X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Motocross Internacional

Português de Motocross - Final - Vieira do Minho
Publicado em: 03/07/2014
Clique e saiba mais

Rui Gonçalves concilia participação no Mundial com a conquista dos principais títulos em seu país
Redação MotoX.com.br - Fotos: Hélder Sousa

Paulo Alberto, atual campeão brasileiro da MX2, brilha de 450 na terra natal
 

Rui Gonçalves conquistou os títulos da Elite e MX1 em Portugal

Portugal é um país onde vários dos principais pilotos do cenário off-road estão espalhados em competições internacionais pelo mundo. Isto ocorre no rali, no enduro e também no motocross. Quando eles se juntam em solo nacional, engrandecem a disputa, e foi o que aconteceu durante a última etapa do Campeonato Português de Motocross, neste fim de semana, em Vieira do Minho. O grande destaque da competição foi Rui Gonçalves, piloto da MXGP no Mundial de Motocross, que em casa já havia conquistado o título antecipado da categoria Elite na etapa anterior e, agora, faturou também a MX1.


Paulo Alberto, atual campeão brasileiro da MX2, brilhou na prova acelerando uma 450

Outro piloto que também foi destaque da prova é bem conhecido deste lado do oceano: o baixinho Paulo Alberto, atual campeão brasileiro da classe MX2, que representa a equipe Honda, Mobil, IMS. Paulo voltou mais uma vez às origens (veja também a sua participação na segunda etapa), aproveitando que as competições por aqui estão paradas por conta da Copa do Mundo, e acelerou uma 450 garantindo a segunda posição na categoria Elite. Esta classe, realizada em bateria única, reúne os pilotos da MX1 e da MX2 na mesma corrida que é a mais aguardada pelos fãs. A temporada, que rendeu o caneco para Gonçalves, teve Hugo Basaúla como vice-campeão, seguido por Hugo Santos, Miguel Gaboleiro e Sandro Peixe.


Sandro Peixe, tricampeão português da MX2, vestido com seu conjunto da marca brasileira Circuit

Na MX1, disputada em duas baterias, Paulo também ficou atrás somente de Rui Gonçalves, que fechou a categoria com mais uma vitória. Na prova decisiva, Hugo Santos vinha em terceiro, quando sofreu uma queda e passou a posição para Miguel Gaboleiro. Pedro Carvalho foi o quarto e Hugo Basaúla, outro piloto que já fez bonito competindo no Brasil, foi o quinto. Rui, que conseguiu conciliar o Campeonato Português com o Mundial, também chegou ao fim da temporada sem perder nenhuma etapa na MX1. As outras colocações do campeonato mantiveram quase a mesma sequência da Elite. Hugo Basaúla foi o segundo, Hugo Santos o terceiro, Miguel Gaboleiro o quarto, mas desta vez, Carlos Alberto ficou com a quinta posição.


Hugo Basaúla é o vice-campeão do país nas categorias Elite e MX1

Na disputa da MX2, Pedro Carvalho não teve dificuldades para vencer, mesmo com Sandro Peixe sempre próximo na vice-liderança, o que lhe garantiu pontos suficientes para faturar o campeonato. O terceiro posto ficou com Fábio Maricato, que não foi incomodado em nenhum momento. Daniel Pinto venceu a disputa com Jorge Maricato pelo quarto lugar. Com este resultado, Sandro Peixe conquistou pela terceira vez o título da categoria. Pedro Carvalho foi o concorrente mais direto e ficou com o vice-campeonato. O terceiro lugar foi para Fábio Maricato, o quarto para Jorge Maricato e o quinto para Daniel Pinto.

A temporada terminou com gates cheios em um circuito muito interessante, repleto de saltos, subidas e descidas, por isso vale a pena conferir os vídeos abaixo, que mostram os melhores momentos do evento.
Vídeos (clique nas imagens para assistir):







Resultados da etapa

Elite
1. Rui Gonçalves
2. Paulo Alberto
3. Miguel Gaboleiro
4. Hugo Santos
5. Pedro Carvalho

MX1 (Soma das baterias)
1. Rui Gonçalves
2. Paulo Alberto
3. Hugo Santos
4. Hugo Basaúla
5. Miguel Gaboleiro

MX2 (Soma das baterias)
1. Pedro Carvalho
2. Fábio Maricato
3. Jorge Maricato
4. André Marques
5. Gonçalo Prudêncio

MX2 Júnior
1. Jorge Maricato
2. Ricardo Freire
3. Óscar Downer
4. Carlos Moreira

Classificação final do campeonato

Elite
1. Rui Gonçalves (Yamaha), 100
2. Hugo Basaúla (Kawasaki), 86
3. Hugo Santos (KTM), 76
4. Miguel Gaboleiro (Yamaha), 70
5. Sandro Peixe (Yamaha), 67
6. Pedro Carvalho (Kawasaki), 66

MX1
1. Rui Gonçalves (Yamaha), 225
2. Hugo Basaúla (Kawasaki), 194
3. Hugo Santos (KTM), 170
4. Miguel Gaboleiro (Yamaha), 148
5. Carlos Alberto (Honda), 144
6. João Gomes (Suzuki), 118

MX2
1. Sandro Peixe (Yamaha), 207
2. Pedro Carvalho (Kawasaki), 204
3. Fábio Maricato (Kawasaki), 161
4. Jorge Maricato (KTM), 152
5. Daniel Pinto (Kawasaki), 144
6. André Marques (Yamaha), 137

MX2 Júnior
1. Jorge Maricato (KTM), 100
2. Ricardo Freire (Suzuki), 84
3. Óscar Downer (Honda), 84
4. Carlos Moreira (Honda), 70
5. Gonçalo Gil (Husqvarna), 55
6. Diogo Gil (KTM), 50







© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet