X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Notícias > Últimas Notícias

Mundial: Covington, Lupino e Vlaanderen na Yamaha, Bobryshev com Husqvarna
Publicado em: 07/11/2019

Gebben van Venrooy deixa a Kawasaki e torna-se satélite da Yamaha. Bobryshev foca no Britânico de Motocross
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Divulgação

E as vagas restantes no Mundial de Motocross continuam sendo anunciadas.


Gebben Van Venrooy Yamaha, com Alessando Lupino (à direita)

A equipe Gebben van Venrooy, que até esta temporada de 2019 competia com Kawasaki, torna-se equipe satélite da Yamaha. O time terá três pilotos de peso na classe MXGP e oficialmente passa a se chamar Gebben Van Venrooy Yamaha Supported MXGP Team.

 O italiano Alessandro Lupino, piloto já ligado à equipe, permanece no esquema, agora com as motos azuis. O veterano de 29 anos fará sua quinta temporada na categoria ao lado de dois estreantes. 

O norte-americano Thomas Covington retorna ao Mundial após uma primeira temporada profissional frustrante em sua terra natal. Vencedor de quatro GPs na MX2, Covington, 24 anos, fará seu primeiro campeonato equipado com uma 450.

Completando a equipe temos o sul-africano de dupla cidadania Calvin Vlaanderen, recém coroado campeão no Motocross das Nações pela Holanda. Vlaanderen é mais um dos pilotos obrigados a subir de categoria pela regra limite de 23 anos. Além do Nações, o piloto conquistou quatro pódios em sua temporada de despedida da MX2.

Alessandro Lupino: "Estou muito feliz por voltar à Yamaha. Fiz minha estréia no Campeonato Mundial na marca e fui parte da família Yamaha por muitos anos, por isso é muito bom estar de volta em uma moto, especialmente com esta equipe, porque eles trabalharam tanto nos últimos dois anos que eu estive com eles. A equipe começou pequena e melhorou ano após ano, por isso estou feliz que no próximo ano vamos nos alinhar com uma equipe muito forte. Acho que com meus colegas de equipe Thomas Covington e Calvin Vlaanderen, podemos fazer muito pelo time, e sei que eles farão muito por nós. Estou ansioso para treinar com eles e acho que será uma temporada ótima e divertida."

Thomas Covington: "Estou super empolgado por voltar ao MXGP para a temporada 2020. Especialmente com uma grande equipe como Gebben Van Venrroy, com o apoio da Yamaha. Estou ansioso por um novo começo para mostrar o que posso fazer na classe rainha"

Calvin Vlaanderen: “Estou muito empolgado por ter assinado com a equipe Gebben Van Venrooy Yamaha Supported MXGP Team em 2020 e fico extremamente grato por esta oportunidade. Estou realmente motivado a subir para as 450cc e, embora tudo seja novo para mim e seja definitivamente um ano de aprendizado, sinto que tive algumas experiências incríveis na MX2 que posso levar para a classe maior e me sinto apto a conquistar bons resultados. A equipa é fantástica e extremamente motivada, especialmente com a mudança para a Yamaha, e sinto-me bem com isso. Sei que trabalharemos muito para a próxima temporada.”



Evgeny Bobryshev na PAR Homes RFX Husqvarna


Evgeny Bobryshev correrá apenas os GPs europeus do Mundial de Motocross 2020

O ex-piloto oficial da Honda HRC, após dois anos com o time privado BOS GP, foi acolhido pelo time britânico Par Homes RFX Husqvarna. Infelizmente a equipe participará apneas das etapas europeias, o que limitará as chances do russo completar o ano entre os 10 primeiros.

O foco da RFX Husqvarna será o Britânico de Motocross, onde Bobryshev já conquistou dois títulos, em 2010 e 2018.

Evgeny Bobryshev: "Tenho o prazer de voltar a trabalhar com Neil (Prince, Chefe de Equipe)  novamente na PAR Homes RFX Racing, temos um bom relacionamento, pois nos conhecemos há muito tempo.  Trabalhamos juntos em 2018, quando venci o Campeonato Britânico, conheço seu modo de trabalho e sei que a organização será adequada a mim em 2020. É minha primeira vez com um fabricante europeu em minha carreira, então será uma experiência totalmente nova para mim. Ouvi coisas boas sobre o Husqvarna FC 450. De volta ao Reino Unido, meu o objetivo é reconquistar o título britânico novamente. Acredito que que Campeonato Britânico terá um dos elencos de pilotos mais forte do que nunca, o que tornará algumas corridas realmente interessantes e acredito que faremos um grande espetáculo."








© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet