fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Mundial de Motocross

2017 Ottobiano - Itália - 11ª etapa - MXGP Lombardia
Publicado em: 26/06/2017

Antonio Cairoli conquista mais uma vitória épica na Itália
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Ray archer / J. P. Acevedo / Pascal Haudiquert / Bavo Swijers

Jeremy Seewer vence a categoria MX2 e recupera 7 pontos sobre Jonass


Momento da disputa entre Jeffrey Herlings e Antonio Cairoli na segunda bateria

O circuito de Ottobiano recebeu pela primeira vez uma etapa do Mundial de Motocross. A pista italiana substituiu a tradicionalíssima Maggiora, sede programada anteriormente, que teve problemas de licenciamento com uma ampliação das construções.


Jeffrey Herlings dá uma enxaguada na franja entre as baterias
A pista de areia em Ottobiano contrasta com o solo duro de Maggiora, que também tem a geografia mais "agressiva" com muitas subidas e descidas. Apesar de praticamente plana, a pista de Ottobiano é extremamente desafiadora. Toda ondulada e com trechos muito rápidos, obriga aos pilotos tocar a motocicletas "no fio da navalha" para conseguir um ritmo fluído. Ou seja, tem que que explorar os limites.

Com tais características não houve piloto que não passou perto de comprar um bom terreno, ou chegou às vias de fato. O circuito também tinha uma particularidade interessante. Apesar da areia fofa, a base é mais firme, então não se formam canaletas profundas, permitindo uma maior liberdade na escolha e mudanças de linhas. Entretanto, com as categorias dos europeus e mais de 200 piloto circulando durante o final de semana, o circuito ficou bem castigado, todo ondulado e exigindo muito dos pilotos. Para completar o calor superior a 30º tornaria as corridas de domingo um verdadeiro teste de resistência.

Corridas


Antonio Cairoli e Jeffrey Herlings protagonizaram duas batalhas épicas


Jeffrey Herlings
Antonio Cairoli fez a largada perfeita na primeira bateria e logo Jeffrey Herlings efetuou uma ultrapassagem "de respeito" por fora de Gautier Paulin para assumir a segunda posição. Logo os dois pilotos da KTM estavam imprimindo um ritmo alucinante, rapidamente se distanciando dos demais.

Logo imaginei que não andariam nessa velocidade por muito tempo. E enquanto Herlings pode apostar tudo nesse campeonato, a posição de Cairoli impõe uma maior responsabilidade para defender a liderança na pontuação. Mas Herlings continuou acelerando e Cairoli fazendo de tudo para evitar o bote do holandês.

A corrida foi assim até se aproximarem os 30 minutos. Foi quando Herlings, aproveitando uma pequena bobeada de Cairoli conseguiu emparelhar numa reta. Cairoli defendeu a posição na freada, bloqueando as opções do adversário. Em seguida o italiano apresentou uma explosão de velocidade, imediatamente deixando o holandês para trás. Se foi uma tática intencional, ou não, impossível saber, mas funcionou já que Herlings desistiu da briga e Cairoli abriu nada menos que 18 segundos nas três voltas finais.


Com duas vitórias na Itália esse ano, Antonio Cairoli mostrou que quem manda em casa é ele.

Gautier Paulin manteve a terceira posição, longe da briga dos líderes. Romain Febvre fez uma recuperação interessante para chegar em quarto. Já o britânico Max Anstie foi brilhante em sua recuperação até o quinto lugar após tocar o gate de largada e sair por último.

Segunda bateria


Arminas Jasikonis sai na frente na segunda bateria, enquanto Jose Butron experimenta o sabor da areia de Ottobiano

O drama continuou na segunda bateria, novamente a batalha entre Herlings e Cairoli pela liderança após algumas voltas do grandalhão Arminas Jasikonis na frente. O holandês sabia que se quisesse a vitória, teria que conseguir a ponta mais cedo e, quem sabe, abrir alguma vantagem para que o líder do campeonato decidisse garantir a segunda posição. Mas desafiar um campeão em seu próprio quintal é equivalente a cutucar a onça com vara curta...

Cairoli queria a vitória em frente a seu público. Quando Herlings o ultrapassou, recuperou a liderança logo em seguida, mostrando que tinha o domínio da situação. Porém o italiano errou algumas voltas depois, o holandês passou e chegou a abrir mais de três segundos na liderança.


Max Anstie conquistou o primeiro pódio na MXGP


Max Nagl
O público silenciou por alguns instantes até que Cairoli voltou à carga e se seguiu uma sequência de defesas de linhas digna da categoria dos campeões. Quando finalmente Cairoli completou a ultrapassagem, Herlings já não tinha forças para reagir. Cairoli postou uma série de voltas rápidas enquanto a equipe lhe pedia para ter tranquilidade. Na bandeirada, 32 segundos de vantagem!

Herlings, numa atitude pouco usual, tirou o capacete ainda rodando com a moto na pista logo após a bandeirada, assim como fez na primeira bateria. Da pista saiu direto pra o ambulatório médico onde recebeu tratamento para desidratação. A seu crédito o fato de ter passado o dia com problemas estomacais. O piloto não compareceu à cerimônia do pódio, nem às entrevistas oficiais.

Sem errar a largada na segunda bateria, Anstie foi um dos poucos, além de Cairoli, a forçar o ritmo até o final. O piloto da Husqvarna superou Jasikonins na metade da bateria e a terceira posição lhe deu o primeiro pódio geral na categoria MXGP. Jasikonis ainda perderia o quarto posto a três voltas do fima para o outro Max da Husqvarna, o alemão Nagl.


Romain Febvre

Cairoli: "Fiz o meu melhor e dei 100%. Tudo que eu tinha. Fizemos uma boa corrida e fiquei muito feliz com tantos fãs vindo me ver me ver após todos esses anos. Foi incrível e mostra que o motocross ainda está crescendo na Itália. Deixei o "rei da areia" para trás! Ele era mais rápido em alguns pontos, mas trabalhamos todos os 35 minutos e o vencemos... apesar de que au ainda estava preocupado com o campeonato. Não assumi riscos e pilotei com cautela. A equipe realmente cuidou da moto e a KTM está realizando um esforço monumental com o motocross. Estamos desenvolvendo e testando um monte de peças, então muito obrigado a toda equipe por tudo que estão fazendo."

Herlings: "Andamos rápido hoje! Não me senti muito bem durante todo o dia e fiquei atordoado ao final das baterias. Não é normal apagar dessa maneira e não lembro muito da segunda bateria. Foi boa a disputa. Tony é um grande piloto e um grande atleta. Foi uma bela batalha e espero que muitas outras venham."

Anstie: "Toquei o gate na primeira largada e precisei me esforçar muito para recuperar o tempo perdido. Apesar do calor e da pista desafiadora me senti bem durante a corrida e consegui o quinto lugar. Na segunda bateria minha largada foi muito melhor, então ergui a cabeça e fiz meu trabalho. Tenho que agradecer à equipe por seu trabalho duro e dedicação. Esse pódio é resultado de toda a equipe e continuaremos a buscar melhores resultados."


Gautier Paulin (21) retomou o segundo lugar de Clement Desalle (25) no campeonato, mas viu Cairoli ampliar a vantagem para 67 pontos.

Notas

Após faltar em dois GPs por uma fratura no ombro, Tima Gajser voltou na Itália. Na primeira bateria chegou a andar em quarto, mas longe de sua melhor forma, perdeu o ritmo e completou em 10º. Na segunda bateria caiu duas vezes e completou em 11º , por pouco não tomou uma volta.


Fora de sua melhor forma Tim Gajser foi apenas 10º

Shaun Simpson, que retornou de uma fratura na mão não está com muita sorte. A queda na largada da classificatória de sábado lhe deixou com outra fratura no braço, possivelmente encerrando prematuramente sua temporada.

A largada em Ottobiano é complicada. Com a primeira curva muito fechada, o gate interno, com a linha mais curta em direção à curva, não é a melhor escolha. Tanto pela tangência muito fechada (obrigando a frear forte), como é grande a possibilidade de ficar emparedado se não largar muito bem. Cairoli percebeu isso durante a classificatória de sábado e no domingo trocou a escolha pelo primeiro gate interno para uma posição mais central.


Pódio MXGP. Herlings foi representado por seu chefe de equipe


MX2 - Jeremy Seewer conquista a terceira vitória da temporada


Jeremy Seewer

Entre os pilotos de até 23 anos com motos 250 a vitória ficou com Jeremy Seewer. O piloto da Suzuki foi soberano na primeira bateria onde assumiu a primeira posição na quinta volta. Daí para frente abriu vantagem e controlou a corrida. Benoit Paturel superou Julien Lieber pela segunda posição a cinco voltas do fim.

O líder do campeonato Pauls Jonass fez uma rara má largada, fora dos dez primeiros. Chegou a ocupar a quarta posição, mas perdeu ritmo no final sendo superado por Thomas Covington e depois, na última volta, por Brian Bogers.

Na segunda corrida Pauls Jonass fez o holeshot e tratou de abrir vantagem logo no início. A tática funcionou já que no final da prova estavam todos se poupando. Seewer começou a corrida em segundo, mas na terceira volta perdeu posições para Covington e seu companheiro na Suzuki Vas Baessen.


A complicada largada de Ottobiano. Pauls Jonass (41) saiu na frente nessa.

O suíço recuperou a terceira posições e travou uma dura batalha com o norte-americano pelo segundo lugar, incluindo aí uma queda num dos contatos entre os dois. Mas Seewer estava pilotando melhor e na metade da corrida recuperou o segundo posto para conquistar a terceira vitória na carreira.

Seewer: "Foi minha primeira vitória na areia, o que é especialmente satisfatório. Não é o meu tipo de pista. Na primeira corrida tentei tomar a ponta no começo e abrir vantagem, para não precisar forçar no final. A segunda corrida foi muito, muito difícil. Eu tentei seguir Jonass, mas errei numa parede que quebrou. Quando você para nesse calor, seu corpo começa a superaquecer. Eu ainda forcei para conseguir de volta o segundo lugar de Covington e levei várias voltas para conseguir. A umas cinco voltas do fim estava exausto. Há dois anos sofri da mesma forma com o calor na Tailândia e fiquei com medo de isso acontecer novamente. Estou super feliz com a vitória e espero repetir a dose em Portugal."


Thomas Covington

Notas


Benoit Paturel

Benoit Paturel caiu na largada da segunda bateria e de último, recuperou-se até a sexta posição. Perdeu o pódio da etapa por dois pontos.

O venezuelano Anthony Rodriguez fez sua estreia no mundial pela Honda HRC MX2. No sábado foi atingido por outro piloto e abandonou a classificatória. Com o último lugar no gate fez largadas péssimas saindo sempre em último e recuperando-se até o 16º posto nas duas baterias. Seu companheiro de equipe Michele Cervellin não se saiu muito melhor, correndo em casa foi 12º e 15º para 11º geral.


Pódio MX2

Vídeos







Resultados

P. # MXGP Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 222 Cairoli, Antonio ITA KTM 25 25 50
2 84 Herlings, Jeffrey NED KTM 22 22 44
3 99 Anstie, Max GBR HUS 16 20 36
4 461 Febvre, Romain FRA YAM 18 15 33
5 12 Nagl, Maximilian GER HUS 14 18 32
6 21 Paulin, Gautier FRA HUS 20 11 31
7 25 Desalle, Clement BEL KAW 13 14 27
8 4 Tonus, Arnaud SUI YAM 12 13 25
9 259 Coldenhoff, Glenn NED KTM 15 8 23
10 243 Gajser, Tim SLO HON 11 10 21
11 77 Lupino, Alessandro ITA HON 8 12 20
12 27 Jasikonis, Arminas LTU SUZ 0 16 16
13 7 Leok, Tanel EST HUS 6 7 13
14 17 Butron, Jose ESP KTM 9 4 13
15 777 Bobryshev, Evgeny RUS HON 3 9 12
16 911 Tixier, Jordi FRA KAW 10 0 10
17 221 Ratsep, Priit EST HON 5 3 8
18 999 Goncalves, Rui POR HUS 1 6 7
19 32 Potisek, Milko FRA YAM 7 0 7
20 9 de Dycker, Ken BEL HON 4 2 6
21 212 Dewulf, Jeffrey BEL KTM 0 5 5
22 71 Graulus, Damon BEL HON 2 0 2
23 36 Bonini, Matteo ITA KAW 0 1 1

P. # MX2 Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 25 22 47
2 41 Jonass, Pauls LAT KTM 15 25 40
3 64 Covington, Thomas USA HUS 18 20 38
4 6 Paturel, Benoit FRA YAM 22 14 36
5 98 Vaessen, Bas NED SUZ 14 18 32
6 33 Lieber, Julien BEL KTM 20 11 31
7 161 Östlund, Alvin SWE YAM 13 16 29
8 189 Bogers, Brian NED KTM 16 12 28
9 19 Olsen, Thomas Kjer DEN HUS 11 15 26
10 172 Van doninck, Brent BEL YAM 12 9 21
11 747 Cervellin, Michele ITA HON 9 6 15
12 107 van Berkel, Lars NED KTM 6 8 14
13 919 Watson, Ben GBR KTM 0 13 13
14 66 Larranaga Olano, Iker ESP HUS 0 10 10
15 127 Rodriguez, Anthony VEN HON 5 5 10
16 29 Jacobi, Henry GER HUS 10 0 10
17 88 van der Vlist, Freek NED KTM 2 7 9
18 426 Mewse, Conrad GBR HUS 7 1 8
19 223 Tropepe, Giuseppe ITA HUS 8 0 8
20 297 Gole, Anton SWE TM 4 3 7
21 95 De Waal, Micha-Boy NED HON 0 4 4
22 61 Prado Garcia, Jorge ESP KTM 3 0 3
23 338 Herbreteau, David FRA KAW 0 2 2
24 83 Renkens, Nathan BEL KTM 1 0 1

Classificação Geral

P # MXGP Nat. Moto Pts
1 222 Cairoli, A. ITA KTM 431
2 21 Paulin, G. FRA HUS 364
3 25 Desalle, C. BEL KAW 361
4 84 Herlings, J. NED KTM 335
5 243 Gajser, Tim SLO HON 282
6 461 Febvre, Romain FRA YAM 275
7 89 Van Horebeek, J. BEL YAM 261
8 12 Nagl, M. GER HUS 255
9 777 Bobryshev, E. RUS HON 245
10 4 Tonus, Arnaud SUI YAM 227
11 259 Coldenhoff, G. NED KTM 223
12 99 Anstie, Max GBR HUS 216
13 27 Jasikonis, A. LTU SUZ 187
14 24 Simpson, Shaun GBR YAM 123
15 7 Leok, Tanel EST HUS 123
16 17 Butron, Jose ESP KTM 104
17 77 Lupino, A. ITA HON 94
18 22 Strijbos, K. BEL SUZ 90
19 999 Goncalves, Rui POR HUS 75
20 911 Tixier, Jordi FRA KAW 71
21 92 Guillod, V. SUI HON 61
22 9 de Dycker, Ken BEL HON 37
23 71 Graulus, Damon BEL HON 35
24 151 Kullas, Harri EST HUS 21
25 141 Desprey, M. FRA KAW 16
26 45 Nicholls, Jake GBR KTM 15
27 221 Ratsep, Priit EST HON 13
28 32 Potisek, Milko FRA YAM 12
29 212 Dewulf, J. BEL KTM 12
30 191 Romancik, J. CZE KTM 11
31 595 Mikhaylov, E. RUS HUS 10
32 664 Bengtsson, F. SWE KTM 8
33 121 Boog, Xavier FRA HON 8
34 201 Martens, Y. BEL HUS 6
35 301 Golovkin, V. RUS KTM 6
36 60 Salazar, Jetro ECU HON 4
37 551 Leonov, V. RUS KTM 4
38 251 Getteman, Jens BEL KAW 4
39 149 Ullrich, D. GER KTM 3
40 37 Krestinov, G. EST HON 3
41 685 Lenoir, Steven FRA KAW 3
42 920 Valentin, A. ESP HON 2
43 73 Irt, Peter SLO YAM 2
44 179 Poli, Joaquin ARG HON 1
45 36 Bonini, Matteo ITA KAW 1
46 261 Hendro Fahrodjie , F. INA KAW 1
P # MX2 Nat. Moto Pts
1 41 Jonass, Pauls LAT KTM 454
2 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 416
3 19 Olsen, T. DEN HUS 343
4 33 Lieber, Julien BEL KTM 339
5 6 Paturel, B. FRA YAM 330
6 64 Covington, T. USA HUS 263
7 61 Prado Garcia, J. ESP KTM 233
8 189 Bogers, Brian NED KTM 212
9 96 Lawrence, H. AUS SUZ 199
10 172 Van doninck, B. BEL YAM 195
11 747 Cervellin, M. ITA HON 169
12 57 Sanayei, D. USA KAW 168
13 10 Vlaanderen, C. NED KTM 133
14 161 Östlund, Alvin SWE YAM 132
15 18 Brylyakov, V. RUS KAW 129
16 919 Watson, Ben GBR KTM 117
17 321 Bernardini, S. ITA TM 111
18 98 Vaessen, Bas NED SUZ 106
19 426 Mewse, Conrad GBR HUS 98
20 811 Sterry, Adam GBR KAW 72
21 66 Larranaga Olano, I. ESP HUS 72
22 297 Gole, Anton SWE TM 61
23 128 Monticelli, I. ITA KTM 61
24 81 Hsu, Brian GER HUS 60
25 88 van der Vlist, F. NED KTM 52
26 29 Jacobi, Henry GER HUS 51
27 46 Pootjes, Davy NED KTM 42
28 118 Rubini, S. FRA KAW 34
29 152 Petrov, Petar BUL KAW 32
30 107 van Berkel, L. NED KTM 30
31 67 Klingsheim, M. NOR KAW 26
32 223 Tropepe, G. ITA HUS 26
33 338 Herbreteau, D. FRA KAW 25
34 170 Ward, Caleb AUS HUS 14
35 132 Kutsar, Karel EST HUS 14
36 951 Furlotti, S. ITA YAM 10
37 127 Rodriguez, A. VEN HON 10
38 95 De Waal, M. NED HON 6
39 411 Dercourt, N. FRA YAM 5
40 110 Verhaeghe, A. FRA KTM 4
41 44 Lesiardo, M. ITA KAW 2
42 142 Petrov, Ivan BUL HUS 1
43 83 Renkens, N. BEL KTM 1
44 48 Wilson, Jay AUS YAM 1
45 97 Ivanov, M. BUL HON 1
46 218 Tanti, Aaron AUS HUS 1
47 28 Notsuka, C. JPN HON 1









Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet