fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > AMA Motocross

2017 Hangtown - CA - 1ª etapa
Publicado em: 23/05/2017

Campeonato larga com o domínio de Eli Tomac e Zach Osborne
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Garth Milan / Simon Cudby / Jeff Kardas


Largada 450

O Lucas Oil AMA Motocross 2017 começou sem surpresas. Eli Tomac, como se esperava, conquistou uma convincente dupla vitória a frente de Marvin Musquin na categoria principal. Na 250, Zach Osborne comandou o show, também com uma dupla vitória. Diferente da 450, a inconsistência dos adversários já deu 14 pontos de vantagem ao piloto da Husqvarna.

Vamos aos destaques de Hangtown.


Marvin Musquin e Eli Tomac

A pista - o solo se desenvolveu de forma mais agressiva este ano e o circuito foi tomado por um festival de canaletas comprometendo até mesmo um de seus maiores saltos que ninguém mandou.


Eli Tomac

Eli Tomac confirmou o posto de favorito com duas performances irreparáveis. Na segunda bateria largou fora dos dez primeiros e veio lá de trás para um duelo bastante emocionante com Marvin Musquin pela liderança. Depois da ultrapassagem definitiva, abriu vantagem imediatamente. Muita gente já aposta numa temporada perfeita do piloto, mas se eu fosse Tomac tomaria emprestado um pouquinho de Ryan Dungey para evitar riscos desnecessários. Mais uma vez, o principal adversário de Tomac nesse campeonato será ele mesmo.


Marvin Musquin

Marvin Musquin desponta como "vice-favorito". Ainda mais à vontade no outdoor do que nos estádios, o francês tem velocidade de sobra para dar conta de todos os outros pilotos na pista, exceto Tomac. Para realmente enfrentar este, precisa encontrar uma marcha a mais e baixar seus tempos de volta. Na primeira bateria o melhor tempo de Tomac foi 2,8seg mais baixo. Na segunda corrida a diferença foi menor, 1,7seg, mas mesmo após assumir a liderança não foi capaz de impedir a aproximação de Tomac e a consequente ultrapassagem.


Josh Grant

Josh Grant - O "velhinho" da turma fez duas boas corridas e mostrou que será forte candidato aos pódios. Aos 31 anos, cumpriu um papel importante para a Kawasaki na segunda bateria ao impedir que Musquin tomasse a frente logo no início - o francês levou sete voltas para assumir a liderança - fato que certamente contribuiu para ajudar Tomac. O pódio repetido - ou pelo menos formado pelos mesmos pilotos - é uma característica da categoria 450, e já aconteceu por longas sequências de etapas em outros anos. Na 250 os resultados são mais imprevisíveis.


Dean Wilson

Dean Wilson foi o quarto colocado geral, apesar de uma queda no início da primeira bateria onde cruzou a primeira volta apenas em 24º. Fez um trabalho excepcional se recuperando até 10º numa pista com trilhos fundos bem marcados, que impede  a criatividade na escolha das linhas e dificulta as ultrapassagens. Na segunda corrida largou melhor, ao redor de 10º, e em uma volta alcançou a sexta posição. Completou em quarto a 5 segundos de Grant, que liderou a primeira metade da bateria.


Broc Tickle

Com dois sétimos lugares Broc Tickle colocou a Suzuki Yoshimura entre os cinco primeiros na classificação geral. Foi um resultado importante para a marca que sofreu com desfalques durante a temporada de Supercross, chegando, inclusive, a alinhar apenas com pilotos substitutos. Com Justin Barcia, Justin Bogle e Weston Peick a Suzuki colocou quatro pilotos entre os 11 primeiros.

Depois de uma queda forte durante os treinos, Cole Seely fez uma boa primeira bateria com a quarta posição. Na segunda largou mal, sentiu os efeitos das dores nas costelas e não foi além de 12º. Seu companheiro de equipe Christian Craig fez o holeshot na primeira bateria e liderou até sofrer uma queda na segunda volta. Completou o dia como 12º geral.


Jason Anderson

Jason Anderson caiu na primeira bateria e sofreu um corte próximo ao olho. Precisou passar pela enfermaria para alguns pontos, mas voltou na segunda bateria e salvou um sexto lugar.


Martin Dávalos

Após mais de uma década na 250, o equatoriano Martin Dávalos finalmente subiu para a categoria principal. Foi 14º em sua estreia via 15-13.

250 - Vitória dupla de Zach Osborne 


Largada 250

Zach Osborne foi soberano nas duas baterias da classe 250. Na primeira sofreu um pouco para passar Adam Cianciarulo pela liderança. Só teve êxito na sétima volta, mas daí para frente administrou uma pequena vantagem. Na segunda corrida saiu em segundo novamente e teve de enfrentar Joey Savatgy. O duelo durou apenas uma volta e meia. Osborne controlou a corrida enquanto Savatgy despencava na classificação para terminar apenas em sétimo.


Zach Osborne

A largada do campeonato não poderia ser melhor para Osborne já que conseguiu abrir boa vantagem na pontuação. Cianciarulo, depois de ser segundo na primeira bateria, chegou apenas em oitavo na seguinte, mesmo largando em terceiro.

Austin Forkner, também da Pro Circuit Kawasaki, fez o caminho inverso. Chegou em 11º na corrida de abertura depois de passar nos pits para reparar algo na moto e retornar fora dos 30 primeiros. Começou a segunda corrida em sétimo e roubou o segundo posto de Alex Martin a duas voltas do fim. Alex perderia ainda o terceiro posto para seu irmão Jeremy.


Alex Martin

Com duas quartas posições Alex ficou com o segundo degrau no pódio da etapa. Em terceiro subiu Aaron Plessinger que fez 3-5. Ambos empatam na pontuação geral com 36 pontos, a 14 do líder Osborne.

Por falar em Jeremy Martin é de se notar a sua falta de sorte desde que deixou a Yamaha pela Geico Honda. O bicampeão da categoria abandonou a primeira bateria com problemas mecânicos, quando ocupava a quinta posição. Pontuando apenas na segunda bateria, começa o campeonato fora dos dez primeiros. É de certa forma irônico lembrar que sua melhor corrida com Honda foi justamente na classe 450, quando subiu como wildcard em Daytona pelo HRC.


Aaron Plessinger

Dylan Ferrandis, um dos candidatos ao pódio, correu bem até a metade da primeira bateria, subindo de nono para a quarta posição. Então errou num salto e sofreu uma forte queda que lhe causou uma concussão e consequente abandono da etapa. Zero pontos para o francês, que deve voltar já em Glen Helen, no próximo sábado.


Adam Cianciarulo e Austin Forkner

Brasileiros

Dois pilotos brasileiros competiram na abertura do campeonato. Na classe 450, Thales Vilardi sofreu uma forte queda no início da primeira bateria. Retornou dolorido para a segunda corrida onde largou em último e recebeu a bandeirada em 31º.


Gustavo Pessoa - Foto

Gustavo Pessoa teve melhor sorte na classe 250, mesmo também abandonando a primeira bateria. Na segunda voltou forte e chegou a andar em 15º para completar em 17º, na zona de pontuação. Os brasileiros voltam a correr na segunda etapa em Glen Helen antes de voltarem para a abertura do Brasileiro de Motocross em Cornélio Procópio (PR).

Vídeos





Resultados

450 Largada Liderança Chegada Pts
P. # Piloto Moto QUAL M1 M2 M1 M2 M1 M2 Totais
1 3 Eli Tomac Kaw KX 450F 1 4 8 13 4 1 1 50
2 25 Marvin Musquin KTM 450 SX-F FE 3 2 2 2 5 2 2 44
3 33 Joshua Grant Kaw KX 450F 9 5 1 (HS) 0 7 3 3 40
4 15 Dean Wilson Hus FC450 8 24 6 0 0 10 4 29
5 20 Broc Tickle Suz RMZ 450 6 8 4 0 0 7 7 28
6 4 Blake Baggett KTM 450 SX-F FE 7 10 14 0 0 6 8 28
7 2 Cooper Webb Yam YZ 450F 4 3 5 0 0 5 9 28
8 14 Cole Seely Hon CRF450R 12 7 13 0 0 4 12 27
9 51 Justin Barcia Suz RMZ 450 11 28 3 0 0 11 5 26
10 19 Justin Bogle Suz RMZ 450 13 13 7 0 0 8 10 24
11 32 Weston Peick Suz RMZ 450 14 9 10 0 0 12 11 19
12 48 Christian Craig Hon CRF450R 10 1 (HS) 11 1 0 9 14 19
13 21 Jason Anderson Hus FC450 2   12 0 0 39 6 15
14 30 Martin Davalos Hus FC450 5 11 9 0 0 15 13 14
15 40 Fredrik Noren Hon CRF450R 22 12 15 0 0 13 15 14
16 70 Dakota Alix KTM 450 SX-F FE 16 15 17 0 0 17 16 9
17 333 Rhys Carter Kaw KX 450F 26 16 20 0 0 18 17 7
18 121 Cody Cooper Hon CRF450R 15 6 24 0 0 14 37 7
19 926 Kaven Benoit KTM 450 SX-F FE 19 14 16 0 0 16 38 5
20 68 Heath Harrison Yam YZ 450F 17 35 19 0 0 20 18 4
21 941 Angelo Pellegrini Suz RMZ 450 24 18 21 0 0 28 19 2
22 154 Brandon Scharer Yam YZ 450F 25 17 29 0 0 19 23 2
23 125 Josh Mosiman Hus FC450 23 27 18 0 0 24 20 1
24 262 Connor Pearson KTM 450 SX-F 20 22 23 0 0 22 25 0
25 167 Zachary Bell Hon CRF450R 21 31 27 0 0 27 21 0
26 544 Morgan Burger Hon CRF450R 32 23 22 0 0 21 27 0
27 140 Austin Kouba Kaw KX 450F 30 21 25 0 0 25 24 0
28 170 Zack Williams Hon CRF450R 28 26 32 0 0 23 29 0
29 606 Ronnie Stewart Suz RMZ 450 39 30 33 0 0 26 28 0
30 151 Dakota Tedder Kaw KX 450F 29 34 31 0 0 29 26 0
31 90 Dillan Epstein Kaw KX 450F 18 19 26 0 0 34 22 0
32 447 Deven Raper Kaw KX 450F 33 36 35 0 0 31 30 0
33 771 KJ Mckenzie Yam YZ 450F 34 20 36 0 0 30 36 0
34 279 Thales Vilardi Hus FC450 27 32 39 0 0 36 31 0
35 482 Riley Brough Hon CRF450R 36 37 37 0 0 33 34 0
36 144 Nicolas Rolando Suz RMZ 450 38 25 30 0 0 32 35 0
37 383 Casey Brennan Yam YZ 450F 40 33 38 0 0 35 33 0
38 240 Bryce Stewart Hon CRF450R 35   28 0 0 40 32 0
39 670 Dylan Schmoke KTM 450 SX-F FE 31 29 34 0 0 37 39 0
40 534 Travis Freistat Hon CRF450R 37 38   0 0 38 40 0

250 Largada Liderança Chegada Pts
P. # Piloto Moto QUAL M1 M2 M1 M2 M1 M2 Totais
1 16 Zachary Osborne Hus FC250 1 3 2 (HS) 10 15 1 1 50
2 26 Alex Martin KTM 250 SX-F FE 10 8 5 0 0 4 4 36
3 23 Aaron Plessinger Yam YZ 250F 4 4 4 0 0 3 5 36
4 36 Adam Cianciarulo Kaw KX 250F 3 1 (HS) 3 6 0 2 8 35
5 24 Austin Forkner Kaw KX 250F 14 39 7 0 0 11 2 32
6 39 Colt Nichols Yam YZ 250F 9 5 8 0 0 5 6 31
7 17 Joseph Savatgy Kaw KX 250F 6 13 1 0 1 7 7 28
8 46 Justin Hill Kaw KX 250F 7 10 19 0 0 8 9 25
9 28 Mitchell Oldenburg KTM 250 SX-F FE 8 11 29 0 0 6 12 24
10 45 Mitchell Harrison Yam YZ 250F 12 6 6 0 0 9 11 22
11 6 Jeremy Martin Hon CRF250R 5 7 9 0 0 35 3 20
12 129 Sean Cantrell KTM 250 SX-F FE 19 2 12 0 0 10 13 19
13 38 Shane McElrath KTM 250 SX-F FE 18 30 10 0 0 16 10 16
14 342 Michael Mosiman Hus FC250 11 15 18 0 0 12 14 16
15 78 Nick Gaines Yam YZ 250F 21 12 22 0 0 13 15 14
16 128 Cameron Mcadoo Hon CRF250R 16 24 32 0 0 15 16 11
17 50 Luke Renzland Yam YZ 250F 15 19 39 0 0 14 20 8
18 183 Lorenzo Locurcio Yam YZ 250F 22 17 14 0 0 18 17 7
19 558 Jerry Robin Yam YZ 250F 26 16 40 0 0 17 40 4
20 791 Gustavo Souza Hon CRF250R 27 34 15 0 0 34 18 3
21 388 Brandan Leith Kaw KX 250F 24 27 20 0 0 22 19 2
22 677 Cody Williams Yam YZ 250F 25 20 13 0 0 19 22 2
23 57 James Decotis Hon CRF250R 20 25 17 0 0 20 37 1
24 321 Bradley Lionnet Kaw KX 250F 34 29 23 0 0 21 21 0
25 702 Josiah Hempen Yam YZ 250F 28 22 31 0 0 23 25 0
26 660 Stone Edler Yam YZ 250F 29 26 16 0 0 27 23 0
27 96 Vann Martin Hon CRF250R 32 37 37 0 0 24 27 0
28 341 Nico Izzi Yam YZ 250F 23 18 36 0 0 25 28 0
29 767 Mason Wharton Kaw KX 250F 39 32 27 0 0 29 26 0
30 427 Deegan Vonlossberg Yam YZ 250F 36 23 26 0 0 26 30 0
31 529 Broc Loftus Hon CRF250R 40 33 30 0 0 30 31 0
32 892 Garret Ioppolo Yam YZ 250F 33 28 33 0 0 32 32 0
33 522 Cole Zitterkopf Yam YZ 250F 38 35 35 0 0 31 33 0
34 234 McCoy Brough Hon CRF250R 35   24 0 0 41 24 0
35 200 Joachim Falden Yam YZ 250F 31 21 21 0 0 28 39 0
36 929 Travis Bell Hon CRF250R 30 31 28 0 0 39 29 0
37 179 Jon Ames Yam YZ 250F 17 38 25 0 0 33 36 0
38 235 Tucker Cantrell Yam YZ 250F 41 36 38 0 0 38 35 0
39 820 Dalton Oxborrow Kaw KX 250F 37 40 34 0 0 40 34 0
40 42 Kyle Cunningham Suz RMZ 250 13 14 11 0 0 37 38 0
41 108 Dylan Ferrandis Yam YZ 250F 2 9   0 0 36 41 0

Mais fotos da disputa entre Marvin Musquin e Eli Tomac


Marvin Musquin e Eli Tomac


Marvin Musquin e Eli Tomac


Ninguém pode acusar Marvin Musquin de não buscar seus próprio limites.









Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet