fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Internacional

Red Bull Straight Rhythm 2017 - Pomona - CA
Publicado em: 27/10/2017

Categoria Dois Tempos roubou a cena na quarta edição do evento
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Garth Milan / Chris Tedesco


Marvin Musquin venceu a classe principal pelo segundo ano consecutivo

No último sábado rolou a quarta edição do Red Bull Straight Rhythm, o equivalente no supercross a uma corrida de dragster. Na reta de meia milha (cerca de 800 metros) pilotos disputaram eliminatórias em melhor de três até a definição dos campeões em três categorias.

A grande novidade do evento deste ano foi a inclusão da categoria Dois Tempos, com convidados que incluíam os campeões do Supercross Ryan Villopoto e Chad Reed. Infelizmente o australiano machucou um tornozelo nos treinos e ficou de fora da prova, jogando um pouco de água fria nos fãs que esperavam uma disputa direta entre os dois veteranos.


Shane McEltrath e Sean Cantrel fizeram na final de Lites

Entretanto a ausência de um dos favoritos não diminuiu o brilho do espetáculo. Vamos ao melhor do Red Bull Straight Rhythm 2017.


Josh Hansen
Nas classificatórias já ficou claro que na classe Open, a principal, Marvin Musquin seria o cara a ser batido. O francês, porém, não deu chances à ninguém. Foi praticamente perfeito em todas as corridas numa pista dificílima de "zerar". Parece que o Straight Rhythm foi feito sob medida para ele, que em 2016 venceu contra Ryan Dungey na final.

Correndo de Suzuki privada Josh Hansen foi uma boa surpresa na final, conquistando vaga sobre o piloto oficial da KTM Broc Tickle. Nas duas largadas da final, entretanto, não foi páreo para Musquin.

Ryan Sipes fez o melhor tempo nas classificatórias tanto na categoria Dois Tempos como na Lites, também com dois tempos. Na Lites a vantagem de Sipes foi de apenas 0,001 segundo sobre Shane McElrath, com KTM Oficial do Troy Lee Designs. Isso mostra que a disparidade de cilindrada entre os tipos de motor já não tem mais razão nenhuma nos regulamentos. Na verdade nunca tiveram razão... 

Entretanto, correndo em duas categoria Sipes falhou em conseguir uma corrida perfeita em várias disputas. Na classe Dois Tempos caiu frente a Ronnie Mac e na Lites perdeu para Sean Cantrell, ambas nas semifinais. Os pilotos com motos quatro tempos conseguiram corridas mais redondas.


Enzo Lopes e Sean Cantrell

Enzo Lopes classificou-se com um ótimo quarto tempo na Lites. Participou também dos treinos com Dois Tempos, mas não estava inscrito na categoria.

O brasileiro teve azar de pegar o inspirado Cantrell logo em sua primeira disputa. Na primeira corrida Enzo errou uma sequência na primeira parte da pista e não conseguiu mais recuperar.


Sean Cantrell e Shane McElrath

Na segunda largada mandou uma sequência melhor que Cantrell e chegou a abrir uma pequena vantagem. Vantagem que foi anulada e na arrancada final os dois protagonizaram a chega mais apertada da noite. Cantrell venceu na marcação do transponder por 4 centésimos, mas na imagem da chegada o brasileiro cruzou a linha visivelmente na frente. A organização deu sequência ao evento sem revisão do resultado ou maiores explicações. Enzo teria que vencer mais uma contra Cantrell para avançar à semifinal, chance que lhe foi negada. Foi o ponto baixo da noite.

Dois Tempos - Braaaaap!


Ronnie Mac e Ryan Morais

Quem imaginava que Ronnie Mac só sabia fazer graça se surpreendeu com sua habilidade e velocidade nas disputas. Tudo isso com uma Honda CR250R 1998! Dizem que a sorte dele é que no Straight Rhythm não tinha curva, pois essa primeira geração do quadro de alumínio da Honda só era boa para ir em linha reta. Eu andei numa moto dessa na época e posso confirmar. Mas o motor, mesmo original, era um canhão e não faria feio hoje em dia.

Mesmo com toda a habilidade, é bom Ronnie Mac rever a estratégia de usar capacete aberto. Na final tive a impressão inicial que ele bateu a boca no guidão durante a queda na primeira bateria. Felizmente foi só impressão, mas esses capacetes abertos já foram banidos de competições oficiais na década de 80!


Ronnie Mac e Jordon Smith

Acho que ninguém apostaria em Gared Steinke contra Ryan Villopoto, mas o piloto privado foi outra surpresa da noite. O carismático e "figurático" piloto arrebatou uma legião de fãs durante o ano correndo com uma 125 dois tempos no AMA Motocross.

Nos treinos Steinke correu justamente conta Ryan Villopoto e perdeu as duas corridas. Mas no final da tarde analisou as filmagens feitas pela namorada e descobriu onde poderia descontar o tempo em relação ao multicampeão. O próprio Villopoto não esperava perder e pareceu um pouco desconcertado com o resultado.



Pódio com os vencedores da noite Shane McElrath, Marvin Musquin e Gared Steinke

Vídeos







Resultados

Open
1. Marvin Musquin
2. Josh Hansen
3. Broc Tickle
4.Kyle Chisholm 

Lites
1. Shane McElrath
2. Sean Cantrell
3. Alex Martin
4. Ryan Sipes

Dois Tempos
1. Gared Steinke
2. Ronnie Mac
3. Ryan Sipes
4. Ryan Villopoto


Kyle Chrisholm e Broc Tickle


Semi-Finais

Open
Marvin Musquin x Kyle Chisholm - Musquin 2-0
Broc Tickle x Josh Hansen - Hansen 2-0

Lites
Sean Cantrell x Ryan Sipes - Cantrell 2-1
Shane McElrath x Alex Martin - McElrath 2-1

Dois Tempos
Ronnie Mac x. Ryan Sipes - Mac 2-1
Ryan Villopoto x. Gared Steinke - Steinke 2-0

Quartas de Finais

Open
Marvin Musquin x Colton Haaker - Musquin 2-0
Tyler Bowers x Kyle Chisholm - Chisholm 2-1
Broc Tickle x Alex Ray - Tickle 2-0
Josh Hansen x Thomas Ramette - Hansen 2-0

Lites
Colton Aeck x Ryan Sipes - Sipes  2-0
Enzo Lopes x Sean Cantrell - Cantrell 2-0
Shane McElrath x Ronnie Mac - McElrath 2-0
Josh Hill x Alex Martin - Martin 2-0

Dois Tempos
Tevin Tapia x Ryan Sipes - Sipes 2-0
Ryan Morais x Ronnie Mac - Mac 2-0
Ryan Villopoto x Mike Sleeter - Villopoto 2-0
Gared Steinke x Mike Brown - Steinke 2-1

Classificatórias

OPEN
1. Marvin Musquin - 37.823
2. Broc Tickle - 38.425
3. Josh Hansen - 38.738
4. Tyler Bowers - 39.083
5. Kyle Chisholm - 39.421
6. Thomas Ramette - 39.557
7. Alex Ray - 39.692
8. Colton Haaker - 40.052
9. Cyrille Coulon - 40.139

Lites
1. Ryan Sipes - 39.783
2. Shane McElrath - 39.784
3. Alex Martin - 39.789
4. Enzo Lopes - 40.019
5. Sean Cantrell - 40.032
6. Josh Hill - 40.263
7. Ronnie Mac - 40.652
8. Colton Aeck - 41.576

Dois Tempos
1. Ryan Sipes - 39.842
2. Ryan Villopoto - 40.527
3. Gared Steinke - 40.800
4. Ronnie Mac - 41.106
5. Ryan Morais - 41.209
6. Mike Brown - 41.239
7. Mike Sleeter - 43.721
8. Tevin Tapia - 1:10.409







Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet