casa, Marcello 'Ratinho' é um profundo conhecedor da pista e quer tirar vantagem disso para começar bem. "Estou focado em fazer uma boa prova e começar o ano da melhor forma possível. Conheço a pista, que tem chão duro e um pouco de areia, mas houve mudanças no circuito. A MX1 sempre é a classe mais disputada e o nível é muito forte, qualquer piloto pode vencer", afirmou.


A Kawasaki de Marcello Ratinho aguardando o momento de ir pra pista

O mineiro Antônio Balbi Júnior é um dos mais experientes na categoria principal. "Fazem 18 anos da minha estreia como profissional, estou treinado e motivado a buscar um bom resultado", disser competidor da Pro Tork.

A categoria contará ainda com vários outros destaques no gate, por isso o público pode esperar uma disputa ainda mais acirrada do que a do ano passado.


Área dos boxes em Limeira

Na MX2, o defensor do título é Hector Assunção. "As expectativas são boas. A pista de Limeira é umas das melhores que temos em nosso calendário, gosto muito de andar lá", afirmou o piloto da Honda Móbil.

A equipe chega também com Gustavo Pessoa, que integra o time pela primeira vez. "Estou bastante animado para correr esta etapa. A rotina de trabalho e treinamento na equipe tem sido muito legal. Sempre treinamos juntos e, por isso, a evolução é conjunta. Espero fazer o melhor e ser competitivo durante todo o fim de semana."

Frederico Spagnol é um piloto que vem da Júnior para estrear entre as 250cc. "Minha expectativa é grande pois receber a abertura do Brasileiro do lado de casa me deixa bastante empolgado. A pista recebeu alterações e ainda não conhecemos o circuito, por isso, quero treinar bem para me classificar e dentro da prova a meta é sempre ser um dos dez primeiros. Vou dar o meu melhor para isso e no decorrer do ano quero ganhar mais experiência e velocidade com a 250cc para terminar o mais perto possível dos cinco melhores do País", projeta o piloto da ASW Yamaha Subs27.


Corridas das categorias MX1, MX2 e Júnior serão disputadas no domingo

Rodrigo Lama e Léo Souza são os representantes da Escuderia X na MX2. Para Lama, que está chegando na equipe agora, o tempo de preparação foi curto, mas isso não deve atrapalhar seu desempenho. "Não tive uma pré-temporada completa, por ter fechado contrato tarde, mas estou bem confiante. Me dediquei bastante no pouco tempo de treino que tive. Nesta primeira etapa, pretendo fazer uma boa prova, usar bastante a cabeça, porque o campeonato é longo, e tenho o objetivo de terminar entre os cinco melhores pilotos."

O jovem Enzo Lopes, da KTM Brasil, quer trazer a experiência das competições disputadas fora do País para a pista na nova categoria."Minha expectativa é que essa seja uma ótima temporada, com muitas conquistas. Já competi esse ano com alguns dos meus adversários da MX2 e meus resultados foram melhores do que esperava, tendo em vista a mudança de categoria", contou o gaúcho. "Espero lugar pelo pódio em todas as etapas do Brasileiro", completou.

Dudu Lima, assim como seu irmão Ratinho, também quer aproveitar o fato de estar tão perto de casa. "É muito bom poder correr praticamente em casa, treino bastante em Limeira e terei o apoio da família e dos amigos. Todo mundo vai para a pista para vencer, e este é o meu objetivo também. Eu já ganhei algumas corridas esse ano, o que me deixa mais forte para a abertura do Brasileiro", comentou.

A classe terá também Pepê Bueno, Lucas Caetano, João Ribeiro, Fábio dos Santos e Anderson Amaral, entre outros destaques.


MX3 será única corrida válida pelo campeonato nacional realizada no sábado

Na MX3, a Escuderia X contará com o gaúcho Duda Parise e o curitibano Ricardo Franzini. "Estou bem treinado e feliz por voltar a correr o Brasileiro. As etapas que já disputei no Gaúcho nesta pré-temporada me ajudaram a ver onde devo melhorar, tudo está somando. Estou bem preparado e feliz. Sigo confiante em fazer uma corrida legal", garantiu Duda.

A classe terá ainda um pelotão de pilotos da Pro Tork Racing Team como Mariana Balbi, Willian Guimarães, Milton Becker e Vagner Lachi. Paulo Stedile também estava se preparando para retornar à categoria, mas segue em recuperação de um acidente e não poderá competir nesta etapa.

Pilotos como Richard Berois e Erivelto Nicoladelli também devem estar no gate entre os veteranos, a grande ausência será do atual campeão Davis Guimarães que deixou de competir.

A garotada da Júnior também promete boas disputas. Um dos favoritos, entre tantos, é Renato Paz, o Muguinho, que venceu a última etapa do ano passado e chega mais experiente nesta temporada. "Estou muito focado, treinando bastante, tanto fisicamente quanto com a moto. Quero brigar pelo título neste ano", diz o paulista da Yamaha Geração.

Para assistir as provas ao vivo acesse o link: http://www.motox.com.br/motoxtv/web/live.aspx?idclipe=42

Confira a programação do evento:

Sábado (16/05) - Vistoria técnica das 7h30 às 8h
Treinos livres

8h10 às 8h25 - Intermediária Paulista
8h35 às 8h50 - Nacional A/B Paulista
9h às 9h20 - MX3 - Brasileiro/Paulista
9h30 às 9h50 - Junior - Brasileiro/Paulista
10h às 10h30 - MX1 - Brasileiro/Paulista
10h40 às 11h10 - MX2 - Brasileiro/Paulista

Treinos cronometrados
11h20 às 11h35 - Intermediária Paulista
11h45 às 12h - Nacional A/B Paulista
Manutenção
13h às 13h20 - MX3 - Brasileiro/Paulista
13h30 às 13h50 - Junior - Brasileiro/Paulista
14h às 14h30 - MX1 - Brasileiro/Paulista
14h40 às 15h10 - MX2 - Brasileiro/Paulista
Provas
15h40 - MX3 - 20min. + 2 voltas
16h10 - Intermediária Paulista - 15min. + 2 voltas
16h40 - Nacional A/B Paulista - 15min. + 2 voltas
17h - Pódio

Domingo (17/05)
Warm up

9h às 09h20 MX2
9h30 às 9h50 MX1
10h às 10h15 Júnior
Provas
11h30 - MX2 - 1ª Bateria - 30min. + 2 voltas
12h20 - MX1 - 1ª Bateria - 30 min. + 2voltas
13h10 - Junior - 20 min. + 2 voltas
13h40 - Pódio categoria: Júnior
14h - Cerimonial
14h30 - MX2 - 2ª Bateria - 30min. + 2 voltas
15h10 - Pódio categoria: MX2
15h50 - MX1 - 2ª Bateria - 30min. + 2 voltas
16h45 - Pódio categoria: MX1

*Programação sujeita a alterações








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet