X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

RX Graphics

KTM Sacramento

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Loja Ibox28

Nacar Yamaha

JPS Racing

Coach Motocross

Clique e saiba mais

> Competição > AMA Motocross

2018 Hangtown - CA - 1ª etapa
Publicado em: 25/05/2018

Eli Tomac e Zach Osborne dominam abertura da temporada 2018
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Simon Cudby / Octopi

Hangtown abriu a 47ª temporada do AMA Motocross. O campeonato 2018 começou com o domínio dos campeões 2017, que faturam as duas baterias de suas respectivas categorias, marcando todos os possíveis 50 pontos. E desde o início a pergunta que fica é: surgirá alguém capaz de enfrentar Eli Tomac ou Zach Osborne?


Largada 450

As baterias finais foram realizadas com a pista em condições exigentes e desafiadoras, onde prevaleceu a técnica e preparo físico dos atuais campeões. Vamos aos destaque de Hangtown 2018.


Eli Tomac

Eli Tomac confirmou o favoritismo vencendo as duas baterias, mesmo com uma pequena queda na segunda bateria. O piloto da Kawasaki tem velocidade de sobra e, como já vimos nos últimos anos, ele próprio pode ser seu principal inimigo. Nos dias bons Tomac é intocável, nos ruins ou quando precisa enfrentar imprevistos, sua confiança parece desaparecer.


Marvin Musquin

Marvin Musquin, novamente, se mostra como o mais próximo com capacidade de incomodar Tomac. Em Hangtown não foi tanto assim, chegou até mesmo a facilitar a ultrapassagem do adversário ao sair sozinho da pista durante a disputa. Em 2017 os erros e a inconstância do francês o impediram de aproveitar as escorregadas de Tomac. Como piloto único da Factory KTM nesta temporada - Broc Tickle foi suspenso e teve o contrato encerrado - o time deve cuidar bem não só da motocicleta como do psicológico de Musquin.


Justin Barcia

Justin Barcia começou bem o campeonato, assim como começou o Supercross. Com 3-3 garantiu um degrau no pódio e uma boa largada na temporada. Efetivado pela Yamaha após ser recrutado como substituto de última hora no início do ano, é o que tem representado melhor a marca na classe principal. Cooper Webb está fora das primeiras etapas.

Em Hangtown faltou um pouco de velocidade para acompanhar os líderes, mas ele pode surpreender em circuitos que o favoreçam mais e quando estiver plenamente em forma, já que ainda sente um pouco a fratura na mão sofrida durante o Supercross.


Jason Anderson

Embalado pela conquista de seu primeiro título no Supercross 450, Jason Anderson não impressionou positivamente. Chegou a liderar ambas as baterias, mas não teve ritmo para se segurar entre os primeiros até a bandeirada. Com 4-6 garantiu a quarta posição geral, o que não é ruim, mas nem de longe pode ser considerado bom se quiser brigar por mais um título. Talvez ainda esteja sob efeito da forte gripe que o impediu de comemorar a conquista na final do Supercross em Las Vegas.


Blake Baggett

Blake Baggett e Weston Peick, quinto e sexto na etapa, fazem parte daquele grupo que está sempre ali, na briga por boas posições. Em Hangtown eles ganharam a companhia de Benny Bloss, da Rocky Mountain KTM, que fez uma impressionante prova na primeira bateria, recuperando-se de 30º à 10º e marcou um respeitável quinto lugar na segunda, quando conseguiu largar entre os 10 primeiros.


Ken Roczen

Ken Roczen - retornando da fratura na mão direita, já se sabia que o alemão não estaria em plena forma, já que só conseguiu treinar baterias completas a poucos dias do início do campeonato. Na primeira bateria até que marcou um decente sexto lugar, mas na segunda confessou que cansou com a pista castigada e não conseguiu manter um bom ritmo. Completou em 16º para um 11º geral da etapa. O rendimento de Roczen deve melhorar no decorrer das etapas, mas a disputa pelo título já fica seriamente comprometida.

250 - Veterano Osborne comanda a categoria


Zach Osborne

Como o mais "idoso" dos pretendentes ao título - faz 29 anos em setembro - Zach Osborne mostrou que a experiência conta muito no meio da garotada. Suas provas foram seguras e consistentes. Mesmo largando em quarto nas duas baterias, parecia já saber de antemão que a primeira posição era questão de (pouco) tempo. Aconteceu na quinta volta na primeira bateria e na quarta volta na segunda. Daí pra frente administrou a liderança e deu o recado que a concorrência não terá vida fácil.


Jeremy Martin

Jeremy Martin foi o segundo melhor piloto na categoria, completando as duas baterias em segundo. Jeremy é rápido e não costuma cometer muitos erros, embora resultados medianos tenham marcado suas temporadas mais recentes. Pode ser um dos pilotos capazes de incomodar Osborne, caso não deixe o líder escapar ao longo do campeonato.

Aaron Plessinger ficou com a terceira posição a frente de Alex Martin. Austin Forkner, retornando após várias etapas do Supercross de molho, marcou um bom quarto lugar na primeira bateria, mas abandonou a segunda, mesmo após o holeshot, por sentir dores e não conseguir render na pista.


Justin Cooper

Destaque para o estreante e promessa de futura estrela Justin Cooper. Competindo pela Star Racing Yamaha, liderou suas três primeiras voltas como profissional e encerrou a bateria numa respeitável quinta posição. Na segunda largou em sétimo e completou em nono, mas mesmo assim ficou com o quinto lugar geral da etapa.

Brasileiros


Enzo Lopes

Foi muito promissora a estreia como profissional nos EUA de Enzo Lopes. Chegou a andar próximo dos dez primeiros e completou a primeira bateria em 13º e a segunda em 15º, onde confessou que perdeu ritmo nos 10 minutos finais de prova. O 15º lugar geral é mais que positivo para a primeira experiência no meio dos tubarões. Também e preciso notar que Enzo foi o primeiro piloto com Suzuki na categoria, ficando inclusive a frente do companheiro de equipe na JGR Suzuki oficial Justin Hill. 


Gustavo Pessoa

Gustavo Pessoa, participando pelo segundo ano consecutivo, conseguiu pontuar com a 17ª posição na segunda bateria. O atual campeão e líder do Campeonato Brasileiro MX2 passou por um sufoco com problemas no motor, que foi trocado na última hora, permitindo buscar o resultado.

Ramyller Alves fez sua estreia no campeonato com a 21ª posição na segunda corrida após abandonar a primeira bateria.

O campeonato prossegue neste sábado com a segunda etapa no circuito de Glen Helen.

Vídeo



Resultados

P. # 450 Moto Qual Larg1 Larg2 M1 M2 Pts
1 1 Eli Tomac Kaw KX 450F 1 5 10 1 1 50
2 25 Marvin Musquin KTM 450 SX-F FE 2 3 7 2 2 44
3 51 Justin Barcia Yam YZ 450F 3 4 1 3 3 40
4 21 Jason Anderson Hus FC450 5 2 2 4 6 33
5 4 Blake Baggett KTM 450 SX-F FE 6 10 11 7 4 32
6 34 Weston Peick Suz RMZ 450 8 7 5 5 7 30
7 60 Benny Bloss KTM 450 SX-F FE 7 30 8 10 5 27
8 32 Christian Craig Hon CRF450R 4 1 (HS) 12 8 8 26
9 54 Phillip Nicoletti Suz RMZ 450 10 8 3 (HS) 9 9 24
10 53 Bradley Taft Hus FC450 12 9 21 11 10 21
11 94 Ken Roczen Hon CRF450R 9 6 4 6 16 20
12 11 Kyle Chisholm Yam YZ 450F 13 13 18 12 11 19
13 121 Cody Cooper Hon CRF450R 15 14 13 15 12 15
14 146 Jake Masterpool Yam YZ 450F 14 12 14 14 14 14
15 86 Dylan Merriam Yam YZ 450F 18 11 9 13 15 14
16 39 Kyle Cunningham Suz RMZ 450 11 19 23 39 13 8
17 907 Ben Lamay Hon CRF450R 17 21 20 16 18 8
18 388 Brandan Leith Kaw KX 450F 19 25 19 17 20 5
19 718 Toshiki Tomita Hon CRF450R 24 17 6 21 17 4
20 207 Dare DeMartile Hon CRF450R 21 15 17 20 19 3
21 73 Brandon Scharer Yam YZ 450F 16 24 26 18 21 3
22 330 Cade Autenrieth KTM 450 SX-F FE 23 16 16 19 22 2

P. # 250 Moto Qual L1 L2 M1 M2 Pts
1 1 Zachary Osborne Hus FC250 2 4 4 1 1 50
2 6 Jeremy Martin Hon CRF250R 1 3 1 (HS) 2 2 44
3 23 Aaron Plessinger Yam YZ 250F 9 6 2 3 4 38
4 26 Alex Martin KTM 250 SX-F FE 7 9 3 7 3 34
5 62 Justin Cooper Yam YZ 250F 6 1 7 5 9 28
6 40 Chase Sexton Hon CRF250R 4 14 5 11 5 26
7 45 Jordon Smith KTM 250 SX-F FE 10 7 6 8 8 26
8 17 Joseph Savatgy Kaw KX 250F 3 5 13 6 10 26
9 36 RJ Hampshire Hon CRF250R 8 12 8 10 7 25
10 182 Garrett Marchbanks Kaw KX 250F 12 8 9 12 6 24
11 28 Shane McElrath KTM 250 SX-F FE 13 10 35 9 14 19
12 35 Austin Forkner Kaw KX 250F 5 2 (HS) 14 4 39 18
13 64 Michael Mosiman Hus FC250 18 17 10 15 11 16
14 114 Brandon Hartranft Yam YZ 250F 16 11 16 14 12 16
15 816 Enzo Pedo Lopes Suz RMZ 250 11 13 12 13 15 14
16 46 Justin Hill Suz RMZ 250 15 23 18 16 13 13
17 43 Sean Cantrell KTM 250 SX-F FE 17 20 15 17 16 9
18 42 Dakota Alix KTM 250 SX-F FE 20 19 11 18 17 7
19 133 Jordan Bailey Hus FC250 19 15 37 19 19 4
20 791 Gustavo De Souza Hon CRF250R 23 24 17 22 18 3
21 77 Ryan Surratt KTM 250 SX-F 28 29 30 24 20 1
22 137 Martin Castelo Yam YZ 250F 24 26 20 20 38 1







Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet