X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Notícias > Últimas Notícias

Moto Honda da Amazônia anuncia investimento de 500 milhões de reais no Brasil
Publicado em: 19/02/2019

Empresa prevê aportes desta ordem até 2021; Iniciativa visa a modernização de sua fábrica de motocicletas em quesitos como tecnologia e logística
Redação MotoX.com.br - Fotos: Divulgação Honda South America

Nesta terça-feira (19), a Moto Honda da Amazônia divulgou um plano de investimentos da ordem de 500 milhões de reais em sua unidade em Manaus. Confira mais detalhes abaixo, no comunicado oficial da empresa.


Moto Honda da Amazônia anuncia plano de investimentos em sua unidade produtiva no Brasil


Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America; Wilson Lima, Governador do Estado do Amazonas; e Alfredo de Menezes Júnior, Superintendente da Suframa

Pautada por seu compromisso global com a inovação e com a entrega de produtos da mais alta qualidade a seus clientes, a Moto Honda da Amazônia anuncia hoje (19/02) um novo ciclo de investimentos em sua operação no Brasil.

A empresa prevê aportes na ordem de 500 milhões de reais, a serem realizados até 2021, que visam a modernização de sua unidade fabril, a fim de tornar a Moto Honda referência em produtividade.

Com este objetivo, será realizada uma completa transformação na cadeia produtiva, que irá proporcionar maior eficiência, melhorias significativas em logística e avanços tecnológicos que, juntos, irão contribuir para o aumento da competitividade da empresa.

"A Moto Honda da Amazônia é uma empresa tradicional no segmento duas rodas, atuante no Brasil desde 1971. Em 48 anos, acompanhamos o amadurecimento deste mercado e, claro, do público consumidor que está cada vez mais exigente em quesitos como design, segurança, tecnologias amigáveis ao meio ambiente e preço. Assim, estamos fortalecendo a nossa eficiência no processo produtivo para continuarmos satisfazendo nossos consumidores e obtendo a competitividade internacional em um segmento cada vez mais concorrido e globalizado", comenta Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America.
 
Modernização

Renovação de equipamentos, construção de novos prédios, reposicionamento de linhas produtivas e melhoria dos postos de trabalho estão entre as ações que serão implementadas na fábrica nos próximos três anos com o objetivo de tornar a Moto Honda ainda mais eficiente.

Para se obter um fluxo produtivo mais interligado e com menor movimentação, algumas áreas da empresa serão realocadas. A iniciativa terá início com o agrupamento dos processos para a fabricação de motores, a partir da transferência da fundição, da usinagem, da pintura alumínio e da montagem dos motores para uma nova estrutura predial, inaugurando, assim, a Fábrica de Motores.

A primeira área a ser transferida será a fundição, cujo novo galpão já está construído e possui 13.852 mil metros quadrados. A partir do segundo semestre deste ano ocorrerá a transferência do processo de usinagem, também para um novo local, com 11.928 metros quadrados, que está em obras no momento. Já a transferência da pintura alumínio e da nova montagem dos motores, que também ganharão novos prédios, deverá estar concluída até 2020.

Da mesma forma, simultaneamente à Fábrica de Motores, será conduzida a modernização de toda a cadeia produtiva da Moto Honda da Amazônia, incluindo a montagem de motocicletas, a produção do chassi, a produção de peças plásticas, os processos de soldagem e pintura dos tanques, além dos departamentos de embalagem e expedição.
"Estamos engajados em tornar a Moto Honda referência em produtividade. Promoveremos melhorias em maquinário, com novos robôs e processos mais atualizados. Esta iniciativa irá proporcionar maior flexibilidade e rapidez à nossa operação para superar cada dia mais as expectativas de nossos clientes", explica Júlio Koga, Vice-presidente Industrial da Moto Honda da Amazônia.


Plano prevê investimento de 500 milhões de reais até 2021

Esta transformação também terá impacto direto no ambiente de trabalho dos colaboradores que atuam nas áreas fabris. Serão promovidas reformas prediais que trarão mais conforto às equipes, com ambientes climatizados, mais amplos e arejados, e acordo com os mais modernos e rigorosos padrões de ergonomia, saúde e segurança do trabalho. Além disso, a fábrica estará ainda mais adequada do ponto de vista ambiental, a partir do uso da luz natural e do reaproveitamento de água.

Sobre a Moto Honda da Amazônia

Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil.

Desde então, a unidade já produziu mais de 24 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros. Com 42 anos de história em Manaus, a Moto Honda da Amazônia é hoje a maior e mais verticalizada fábrica de motos da Honda em todo o mundo, além de ser uma das maiores do Polo Industrial de Manaus (PIM) e um dos centros de produção mais representativo das Américas.

Como uma companhia sólida e que acredita no potencial do mercado brasileiro, mantém investimentos em infraestrutura, capacitação de pessoal, desenvolvimento de novas tecnologias e inovação, além da modernização constante de seu line up, buscando constantemente alternativas para elevar a competitividade e fortalecer a verticalização. Tudo isso para garantir produtos da mais alta qualidade a seus milhares de clientes: hoje a Moto Honda possui 80% de participação no mercado de motocicletas no Brasil.

Na planta de Manaus são fabricados os principais componentes, além das ferramentas e dispositivos necessários para a produção de motocicletas. Entre os componentes fabricados estão: rodas de alumínio, rodas de aço, carcaça do motor, escapamento, assento, chassi, tubos de aço, camisa do cilindro do motor, tanque de combustível e peças plásticas.
 
Depois de finalizados, 100% dos produtos passam por testes e inspeções, que são realizados em laboratórios de última geração e em uma pista de testes que simula os diversos terrenos encontrados pelo País, com o objetivo de garantir os rigorosos padrões de qualidade, performance e desempenho ambiental estabelecidos pela Honda.




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet