fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Mundial de Motocross

17ª etapa - Charlotte - Estados Unidos
Publicado em: 04/09/2016

GP nos EUA define títulos mundiais. Pilotos da casa ficam com as vitórias da etapa
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Ray Archer / Bavo / Pascal Haudiquert / J. P. Acevedo

Tim Gajser (MXGP) e Jeffrey Herlings (MX2) confirmam títulos com uma etapa de antecipação


A segunda largada da MXGP, já sob luzes noturnas

Após as fortes chuvas que cancelaram as atividades de sexta-feira do Mundial de Motocross nos Estados Unidos, o sol brilhou forte no sábado (3) e o circuito de Charlotte não mostrou resquícios do temporal. A última vez que o campeonato cancelou as classificatórias foi há exatos sete anos, aqui no Brasil, em Canelinha (SC).

O traçado do circuito construído por Justin Barckley foi marcado pela alta velocidade. Uma longa curva à esquerda pontuou a largada e, apesar de algumas sequências de obstáculos interessantes, foi difícil se apaixonar pela pista toda plana e sem muitas opções de ultrapassagens.


O circuito ficou assim na sexta-feira e recuperou-se surpreendentemente bem para sábado

Os treinos cronometrados definiram as ordens no gate de largada. Austin Forkener e Adam Cianciarulo marcaram os melhores tempos na MX2, deixando o favorito Jeffrey Herlings com o terceiro lugar. Na MXGP, Eli Tomac foi quase um segundo mais rápido que Tim Gajser, mostrando que os pilotos da casa estavam firmes no propósito de roubar o show dos europeus.

Antonio Cairoli chegou aos EUA gripado e com febre. A 15ª posição na tomada dos tempos já era um indicativo por onde o italiano andaria nas corridas...

Corridas

MX2


Austin Forkner


A enorme reta de largada
Com o sol ainda brilhando, o gate caiu pela primeira vez no final de semana com a primeira bateria da MX2. Os garotos da Kawasaki Pro Circuit saíram na liderança, mas Adam Cianciarulo perdeu a frente num momento de grande velocidade no final do tal "curvão" e tomou um capote fenomenal que o tirou do evento.

As primeiras notícias indicavam que Cianciarulo deslocou o ombro. Mais tarde o próprio piloto, via redes sociais, desmentiu dizendo que precisaria apenas de alguns dias de descanso para recuperar a plena forma. Quem também caiu na primeira volta foi Max Anstie, mas o britânico continuou na corrida.

Forkner manteve a liderança enquanto Cooper Webb e Jeffrey Herlings se assentavam na segunda e terceira posições. O trio rapidamente abriu dos demais. Thomas Covington ficou com o quarto lugar e o holandês Calvin Vlaanderen com o quinto.


 

O jovem Forkner liderou até a metade da prova quando, já pressionado por Webb e Herlings, errou numa curva de cotovelo. O norte americano da Yamaha perdeu tempo para desviar de Forkner e Herlings aproveitou a chance para assumir a ponta na entrada do curvão.


Jeffrey Herlings

Webb perdeu o contato com o líder do mundial e Herlings comemorou já na chegada dessa bateria o terceiro título mundial. Depois de contusões adiarem a conquista por dois anos consecutivos, Herlings finalmente respirou aliviado. Jeremy Seewer não se entendeu com a pista e chegou apenas na 10ª posição.

"Estou super, super feliz, especialmente por tudo que passamos com uma fratura no fêmur, uma bacia deslocada, duas fraturas na clavícula e de quase perder o dedo mindinho. É o título número três e espero que muitos mais venham", comentou o holandês.


Jeffrey Herlings comemora o terceiro título Mundial

Segunda bateria - show de Cooper Webb


Segunda largada. Forkner (214) e Herlings (84) se tocam e Webb (17) tem que tirar a mão


Austin Forkner
Nativo da Carolina do Norte, Webb tinha uma simpatia extra do público local. Mas na largada foi obrigado a tirar a mão quando Herlings e Forkner se tocaram bem a sua frente. Apesar de chegar à primeira curva numa posição pouco favorável, recuperou-se muito bem para completar a primeira volta na sétima posição.

Já sob as luzes artificiais, Forkner novamente saiu na frente e impôs um ritmo forte desde o início, feito que Herlings teve de se esforçar para acompanhar. Enquanto isso o som das arquibancadas era ouvido a cada ultrapassagem de Webb.

Da mesma forma que costuma fazer no AMA, Webb desceu o sarrafo na fase final da corrida e superou Herlings a seis voltas do fim. Em mais uma volta ultrapassava Forkner pela liderança, levando as enormes arquibancadas do Dirt Track em Charlotte ao delírio. No processo marcou também a melhor volta da bateria.


Webb assume a liderança e o público vibra

Herlings atacou Forkner nas duas voltas finais e chegou a emparelhar com o novato do ano no AMA, mas o jovem resistiu à pressão e segurou a segunda posição. Covington foi novamente o quarto colocado, enquanto Seewer fez uma corrida melhor na segunda bateria, encerrando com a quinta posição.

MXGP


Largada da primeira bateria

A primeira bateria da classe principal largou já quase com o sol se pondo, o que cria uma situação crítica de visibilidade, principalmente ao enfrentar saltos contra a luz.

Novamente os norte-americanos se saíram melhor na largada, com Justin Barcia na frente e Eli Tomac em segundo. Tomac superou o conterrâneo ainda na primeira volta enquanto Jeremy van Horebeek assumia o terceiro posto com Tim Gajser em quarto e Glenn Coldenhoff em quinto.


Eli Tomac


Justin Barcia
Com Cairoli fora dos dez primeiros, Gajser tomou uma postura conservadora e não partiu para cima de Horebeek, mas acabou em alguns momentos emparedado, já que Barcia perdeu contato com Tomac e esse ficou num intervalo bem próximo na segunda metade da corrida.

As quatro primeiras posições não mudaram, apenas Clement Desalle roubou a quinta posição de Coldenhoff. O belga partiu também para cima de Gajser, sem obter êxito.

Cairoli chegou em 13º.

Após a bandeirada e alguma matemática, o esloveno finalmente se ajoelhou para comemorar o título. Desde Jean Michel Bayle, em 1989, um campeão da MX2 (125cc na época) não conquistava o título em seu primeiro ano na MXGP (antiga 250cc, agora 450cc).


Tim Gajser

"Semana passada em Assen tive um final de semana horrível e duas corridas horríveis. Tive de me recuperar nesses poucos dias e manter a confiança em mim mesmo. Tivemos uma temporada incrível, e apenas dizia a mim mesmo 'não podemos terminar a temporada dessa maneira'. Temos que correr como corremos na maior parte do ano. Voltar aos trilhos e conquistar o título com um pódio aqui em Charlotte, foi perfeito!", declarou Gajser.


Tim Gajser

Segunda bateria



Jeremy van Horebeek

Sem o peso da decisão sobre os ombros, Gajser partiu na segunda corrida disposto a vencer e mostrar sua velocidade. Tomac largou em quinto, completou a volta em terceiro e precisou de apenas mais duas passagens para superar Coldenhoff pela terceira posição.


Evgeny Bobryshev estreou a Honda 2017


Clement Desalle
Gajser apertou o ritmo na frente, tentando, sem sucesso, escapar do norte-americano. A diferença flutuou em pouco mais de 3 segundos. Na sexta volta, o novo campeão mundial cometeu um erro e sofreu uma pequena queda. Tomac agradeceu o presente, mas teve que manter o acelerador bem aberto até a bandeirada, com Gajser em segundo. Coldenhoff, Bobryshev e Horebeek completaram as cinco primeiras posições. O gripado Cairoli começou a prova fora dos 20 primeiros e avançou até a 14ª posição na chegada.

Justin Barcia abandonou essa bateria ainda no início. No pódio geral da etapa subiram Eli Tomac, Tim Gajser e Jeremy van Horebeek.

Depois de algumas semanas com pistas planas, o histórico circuito de Glenn Helen abençoa a final do campeonato com algumas boas descidas e subidas. Sem títulos em jogo e com mais alguns representantes do AMA inscritos, a corrida promete ser uma grande festa do esporte em mais uma batalha do interminável duelo EUA x Europa.


Glenn Coldenhoff

Vídeo







Resultados


Pódio MXGP

P. # MXGP Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 3 Tomac, Eli USA KAW 25 25 50
2 243 Gajser, Tim SLO HON 18 22 40
3 89 Van Horebeek, Jeremy BEL YAM 20 16 36
4 259 Coldenhoff, Glenn NED KTM 15 20 35
5 25 Desalle, Clement BEL KAW 16 14 30
6 777 Bobryshev, Evgeny RUS HON 10 18 28
7 461 Febvre, Romain FRA YAM 12 15 27
8 911 Tixier, Jordi FRA KAW 14 13 27
9 12 Nagl, Maximilian GER HUS 11 12 23
10 51 Barcia, Justin USA YAM 22 0 22
11 22 Strijbos, Kevin BEL SUZ 9 11 20
12 100 Searle, Tommy GBR KAW 6 10 16
13 24 Simpson, Shaun GBR KTM 7 8 15
14 222 Cairoli, Antonio ITA KTM 8 7 15
15 21 Paulin, Gautier FRA HON 13 0 13
16 92 Guillod, Valentin SUI YAM 0 9 9
17 77 Lupino, Alessandro ITA HON 3 4 7
18 34 Nicoletti, Phillip USA YAM 0 6 6
19 17 Butron, Jose ESP KTM 0 5 5
20 15 Wilson, Dean GBR KTM 5 0 5
21 400 Yamamoto, Kei JPN HON 1 3 4
22 124 Harrison, Heath USA KTM 2 2 4
23 45 Nicholls, Jake GBR HUS 4 0 4
24 153 Maddii, Marco ITA HUS 0 1 1

P. # MX2 Nat. Bike Race 1 Race 2 Total
1 17 Webb, Cooper USA YAM 22 25 47
2 84 Herlings, Jeffrey NED KTM 25 20 45
3 214 Forkner, Austin USA KAW 20 22 42
4 64 Covington, Thomas USA HUS 18 18 36
5 10 Vlaanderen, Calvin NED KTM 16 13 29
6 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 11 16 27
7 289 Harrison, Mitchell USA YAM 12 14 26
8 99 Anstie, Max GBR HUS 15 11 26
9 6 Paturel, Benoit FRA YAM 10 15 25
10 189 Bogers, Brian NED KTM 13 10 23
11 457 Sanayei, Darian USA KAW 14 8 22
12 321 Bernardini, Samuele ITA TM 5 12 17
13 66 Larranaga Olano, Iker ESP KTM 7 7 14
14 172 Van doninck, Brent BEL YAM 9 4 13
15 232 Weltin, Marshal USA YAM 3 9 12
16 161 Östlund, Alvin SWE YAM 6 6 12
17 128 Monticelli, Ivo ITA KTM 8 0 8
18 98 Vaessen, Bas NED SUZ 2 5 7
19 61 Prado Garcia, Jorge ESP KTM 4 2 6
20 216 Martin, Vann USA HON 1 3 4
21 359 Rashkov, Stoyan BUL YAM 0 1 1

Classificação Geral
P. # MXGP Nat. Bike Total
1 243 Gajser, Tim SLO HON 693
2 222 Cairoli, A. ITA KTM 603
3 12 Nagl, M. GER HUS 565
4 461 Febvre, Romain FRA YAM 549
5 777 Bobryshev, E. RUS HON 522
6 89 Van Horebeek, J. BEL YAM 513
7 259 Coldenhoff, G. NED KTM 382
8 25 Desalle, C. BEL KAW 372
9 92 Guillod, V. SUI YAM 335
10 24 Simpson, Shaun GBR KTM 322
11 22 Strijbos, K. BEL SUZ 311
12 100 Searle, Tommy GBR KAW 288
13 21 Paulin, G. FRA HON 243
14 911 Tixier, Jordi FRA KAW 219
15 23 Charlier, C. FRA HUS 198
16 7 Leok, Tanel EST KTM 193
17 17 Butron, Jose ESP KTM 192
18 8 Townley, Ben NZL SUZ 128
19 32 Potisek, Milko FRA YAM 119
20 77 Lupino, A. ITA HON 111
21 45 Nicholls, Jake GBR HUS 107
22 151 Kullas, Harri EST KTM 59
23 3 Tomac, Eli USA KAW 50
24 999 Goncalves, Rui POR HUS 49
25 177 Jasikonis, A. LTU SUZ 47
26 149 Ullrich, D. GER KTM 41
27 685 Lenoir, Steven FRA HON 38
28 400 Yamamoto, Kei JPN HON 38
29 251 Getteman, Jens BEL KTM 31
30 51 Barcia, Justin USA YAM 22
31 19 Philippaerts, D. ITA YAM 17
32 71 Graulus, Damon BEL HON 16
33 221 Ratsep, Priit EST HON 15
34 37 Krestinov, G. EST HON 13
35 22G Reed, Chad AUS YAM 11
36 156 Heidecke, A. GER KTM 10
37 20 Aranda, G. FRA YAM 9
38 920 Valentin, A. ESP KAW 9
39 212 Dewulf, J. BEL KTM 8
40 225 Andrade, E. MEX YAM 7
41 903 Aubin, Nicolas FRA SUZ 6
42 34 Nicoletti, P. USA YAM 6
43 121 Boog, Xavier FRA KAW 6
44 15 Wilson, Dean GBR KTM 5
45 737 Teillet, V. FRA HON 5
46 941 Satink, Rick NED HUS 4
47 124 Harrison, H. USA KTM 4
48 444 Fanello, E. ARG YAM 4
49 112 Trossero, M. ARG YAM 3
50 31 Snow, Alex GBR YAM 3
51 11 Bengtsson, F. SWE SUZ 2
52 201 Soubeyras, C. FRA YAM 2
53 50 Macuks, Toms LAT KAW 1
54 153 Maddii, Marco ITA HUS 1
55 58 Carranza, N. ARG HON 1
56 702 Schmit, Marco ARG YAM 1
57 430 Malin, V. FIN KTM 1
58 48 Irt, Peter SLO YAM 1
59 171 Penjan, T. THA HON 1
P. # MX2 Nat. Bike Total
1 84 Herlings, J. NED KTM 689
2 91 Seewer, Jeremy SUI SUZ 595
3 6 Paturel, B. FRA YAM 485
4 99 Anstie, Max GBR HUS 473
5 41 Jonass, Pauls LAT KTM 403
6 4 Ferrandis, D. FRA KAW 378
7 189 Bogers, Brian NED KTM 372
8 321 Bernardini, S. ITA TM 358
9 152 Petrov, Petar BUL KAW 351
10 59 Tonkov, A. RUS YAM 320
11 64 Covington, T. USA HUS 261
12 18 Brylyakov, V. RUS KAW 219
13 10 Vlaanderen, C. NED KTM 217
14 161 Östlund, Alvin SWE YAM 209
15 172 Van doninck, B. BEL YAM 186
16 747 Cervellin, M. ITA HON 165
17 66 Larranaga Olano, I. ESP KTM 134
18 95 Justs, Roberts LAT KTM 130
19 426 Mewse, Conrad GBR HUS 126
20 101 Zaragoza, J. ESP HON 126
21 128 Monticelli, I. ITA KTM 100
22 46 Pootjes, Davy NED KTM 94
23 29 Jacobi, Henry GER HON 94
24 811 Sterry, Adam GBR KTM 82
25 88 van der Vlist, F. NED KAW 59
26 107 van Berkel, L. NED HUS 56
27 116 Kjer Olsen, T. DEN HUS 54
28 338 Herbreteau, D. FRA HON 54
29 17 Webb, Cooper USA YAM 47
30 132 Kutsar, Karel EST KTM 44
31 71 Graulus, Damon BEL HON 43
32 81 Hsu, Brian GER SUZ 43
33 214 Forkner, A. USA KAW 42
34 98 Vaessen, Bas NED SUZ 40
35 919 Watson, Ben GBR HUS 39
36 61 Prado Garcia, J. ESP KTM 37
37 16 Sabulis, K. LAT YAM 34
38 251 Getteman, Jens BEL KTM 32
39 289 Harrison, M. USA YAM 26
40 223 Tropepe, G. ITA HON 25
41 776 Rauchenecker, P. AUT HUS 24
42 40 Zecchina, S. ITA YAM 24
43 457 Sanayei, D. USA KAW 22
44 15 Bonini, Davide ITA HUS 21
45 951 Furlotti, S. ITA YAM 20
46 14 Valente, C. SUI KTM 20
47 991 Lapucci, N. ITA HUS 16
48 200 Dunn, James GBR HUS 15
49 232 Weltin, M. USA YAM 12
50 97 Ivanov, M. BUL KTM 11
51 959 Renaux, Maxime FRA YAM 9
52 175 Garrido, V. ARG YAM 8
53 129 Gomez , C. MEX YAM 8
54 164 Alix, Dakota USA YAM 7
55 83 Renkens, N. BEL KTM 6
56 94 Van der Mierden, S. NED HUS 6
57 75 Roosiorg, H. EST KTM 6
58 194 Vasquez, J. CHL HON 5
59 510 Sanchez, O. MEX KAW 5
60 500 Yasuhara, N. JPN YAM 5
61 831 Wysocki, T. POL KTM 4
62 216 Martin, Vann USA HON 4
63 102 Sikyna, R. SVK KTM 2
64 197 Toya, Igniacio ARG HON 2
65 417 Kahro, Erki EST KTM 2
66 611 Kriger, Nahuel ARG SUZ 2
67 359 Rashkov, S. BUL YAM 1
68 86 Danke, Felipe CHL KAW 1
69 52 Ueda, Shota JPN KAW 1
70 28 Hallgren, Ben THA YAM 1
71 490 Mataro Vilar, F. ESP YAM 1








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet