X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Loja Ibox28

JPS Racing

Clique e saiba mais

> Competição > Mundial de Motocross

2018 França - St. Jean d'Angely - 10ª etapa
Publicado em: 14/06/2018

Herlings domina mais uma etapa, mas Cairoli tem chance de recuperação na próxima
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Ray Archer / J. P. Acevedo / Bavo Swijgers


Largada MXGP

Mais uma etapa e mais uma vez assistimos ao domínio de Jeffrey Herlings no Mundial de Motocross. O holandês venceu as duas baterias do MXGP da França, totalizando oito vitórias em 10 etapas, porém a clavícula fraturada durantes os treinos desta semana serão uma obstáculo adicional na busca pelo seu primeiro título com moto 450.

As vitórias nos quatro últimos Motocross da Nações só fizeram crescer a cultura "motocrossística" na França e o circuito de Saint Jean d'Angely passou o final de semana lotado com a presença de mais de 37 mil fãs. Na virada de sábado para domingo uma tempestade preparou o terreno para as provas principais, que começaram com o chão macio e poucos trilhos usáveis e terminaram com chão duro e bastante marcado, mas com maiores opções de traçados.

Corridas


Jeffrey Herlings venceu 8 dos 10 GPs disputados na temporada

Vencedor na classificatória de sábado, Herlings tinha a primeira escolha do gate e surpreendeu alinhado na última vaga externa, do lado de fora da curva. Apesar da maior distância para a curva o terreno mais firme permitiu maior velocidade e a estratégia do holandês funcionou perfeitamente. Conquistou o holeshot, abriu vantagem nas primeiras voltas e daí para frente apenas administrou, reservando energia para a segunda bateria.

Clement Desalle assumiu a segunda posição ainda na primeira volta ao superar Valentin Guillod. Glenn Coldenhoff e Antonio Cairoli seguiram o belga e também superaram o suíço na primeira volta. A primeira metade da bateria foi dramática para Cairoli que, preso atrás do ex-companheiro de equipe, via Desalle e Herlings desaparecem lá na frente.


Antonio Cairoli

Cairoli só superou Coldenhoff na décima volta e demonstrou toda a sua frustração espremendo o holandês em pleno ar com uma entortada pra lá de agressiva. Cairoli ainda alcançou Desalle, mas não conseguiu a ultrapassagem, cruzando a bandeirada a 0.6 segundo, na terceira posição.

Um dos destques da bateria foi Tim Gajser, que conseguiu avançar da oitava para a quarta posição, ultrapassando Coldenhoff a duas voltas do fim.


Tim Gajser

Segunda bateria


Clement Desalle

Na segunda corrida a situação se inverteu, com Cairoli na ponta e Herlings fora dos cinco primeiros na largada. O italiano forçou o ritmo para abrir vantagem, mas confessou que cansou e perdeu ritmo durante os oito minutos finais, permitindo a ultrapassagem de Herlings sem fôlego para contra-atacar.

"Na etapa passada machuquei o joelho e não consegui treinar esta semana. Neste nível que estamos, você sente a diferença se ficar alguns dias sem pilotar. Jeffrey é muito rápido no momento, então você não pode descansar e tem que estar sempre no ritmo", comentou Cairoli.


Romain Febvre

Herlings: "Me atrasei um pouco na segunda largada e tive realmente que lutar pela vitória! Foi difícil porque o Tony tinha uma grande vantagem quando eu ainda estava em terceiro (atrás de Gajser): não foi fácil nesta pista."

Tim Gajser voltou ao pódio com a terceira posição geral na etapa: "Na primeira bateria me choquei com outro piloto na largada e quase caí. Vim de trás para terminar em quarto, o que não foi um mau resultado. A segunda bateria foi muito melhor: pulei bem no gate e fiquei próximo ao líder no início. Corri num bom ritmo por vinte minutos, mas Toni e Jeffrey foram mais rápidos, então eu fiz o meu melhor para manter o terceiro lugar". O esloveno cruzou a bandeirada a 40 segundos de Herlings e 32 de Cairoli.


Glenn Coldenhoff

Jeffrey Herlings fora da próxima etapa


Gautier Paulin

Nesta quarta-feira o líder do campeonato caiu enquanto treinava e fraturou a clavícula. Rolam boatos que teria também lesionado um pulso e fraturado duas costelas, porém o comunicado oficial da KTM confirmou apenas a fratura na clavícula. Herlings passou por cirurgia no mesmo dia para remover uma placa antiga e colocar uma nova. Foi confirmado também que ele não corre neste final de semana em Ottobiano, mas há esperança que esteja em condições de retornar nos dias 30 de junho e 1º de julho quando acontece a primeira das duas etapas na Indonésia. A segunda acontece no final de semana seguinte.

A ausência de Herlings em Ottobiano é uma chance de ouro para Cairoli recuperar possíveis 50 pontos dos 62 que o separam do holandês.

Histórico de lesões


Jeffrey Herlings

Após seu segundo título na MX2 em 2013, Herlings não passou uma temporada sem se lesionar. Em 2013 mesmo, logo após a conquista do titulo deslocou um ombro. Em 2014 liderava com folga o campeonato quando fraturou o fêmur (correndo de oitentinha num evento beneficente promovido por Stefan Everts...). Tentou salvar o título ainda longe de estar recuperado na última etapa no México, mas Jordi Tixier foi o campeão. Em 2015 deslocou a bacia ao ser atropelado após uma queda na República Checa. Em 2016 perdeu algumas etapas por uma fratura na clavícula, mas ainda assim foi campeão. Em 2017, já na MXGP, correu as primeiras etapas com uma mão fraturada em uma prova pré-temporada na Itália.

Herlings postou em seu Instagram que voltará logo e mais forte. Não podemos duvidar dele, mas convém aguardar a data exata de seu retorno e, principalmente, quando vai recuperar o ritmo avassalador que impôs nesta primeira metade da temporada. A real extensão das lesões pode estar sendo omitida pela equipe KTM.

MX2 - Jorge Prado recupera 12 pontos sobre Pauls Jonass


Largada MX2

Na categoria MX2 Jorge Prado foi o vitorioso de domingo. Mesmo sem dominar o GP, o espanhol diminuiu a diferença em relação a Pauls Jonass no campeonato em 12 pontos.

A vitória na primeira bateria coube ao norte-americano Thomas Covington, que fez o holeshot e apenas tratou de evitar a aproximação de seu companheiro na equipe Husqvarna, Thomas Kjer Olsen. De alguma maneira as pistas com canaletas bem definidas se encaixa no estilo de pilotagem de Covington, que faturou outras vitórias em condições similares. Covinton também oficializou na França que deixa o campeonato ao final do ano para voltar a competir em sua terra natal.


Thomas Covington

Prado sofreu uma pequena queda durante a primeira volta e caiu da terceira para a oitava posição, mas de alguma forma conseguiu se recupar rapidamente e na metade da bateria alcançou a terceira posição, ultrapassando o líder do campeonato, Jonass.

Na segunda bateria foi a vez de Jonass marcar o holeshot, apenas para cair algumas voltas depois e recomeçar a corrida fora dos 20 primeiros. Prado herdou a primeira posição e foi até o final acompanhado de perto pelo belga Jago Geerts. Covington roubou a terceira posição de Olsen a três voltas do fim, enquanto Jonass fez uma bela recuperação até a oitava posição.


Jago Geerts

A disputa entre os dois pilotos da KTM deve continuar quente nas próximas etapas, agora com a diferença entre ambos na casa dos 16 pontos.

Nota: o final de semana do venezuelano Anthony Rodriguez foi encurtado ao torcer o tornozelo numa canaleta. Ele decidiu descansar no domingo, mas espera voltar à ação em Ottobiano no próximo fim de semana.


Pódio MX2 com Thomas Covington, Jorge Prado e Thomas Kjer Olsen

Vídeo




Resultados

P Nr MXGP Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 84 Herlings, Jeffrey NED KTM 25 25 50
2 222 Cairoli, Antonio ITA KTM 20 22 42
3 243 Gajser, Tim SLO HON 18 20 38
4 25 Desalle, Clement BEL KAW 22 15 37
5 461 Febvre, Romain FRA YAM 14 18 32
6 259 Coldenhoff, Glenn NED KTM 16 14 30
7 21 Paulin, Gautier FRA HUS 13 16 29
8 91 Seewer, Jeremy SUI YAM 15 13 28
9 777 Bobryshev, Evgeny RUS SUZ 12 12 24
10 24 Simpson, Shaun GBR YAM 10 8 18
11 12 Nagl, Maximilian GER TM 8 9 17
12 22 Strijbos, Kevin BEL KTM 7 6 13
13 77 Lupino, Alessandro ITA KAW 9 4 13
14 92 Guillod, Valentin SUI KTM 11 2 13
15 100 Searle, Tommy GBR KAW 2 10 12
16 89 Van Horebeek, Jeremy BEL YAM 5 7 12
17 128 Monticelli, Ivo ITA YAM 0 11 11
18 99 Anstie, Max GBR HUS 4 5 9
19 141 Desprey, Maxime FRA KAW 6 0 6
20 7 Leok, Tanel EST HUS 0 3 3
21 220 Aranda, Gregory FRA KAW 3 0 3
22 17 Butron, Jose ESP KTM 0 1 1
23 152 Petrov, Petar BUL HON 1 0 1

P Nr MX2 Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 61 Prado, Jorge ESP KTM 20 25 45
2 64 Covington, Thomas USA HUS 25 20 45
3 19 Olsen, Thomas Kjer DEN HUS 22 18 40
4 193 Geerts, Jago BEL YAM 16 22 38
5 1 Jonass, Pauls LAT KTM 18 15 33
6 919 Watson, Ben GBR YAM 12 14 26
7 747 Cervellin, Michele ITA YAM 13 13 26
8 426 Mewse, Conrad GBR KTM 14 12 26
9 10 Vlaanderen, Calvin RSA HON 9 16 25
10 96 Lawrence, Hunter AUS HON 15 8 23
11 66 Larranaga Olano, Iker ESP HUS 8 9 17
12 118 Rubini, Stephen FRA KTM 5 11 16
13 95 Furlotti, Simone ITA YAM 6 10 16
14 70 Fernandez, Ruben ESP KAW 7 7 14
15 46 Pootjes, Davy NED KTM 11 0 11
16 321 Bernardini, Samuele ITA TM 10 0 10
17 101 Pichon, Zachary FRA KTM 0 6 6
18 326 Gilbert, Josh GBR HON 0 5 5
19 297 Gole, Anton SWE YAM 0 4 4
20 75 Roosiorg, Hardi EST KTM 2 2 4
21 98 Vaessen, Bas NED HON 4 0 4
22 945 Bourdon, Anthony FRA HUS 0 3 3
23 172 Van doninck, Brent BEL HUS 3 0 3
24 56 Weltin, Marshal USA HON 1 1 2


P Nr MXGP Nat. Bike Total
1 84 Herlings, J. NED KTM 486
2 222 Cairoli, A. ITA KTM 424
3 25 Desalle, C. BEL KAW 351
4 461 Febvre, Romain FRA YAM 323
5 21 Paulin, G. FRA HUS 296
6 243 Gajser, Tim SLO HON 295
7 259 Coldenhoff, G. NED KTM 267
8 91 Seewer, Jeremy SUI YAM 226
9 89 Van Horebeek, J. BEL YAM 219
10 12 Nagl, M. GER TM 177
11 777 Bobryshev, E. RUS SUZ 163
12 33 Lieber, Julien BEL KAW 162
13 77 Lupino, A. ITA KAW 132
14 99 Anstie, Max GBR HUS 122
15 27 Jasikonis, A. LTU HON 111
16 22 Strijbos, K. BEL KTM 107
17 24 Simpson, Shaun GBR YAM 104
18 141 Desprey, M. FRA KAW 89
19 100 Searle, Tommy GBR KAW 62
20 7 Leok, Tanel EST HUS 57
21 17 Butron, Jose ESP KTM 53
22 6 Paturel, B. FRA KTM 40
23 152 Petrov, Petar BUL HON 36
24 128 Monticelli, I. ITA YAM 29
25 92 Guillod, V. SUI KTM 25
26 55 Irwin, Graeme GBR KTM 19
27 151 Kullas, Harri EST HUS 15
28 920 Valentin, A. ESP HUS 8
29 9 de Dycker, Ken BEL KTM 5
30 28 Salazar, Jetro PER HON 5
31 20 Bengtsson, F. SWE YAM 3
32 85 Ekerold, S. GER KTM 3
33 220 Aranda, G. FRA KAW 3
34 210 Alberto, Paulo POR YAM 2
35 94 Van der Mierden, S. NED YAM 1
P Nr MX2 Nat. Bike Total
1 1 Jonass, Pauls LAT KTM 434
2 61 Prado, Jorge ESP KTM 418
3 19 Olsen, T. DEN HUS 328
4 919 Watson, Ben GBR YAM 305
5 10 Vlaanderen, C. RSA HON 259
6 193 Geerts, Jago BEL YAM 217
7 14 Beaton, Jed AUS KAW 216
8 64 Covington, T. USA HUS 211
9 29 Jacobi, Henry GER HUS 187
10 747 Cervellin, M. ITA YAM 187
11 46 Pootjes, Davy NED KTM 167
12 66 Larranaga Olano, I. ESP HUS 164
13 426 Mewse, Conrad GBR KTM 159
14 96 Lawrence, H. AUS HON 129
15 18 Brylyakov, V. RUS YAM 127
16 321 Bernardini, S. ITA TM 114
17 811 Sterry, Adam GBR KAW 103
18 118 Rubini, S. FRA KTM 78
19 172 Van doninck, B. BEL HUS 77
20 70 Fernandez, R. ESP KAW 77
21 57 Sanayei, D. USA KAW 68
22 98 Vaessen, Bas NED HON 60
23 95 Furlotti, S. ITA YAM 58
24 161 Östlund, Alvin SWE YAM 40
25 56 Weltin, M. USA HON 36
26 127 Rodriguez, A. VEN YAM 35
27 34 De Waal, M. NED HON 23
28 338 Herbreteau, D. FRA KTM 22
29 872 Boisrame, M. FRA HON 19
30 959 Renaux, Maxime FRA YAM 12
31 101 Pichon, Z. FRA KTM 12
32 226 Koch, Tom GER KTM 12
33 326 Gilbert, Josh GBR HON 11
34 44 Lesiardo, M. ITA KTM 11
35 75 Roosiorg, H. EST KTM 10
36 199 Zaragoza, J. ESP YAM 8
37 53 Walsh, Dylan NZL HUS 6
38 102 Sikyna, R. SVK KTM 5
39 297 Gole, Anton SWE YAM 4
40 26 Bertuzzi, N. ITA KTM 4
41 945 Bourdon, A. FRA HUS 3
42 931 Zanotti, A. SMR HUS 2
43 129 Agard-Michelsen, S. NOR YAM 1
44 43 Bres, Natanael FRA KTM 1








Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet