X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Mundial de Motocross

Motocross das Nações 2010 - Lakewood - Estados Unidos
Publicado em: 30/09/2010

Estados Unidos vence o Nações pela 21ª vez
Redação MotoX.com.br - Lucídio Arruda


E o Motocross das Nações voltou aos Estados Unidos em 2010, confirmando o plano da promotora Youthstream de realizar o evento lá de três em três anos. Como sempre, a competição não deixou o drama de lado com intensas batalhas regadas a orgulho nacional e patriotismo.

Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 435 Fotos!

Sem perder desde 2005, os norte-americanos alinharam como favoritos. Os EUA venceram praticamente um terço das edições do evento, com um reinado que se iniciou em 1981. De lá para cá o país não venceu por 9 ocasiões quando o título ficou 5 vezes com a Bélgica, 2 vezes com a Itália (uma delas em 1999 no Brasil), 1 vez com a Inglaterra e 1 vez com a França (em 2001, quando a equipe norte-americana não competiu devido ao ataque de 11 de setembro).

Algumas mudanças de última hora agitaram as escalações de alguns países. David Philippaerts se machucou e abriu mão da vaga na equipe italiana, sendo substituido por Alessandro Lupino. Pela França, Christophe Pourcel ficou de molho e Gautier Paulin tomou seu lugar competindo com a moto de Philippaerts - já que os dois correm pela mesma marca no mundial -, aproveitando que ela já estava à caminho dos EUA. 

No time brasileiro Anderson Cidade, que estava nos Estados Unidos e iria apenas assistir ao evento, foi convocado em cima da hora para substituir Marcello Ratinho e Thales Vilardi, pois ambos se contundiram no Brasileiro de Motoross em Nova Friburgo, RJ.

A pista no circuito de Thunder Valley recebeu um tratamento com 800 caminhões de areia, para amaciar e evitar a poeira no terreno duro. O traçado era recheado de grandes saltos, bem ao gosto norte-americano, com destaque para um enorme quádruplo em subida.

Nas classificatórias o time da casa garantiu o primeiro lugar. Mesmo com a principal estrela Ryan Dungey (4º no sábado) perdendo a esperada disputa inicial para Antônio Cairoli na bateria da MX1, Andrew Short (Open) e Trey Canard (MX2) garantiram a primeira escolha do gate para as finais de domingo.

O time brasileiro classificou-se direto para as finais graças, principalmente, ao desempenho de Antônio Jorge Balbi que conquistou um excelente 6º lugar na classe Open.


Antônio Jorge Balbi Jr.

1ª Bateria - MX1 + MX2


Ryan Dungey


Antônio Cairoli
No Nações a ordem de entrada para o gate é da equipe, não dos pilotos. A primeira seleção escolhe a 1ª e a 21ª vagas, e o restante vai na respectiva sequência. Assim a maioria das seleções deu preferência aos pilotos da classe MX2 na tentativa de relevar um pouco a falta de potência dos motores menores na alta altitude.

O espanhol Jonathan Barragan foi o mais rápido na largada e liderou até a segunda volta quando perdeu a liderança para Dungey. O público norte-americano foi à loucura.

Cairoli veio forte na bateria e acompanhou Dungey de perto por várias voltas. O ataque do italiano foi encerrado quando ele encaixou errado uma aterrisagem no enorme salto quádruplo. Depois disso Cairoli não foi mais capaz de apertar o rival, com a distância ficando ao redor dos 6 segundos.

O australiano Bret Metcalfe superou Barragan pela terceira posição e o francês Gautier Paulin ficou com o 5º lugar. Entre os pilotos da MX2 o alemão Ken Roczen surpreendeu o público presente no circuito de Thunder Valley com a 6ª posição. O próximo piloto da MX2 foi Trey Canard "apenas" no 12º lugar depois de uma péssima largada.


Trey Canard


Clement Desalle
Para os brasileiros a primeira bateria não foi das melhores. Pipo teve problemas com o rendimento de sua motocicleta completando a bateria na 34ª posição. 

Já Anderson Cidade chegou a ocupar o 29º posto, mas sofreu uma queda a poucas voltas do final e teve de completar as últimas passagens com a moto bastante avariada, ficando com o 35º lugar.

Entre os times principais a França viu suas esperanças de titulo começarem a afundar quando Marvin Musquin (que era o primeiro na MX2) abandonou com problemas na injeção da moto.

Após a bateria o time dos Estados Unidos aparecia na frente com 13 pontos seguido de Alemanha e Bélgica com 20, Austrália com 21 e Itália com 22. Lembrando que o pior resultado de cada time seria descartado ao final do dia.

2ª Bateria - MX2 + Open


Ben Townley


Ken Roczen
Na segunda largada Andrew Short saiu na frente com o o neozelandês Ben Townley logo atrás. Com a primeira volta completa a surpresa era o terceiro colocado Ken Roczen voando baixo com sua Suzuki 250.

Mas o alemãozinho estava com a faca entre os dentes e surpreendeu ainda mais ao superar os dois pilotos de 450 à sua frente.

Logo em seguida Townley acertou Short em cheio numa curva, praticamente colocando o norte-americano a nocaute, e ele demorou muito para voltar à competição.

A liderança de Roczen durou apenas 3 voltas. Logo Townley retomou o controle da bateria. Já ao final Roczen perdeu a segunda posição para o norte-americano Kyle Regal, que correu representando as cores de Porto rico, assim como Zach Osborne cuja a seleção foi completada pelo "nativo" Christian Ruiz.

Clement Desalle (Bélgica) foi o 4º colocado e Max Nagl (Alemanha) o 5º. Dean Wilson (Inglaterra) foi o 6º e Trey Canard o 7º.  Short recuperou-se até o 13º lugar.

Jorge Balbi ficou com a 12ª posição (o melhor resultado brasileiro no evento) e Pipo Castro com a 32ª. Após a bateria a Alemanha liderava a tabela com 28 pontos, a frente de Estados Unidos com  33 e Bélgica com 34.

3ª bateria - MX1 + Open


Gautier Paulin

Nervos à flor da pele para a largada da bateria decisiva. E quando caiu o gate os donos da casa conseguiram o mais importante: largar com os dois pilotos na frente. A dúvida sobre as condições de Andrew Short se desfizeram logo no início. O piloto fez o holeshot e liderou as três primeiras voltas, quando fez sinal para seu companheiro Dungey assumir a liderança.

Short então foi atacado novamente por Ben Townley e cedeu a posição evitando a possibilidade de outro contato agressivo. Entretanto o neozelandês caiu sozinho voltas depois, abandonando a prova.

Com os norte-americanos na frente as chances das demais equipes foram se esvaindo. Max Nagl caiu logo na primeira volta e abandonou acabando com as possibilidades alemãs. A Bélgica, com Ramon em 6º e Desalle em 3º assumiu a segunda posição.

Cairoli terminou na 4ª posição após uma largada fora dos dez primeiros. Em quinto chegou Bret Metcalfe. Pelo time brasileiro Jorge Balbi recebeu a bandeirada em 17º e Anderson Cidade em 28º. O resultado deixou o Brasil com a 18ª posição final.


Andrew Short

Em 2011 o Motocross das Nações está programado para o circuito de St. Jean D'angely, na França.


Resultados

Pos Country Points Race Nr Piloto Bike Class
1 USA 23
1 Race 3 1 DUNGEY, Ryan Suzuki MX1
1 Race 1 1 DUNGEY, Ryan Suzuki MX1
2 Race 3 3 SHORT, Andrew Honda Open
7 Race 2 2 CANARD, Trey Honda MX2
12 Race 1 2 CANARD, Trey Honda MX2
13 Race 2 3 SHORT, Andrew Honda Open
2 Belgium 30
3 Race 3 9 DESALLE, Clement Suzuki Open
4 Race 2 9 DESALLE, Clement Suzuki Open
6 Race 3 7 RAMON, Steve Suzuki MX1
7 Race 1 7 RAMON, Steve Suzuki MX1
10 Race 2 8 VAN HOREBEEK, Jeremy Kawasaki MX2
13 Race 1 8 VAN HOREBEEK, Jeremy Kawasaki MX2
3 Germany 44
3 Race 2 11 ROCZEN, Ken Suzuki MX2
5 Race 2 12 NAGL, Maximilian KTM Open
6 Race 1 11 ROCZEN, Ken Suzuki MX2
14 Race 1 10 SCHIFFER, Marcus Suzuki MX1
16 Race 3 10 SCHIFFER, Marcus Suzuki MX1
39 Race 3 12 NAGL, Maximilian KTM Open
4 Great Britain 45
6 Race 2 14 WILSON, Dean Kawasaki MX2
8 Race 2 15 ANDERSON, Brad Honda Open
8 Race 1 14 WILSON, Dean Kawasaki MX2
11 Race 3 15 ANDERSON, Brad Honda Open
12 Race 3 13 NICHOLLS, Jake KTM MX1
37 Race 1 13 NICHOLLS, Jake KTM MX1
5 Italy 50
2 Race 1 16 CAIROLI, Antonio KTM MX1
4 Race 3 16 CAIROLI, Antonio KTM MX1
9 Race 2 18 MONNI, Manuel Yamaha Open
15 Race 3 18 MONNI, Manuel Yamaha Open
20 Race 1 17 LUPINO, Alessandro Yamaha MX2
25 Race 2 17 LUPINO, Alessandro Yamaha MX2
6 Australia 54
3 Race 1 19 METCALFE, Brett Honda MX1
5 Race 3 19 METCALFE, Brett Honda MX1
10 Race 3 21 MARMONT, Jay Yamaha Open
18 Race 2 21 MARMONT, Jay Yamaha Open
18 Race 1 20 FERRIS, Dean Honda MX2
27 Race 2 20 FERRIS, Dean Honda MX2
7 France 71
5 Race 1 4 PAULIN, Gautier Yamaha MX1
7 Race 3 6 BOOG, Xavier Kawasaki Open
9 Race 3 4 PAULIN, Gautier Yamaha MX1
11 Race 2 6 BOOG, Xavier Kawasaki Open
39 Race 1 5 MUSQUIN, Marvin KTM MX2
40 Race 2 5 MUSQUIN, Marvin KTM MX2
8 New Zealand 90
1 Race 2 33 TOWNLEY, Ben Honda Open
11 Race 1 31 COPPINS, Joshua Aprilia MX1
14 Race 3 31 COPPINS, Joshua Aprilia MX1
29 Race 1 32 GROOMBRIDGE, Brad Honda MX2
35 Race 3 33 TOWNLEY, Ben Honda Open
36 Race 2 32 GROOMBRIDGE, Brad Honda MX2
9 Portugal 94
9 Race 1 37 GONCALVES, Rui KTM MX1
13 Race 3 37 GONCALVES, Rui KTM MX1
21 Race 3 39 CORREIA, Luis Yamaha Open
22 Race 2 39 CORREIA, Luis Yamaha Open
29 Race 2 38 BASAULA, Hugo Suzuki MX2
31 Race 1 38 BASAULA, Hugo Suzuki MX2
10 Puerto Rico 99
2 Race 2 78 REGAL, Kyle Honda Open
14 Race 2 77 OSBORNE, Zach Yamaha MX2
15 Race 1 77 OSBORNE, Zach Yamaha MX2
32 Race 3 76 RUIZ, Christian Honda MX1
36 Race 3 78 REGAL, Kyle Honda Open
36 Race 1 76 RUIZ, Christian Honda MX1
11 Switzerland 102
8 Race 3 30 TONUS, Arnaud Suzuki Open
16 Race 2 30 TONUS, Arnaud Suzuki Open
22 Race 3 28 WICHT, Gregory Honda MX1
28 Race 2 29 GUILLOD, Valentin KTM MX2
28 Race 1 29 GUILLOD, Valentin KTM MX2
40 Race 1 28 WICHT, Gregory Honda MX1
12 Austria 109
17 Race 1 67 WALKNER, Matthias KTM MX1
18 Race 3 67 WALKNER, Matthias KTM MX1
24 Race 2 68 RAUCHENECKER, Pascal KTM MX2
24 Race 1 68 RAUCHENECKER, Pascal KTM MX2
26 Race 3 69 SCHMIDINGER, Günter Suzuki Open
38 Race 2 69 SCHMIDINGER, Günter Suzuki Open
13 Spain 115
4 Race 1 34 BARRAGAN, Jonathan Kawasaki MX1
21 Race 2 36 LOZANO, Alvaro Yamaha Open
22 Race 1 35 BUTRON, Jose Antonio Suzuki MX2
31 Race 3 36 LOZANO, Alvaro Yamaha Open
37 Race 3 34 BARRAGAN, Jonathan Kawasaki MX1
39 Race 2 35 BUTRON, Jose Antonio Suzuki MX2
14 Finland 116
19 Race 2 53 KULLAS, Harri Yamaha MX2
19 Race 1 53 KULLAS, Harri Yamaha MX2
25 Race 3 52 ERIKSSON, Toni KTM MX1
26 Race 1 52 ERIKSSON, Toni KTM MX1
27 Race 3 54 SÖDERBERG, Jon KTM Open
31 Race 2 54 SÖDERBERG, Jon KTM Open
15 Estonia 118
10 Race 1 22 LEOK, Tanel Honda MX1
20 Race 3 22 LEOK, Tanel Honda MX1
26 Race 2 24 KRESTINOV, Gert Kawasaki Open
27 Race 1 23 RÄTSEP, Priit Honda MX2
35 Race 2 23 RÄTSEP, Priit Honda MX2
38 Race 3 24 KRESTINOV, Gert Kawasaki Open
16 Canada 119
17 Race 2 81 KEAST, Kyle Honda Open
21 Race 1 79 MEDAGLIA, Jeremy KTM MX1
23 Race 3 81 KEAST, Kyle Honda Open
25 Race 1 80 BENOIT, Kaven KTM MX2
33 Race 2 80 BENOIT, Kaven KTM MX2
17 Latvia 121
16 Race 1 50 KARRO, Matiss Suzuki MX2
20 Race 2 50 KARRO, Matiss Suzuki MX2
23 Race 1 49 STEINBERGS, Ivo Honda MX1
29 Race 3 49 STEINBERGS, Ivo Honda MX1
33 Race 3 51 FREIBERGS, Lauris Honda Open
37 Race 2 51 FREIBERGS, Lauris Honda Open
18 Brazil 123
12 Race 2 42 BALBI, Antonio Kawasaki Open
17 Race 3 42 BALBI, Antonio Kawasaki Open
28 Race 3 40 CIDADE, Anderson Kawasaki MX1
32 Race 2 41 CASTRO, Cristopher Kawasaki MX2
34 Race 1 41 CASTRO, Cristopher Kawasaki MX2
35 Race 1 40 CIDADE, Anderson Kawasaki MX1
19 Japan 128
15 Race 2 132 ATSUTA, Yoshitaka Suzuki Open
19 Race 3 132 ATSUTA, Yoshitaka Suzuki Open
30 Race 2 131 MIHARA, Takuya Kawasaki MX2
30 Race 1 131 MIHARA, Takuya Kawasaki MX2
34 Race 3 130 NARITA, Akira Yamaha MX1
38 Race 1 130 NARITA, Akira Yamaha MX1
20 Ireland 142
23 Race 2 48 CROCKARD, Gordon Kawasaki Open
24 Race 3 48 CROCKARD, Gordon Kawasaki Open
30 Race 3 46 EDMONDS, Stuart TM MX1
32 Race 1 47 BARR, Martin Honda MX2
33 Race 1 46 EDMONDS, Stuart TM MX1
34 Race 2 47 BARR, Martin Honda MX2

 
Para os resultados completos por bateria Clique Aqui.






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet